Select Page
gratidão

 

As experiências passadas no último capítulo mostram que a primeira etapa para enriquecer é passarmos para a substância amorfa os nossos desejos. Para conseguirmos isso é necessário que nos relacionemos de uma forma estável e harmoniosa com essa substancia viva inteligente.

Manter essa harmonia é de importância vital. Agora vamos aprender a mantermos a mente na unidade perfeita com o Poder Supremo e Deus.

O processo completo do sintonizar e harmonizar pode ser resumido em uma única palavra: GRATIDÃO

Primeiro, acredito que há uma substância inteligente da qual todas as coisas resultam.

Segundo, acredito que esta substância me dá tudo o que desejo.

Terceiro, relaciono-me com ela por um sentimento de Gratidão Forte e Profundo.

Muitos de nós vivemos corretamente, somos generosos, não enganamos ninguém, fazemos aos outros aquilo que queremos que nos façam, até praticamos a caridade, cumprimos com nossos preceitos, etc., mas continuamos sempre a lutar pela sobrevivência, por falta de Gratidão. Quando recebemos um presente de Deus, cortamos o cabo condutor que nos liga a ele, perdendo-se o reconhecimento. É fácil entender que quanto mais perto estivermos das riquezas, mais riquezas recebemos, e sabemos que alguém sempre grato, vive mais perto de Deus, do que quem nunca reconhece nem agradece o que recebe e tem.

Quanto mais gratos nos sentirmos com o que possuímos e recebemos, mais rápido coisas boas virão para a nossa vida.

Se estivermos conectados com a Fonte em consciência, através da gratidão, tornamo-nos num rio (uma torrente contínua de abundância).

Quanto mais a mente estiver em contacto com a criação, mais vida ela cria. O motivo é simples: a atitude mental da gratidão coloca-nos em contínua ligação com a fonte de tudo o que existe.

Esta ideia da gratidão nos ligar à fonte de toda a criação, parece nova mas não é. A verdade é que as coisas boas que já recebemos, ao longo da vida, vieram ou por gratidão e tiveram efeito benéfico, ou de uma forma difícil e dolorosa arrastando com elas ansiedade, dor e mau estar.

Um exemplo de falta de gratidão é querer ter muito algo, não importa se é um carro, uma casa ou uma relação, mas na hora em que o adquire, já tem a felicidade colocada em algo mais distante. Como o burro da história de Cervantes em Dom Quixote, sempre no encalço da cenoura.

A gratidão conduz a mente ao longo do caminho pelo qual as coisas vêm, e manterá a harmonia com o pensamento criativo, impedindo a queda no pensamento competitivo.

Só a gratidão mantém a ligação com o TODO e impede de pensar na fonte como algo limitado. Fazer isso seria fatal para as nossas expectativas.

Existe a lei da gratidão, e é indispensável o seu conhecimento, se queremos ter os resultados que procuramos.

A lei da gratidão é um princípio natural de ação / reação, sempre iguais e em sentidos opostos.

QUANTO MAIS AGRADEÇO MAIS TENHO!

Alargar o estado de gratidão à inteligência suprema é a união com o poder divino.

Nunca se falha em alcançar o que se agradece. A reação é um movimento instantâneo de retorno.

Lança-se para o lado de Deus, e Ele lançará para o nosso lado. É uma manifestação da verdade psicológica.

Quando a nossa gratidão é forte e constante, a reação na substância amorfa será forte e constante; o movimento das coisas que agradecemos vem sempre na direção da gratidão.

Observem a atitude grata que Jesus tinha, e em como dizia sempre: “Agradeço a ti, Pai, porque me ouviste”. Não se pode ter muito poder sem a gratidão, porque é a gratidão que nos mantém conectados ao poder.

Mas o valor da gratidão não consiste unicamente em nos dar mais bênçãos no futuro. Sem gratidão não podemos ficar, por muito tempo, longe do descontentamento de entrar na ilusão dos sentidos.

No momento em que permitimos que a nossa mente recaia em descontentamento, começa-se a perder terreno.

Quando prestamos atenção ao comum, ao ordinário, aos pobres, aos sujos, à miséria – a nossa mente capta a forma destas coisas. Então transmitimos estas formas ou imagens mentais à substância amorfa. E tudo isso virá até nós.

Permitir que a mente analise o inferior, é tornar-se no inferior, é envolvermo-nos com coisas inferiores.

Fazendo de outra forma, ou seja, fixando nossa atenção no melhor é cercar-se do melhor, é transformarmo-nos no melhor. O poder criativo dentro de nós, faz-nos à imagem daquilo que nós prestamos atenção. Nós também somos feitos de substância inteligente e a substância inteligente sempre toma a forma daquilo que pensa.

A mente grata é constantemente fixada no melhor. Consequentemente tende a transformar-se no melhor. Toma a forma ou a característica do melhor e receberá o melhor.

Também a fé nasce da gratidão. A mente grata espera continuamente coisas boas e esta expectativa transforma-se em fé. A reação da gratidão sobre uma mente produz a fé e a cada onda de gratidão aumenta a fé. A pessoa que não tem nenhum sentimento de gratidão não pode por muito tempo reter uma fé viva e sem uma fé viva não pode enriquecer pelo método criativo. O motivo, nós veremos nos capítulos seguintes.

É necessário, então, cultivar o hábito de estar grato para cada coisa boa que vem até nós, e agradecer continuamente. E porque todas as coisas contribuíram para o nosso progresso, devemos incluir todas as coisas em nossa gratidão.

Não percamos tempo em pensar ou falar sobre os defeitos ou erros daqueles que detém o poder. Foi a forma como eles organizaram o mundo que criou as nossas oportunidades; tudo o que temos, vem realmente por causa deles. Não nos zanguemos com os políticos corruptos. Caso não existissem os políticos, nós viveríamos em anarquia e as nossas oportunidades seriam extremamente menores.

Deus trabalhou pacientemente, por um longo tempo, para trazer-nos até onde nós estamos na indústria e no governo e está seguindo em frente com o seu trabalho. Não há dúvida que devemos nos afastar de grandes magnatas, chefes da indústria e políticos assim que puderem ser descartados, mas neste ínterim, são todos muito necessários. Lembremo-nos que são eles que ajudam a formar as linhas de transmissão ao longo das quais as nossas riquezas virão e sejamos gratos. Isto nos manterá em relação de harmonia com o que há de bom em tudo, e o que há de bom em tudo virá até nós.

Pin It on Pinterest

Share This