O MSM Enxofre Orgânico e as Doenças Reumatismais

Existem milhões de pessoas, em todo o mundo, que sofrem de algum tipo de artrite, artrose ou outras Doenças Reumatismais.

A osteoartrite, caracterizada pela degeneração da articulação, perda de cartilagem e alterações no osso subcondral, afecta actualmente milhões de Portugueses.

Outros tantos são afectados pela artrite reumatóide, tendinite, bursite e lesões, contusões desportivas e outros danos do tecido conjuntivo. 

Mais de 90 por cento dessas pessoas vivem com dores horrorosas provocadas por deficiências ou lesões nas cartilagens. Onde exista uma cartilagem degenerada, o osso roça e provoca a dor.

Até agora, o tratamento normal adoptado pelos reumatologistas e ortopedistas é aliviar a dor, enquanto os tecidos continuam a deteriorar-se. Eles consideram a doença como incurável e receitam anti-inflamatórios e analgésicos, mais ou menos fortes e todos com vários efeitos colaterais no organismo.

No entanto, segundo as mais recentes investigações científicas, sabe-se que existem na Natureza nutrientes com efeito anti-reumático, que produzem uma acção anti-inflamatória e analgésica mais eficaz e segura. 

MSM Enxofre Orgânico

 

O MSM é uma fonte de enxofre orgânico, uma das matérias-primas mais importantes utilizadas para se construir tecidos saudáveis.

O enxofre é o quarto mineral mais abundante no nosso organismo e está presente em toda a cadeia alimentar, podendo encontrar-se nas células de todos os seres vivos, sejam eles animais ou vegetais. Como tal, pode ser encontrado nos alimentos (ovos, carne, frutos frescos e vegetais). No entanto, precisamos ter em conta a qualidade dos alimentos, em que condições foram produzidos, e sabemos que perante a industrialização, os solos estão cada vez mais pobres – as terras são adubadas com químicos e os minerais essenciais não são repostos – e desta forma qualquer alimento que esteja nas prateleiras do supermercado está destituído dos minerais essenciais ao nosso bem-estar. Além disso, a volatilidade do Enxofre orgânico leva a que se perca no processo de lavagem, armazenamento e preparação. Estes factos levam a que, mesmo em casos de dietas equilibradas, se possa assistir ao aparecimento de problemas relacionados com a carência de enxofre.

A constante construção e reparação do organismo, utilizando, para o efeito, vitaminas, minerais e proteínas agudiza ainda mais esta carência, uma vez que o organismo utiliza o enxofre para produzir aminoácidos (caso da metionina, cisteína e cistina) que são as bases da produção de proteínas. Paralelamente, é ainda utilizado na produção de enzimas, anticorpos e tecidos conectivos como as cartilagens, o colagénio, o cabelo, as unhas e a pele. Reforçando a importância do consumo deste elemento, há ainda a questão de os níveis de enxofre no organismo decrescerem com o envelhecimento.

Considerando, então, que o enxofre é um componente existente em todas as células, é essencial que o corpo tenha uma quantidade abundante deste mineral numa forma biologicamente activa.

De entre as fontes de enxofre utilizadas na actualidade, o Enxofre Orgânico é a que acolhe maior aceitação e entusiasmo dado ser um composto de fácil absorção e utilização pelo organismo. Trata-se de um pó branco cristalino, puro, natural, estável e sem odor, com a enorme vantagem de poder ser utilizado em todas as formas físicas.

O Enxofre Orgânico possui um elevado grau de biodisponibilidade e rapidamente se dissolve na corrente sanguínea, promovendo melhorias na circulação. Ele torna as paredes celulares mais permeáveis, aumentando assim a oxigenação das células, o que resulta numa maior energia que combate o cansaço. Por outras palavras, células mais saudáveis e desintoxicadas. A sua acção é, assim, fundamental para alívio da rigidez, do inchaço e das dores das articulações.

O MSM e a dor

De facto, um dos mais significativos efeitos do MSM como um suplemento é a sua capacidade demonstrada para aliviar a dor e a inflamação. Quando as células do tecido conjuntivo sofrem pressão, elas incham e ficam inflamadas, e, como resultado, vem a dor. Uma vez que o MSM tem a capacidade de restabelecer a flexibilidade e a permeabilidade da membrana celular, então os fluidos conseguirão atravessar os tecidos mais facilmente, ajudando a igualar a pressão e a reduzir ou a eliminar a causa da dor. Substâncias prejudiciais, como o ácido láctico e as toxinas, fluem para fora da célula, enquanto o MSM permite que nutrientes saudáveis passem para dentro da célula.

Pacientes de artrite reportaram um alívio significativo, longo e duradouro com a utilização de MSM, sendo muito eficaz para casos graves de osteoartrite e artrite reumatóide.

 Composto por Elisabete Milheiro

Fonte: Internet