A luz espera por si

  • 0

A luz espera por si

A Luz espera por si

Todos os dias, a todo o momento, tenho a oportunidade de observar como os nossos pensamentos “infectam” o nosso bem-estar, a nossa felicidade, o fluxo livre e espontâneo da vida.

Tanto por experiência própria, como vendo o resultado disso nos outros.

A preocupação, o stress, a depressão, todas essas “doenças” do foro emocional, só têm um motivo – a perspectiva com que se escolhe ver a vida.

Eu posso olhar as experiências pelas quais passo como problemas, ou então como lições. Posso decidir crescer com elas, ou então destruir-me. Basicamente, eu tenho a “faca e o queijo na mão”.

Mas nós não queremos este poder, é muito mais fácil delegá-lo a alguém, ou a uma entidade, como por exemplo DEUS (esse Deus longínquo, castigador, rancoroso, reprovador, etc.), pois assim há a desculpa de que se algo não correr bem, “a culpa não foi minha”…

Mas isso não funciona assim, pois mesmo que ajamos assim, há um sentimento dentro de nós de vazio, insatisfação, infelicidade.

Agimos como se nada nos pertencesse. Agimos como se fossemos desconectados do OUTRO, de tudo o que nos envolve. Agimos como se fossemos o único ser existente e tudo gira á nossa volta. Agimos como desresponsabilizados das nossas atitudes e dos seus resultados, e depois esperamos sentir-nos realizados…

Damos o nosso poder aos outros, de nos magoarem, destruírem, governarem as nossas vidas, emoções, acções, e depois não conseguimos perceber porque nos sentimos tão mal…

Vivemos completamente absorvidos em nós mesmos, e no mundo que criámos para nós – naquilo que vemos como problemas, catástrofes, tragédias, crises – e depois não entendemos porque é que o nosso corpo não responde, fica doente, debilitado…

Mas se pararmos um pouco…deixando tudo…só por uns momentos, largar tudo, e deixar que exista outra possibilidade…

Silenciar, só por uns instantes, aquela voz na nossa mente, que só vê a preto e branco…

E deixar que existam cores…

Observar, só…sem tentar perceber, analisar, concluir…

Constatar a Beleza com que tudo cresce, evolui, desenvolve, muda…

Sentir o calor do sol, o ar refrescante do vento, o pingo rejuvenescedor da chuva… A energia vitalizante de uma flor; a dança harmoniosa de uma ave, ou borboleta…O gargalhar de uma criança…

Nesses momentos, ao deixar tudo, dando espaço a que novas possibilidades entrem na sua mente, também dará oportunidade a que a porta do seu coração se abra!

Nesse momento todo um leque de novas alternativas é-se revelado! A bênção acontece! A felicidade surge! Sem uma razão aparente…pois ela não precisa de uma razão para ser…

AGORA, você pode ver com clareza, que tudo o mais não existe…pode largar as armas, pois não há nada do que se defender…pode largar as armas, pois não há nada do que ter medo….

AGORA, você pode sentir com suavidade, tudo o que a vida tem para lhe oferecer!

AGORA, você não será mais o(a) mesmo (a), pois a força criadora tocou no seu coração!

Escolha viver AGORA!

Obrigado pela oportunidade de me experienciar!

Composto e postado por:

Elisabete Milheiro

Nota: O que é aqui escrito é a minha experiência. O que se pretende aqui é dar a conhecer experiências do dia-a-dia, que poderão ser úteis a quem se identificar com elas. Isto não invalida o facto de que a verdade está em constante alteração, assim como também a nossa consciência, que com as nossas experiências vai evoluindo.

Não se esqueçam: As únicas coisas que temos como garantia nesta vida são a mudança!


Leave a Reply

Sim, é possivel criar uma vida nova!!!