O homem mais rico do mundo revelou hoje na sua carta anual que nas próximas duas décadas deixará de haver países pobres.

Bill GatesBill Gates, o homem mais rico do mundo e dono da Microsoft, disse hoje que até 2035 nenhuma nação será tão pobre quanto qualquer uma das 35 que o Banco Mundial classifica actualmente como de baixos recursos, mesmo ajustando a inflação.

Na carta anual publicada hoje no site da Fundação Bill & Melinda Gates, o multimilionário diz que a maioria dos países terá um PIB per capita em 2035 maior do que tem hoje a China.

Para Bill Gates, há “três mitos” que bloqueiam o progresso dos pobre : os países pobres estão condenados a ficar pobres; a ajuda externa é um grande desperdício; e salvar vidas leva ao excesso de população.

“Acreditar que o mundo está a ficar pior, que não podemos resolver a extrema pobreza e a doença, não é apenas um erro. É prejudicial “, escreve Gates. “O mundo está melhor do que nunca. Em duas décadas, será melhor ainda”, diz.

 

A Fundação Gates já distribuiu 28,3 mil milhões de dólares em doações desde 1997 para financiar projectos em programas de saúde e de desenvolvimento e de educação global nos EUA, segundo o site da organização.

 

Fonte:

http://economico.sapo.pt/noticias/bill-gates-acredita-que-nao-havera-paises-pobres-ate-2035_185565.html