Crescimento

  • 0

Crescimento

O crescimento é uma prática constante

 

Crescimento

O crescimento é uma prática constante, é um trabalho de cada dia, um presente ganho por desafio e oferecido pelo Amor – Amor Incondicional do Universo.

È uma questão de não aquecermos muito tempo aquele lugar – a zona de conforto – e por exigir um movimento, um esforço, uma ação, uma intenção, torna-se um desafio.

Um desafio necessário e obrigatório para que haja uma vida plena de Bem-estar, Amor, Serenidade.

A vitória do Crescimento

Muitas vezes sentimos a vitória do crescimento, e queremos gozar os louros, mas quando damos conta já estagnamos.

O gozo dos louros é pelo caminho. O Gozo dos louros  é a cada momento, a cada passo, a cada esforço e movimento para o crescimento.

O Perigo da Zona de conforto

O Perigo da Zona de conforto é a Estagnação, o mal-estar, o sofrimento.

Quando sentirmos que de alguma forma o nosso trajeto não está sendo para cima, mas sim, a descer, precisamos mudar o rumo o quanto antes.

Há certos sintomas que nos ajudam a perceber para onde nos estamos dirigindo.

Podemos nos questionar a nós mesmos:Crescimento

Qual é a minha postura perante tudo o que me acontece durante o dia?

Será que estou a aceitar tudo o que a vida me dá, tendo a certeza que é para meu beneficio ou zango-me com facilidade, negando as experiências e achando que eu é que sei o que é melhor para mim?

Será que procuro aprender com tudo e todos ou acho que já sei tudo?

Coloco uma postura de aprendizagem ou quero ensinar aos outros como se faz?

Com que frequência me deparo com emoções ou sentimentos como a ansiedade, a dúvida, a insegurança ou o medo?

E o que faço perante esses sentimentos ou emoções? Alimento-os? Tomo-os como verdade? Embrulho-me neles? Uso as ferramentas ou aproveito a “oportunidade” para me colocar na postura de vitima?

Podemos ter uma tendência para querer parar, descansar, de alguma forma também nos ensinaram a descansar depois de uma vitória, de forma a recuperar forças. Mas esse conceito, essa crença, foi passada na altura das guerras, em que o esforço físico era atroz…neste momento não há nada que exija tal sacrifício de alguém – que não esteja passando por essa experiência, claro.

Esses tempos eram outros.

Usufruir de cada momento Crescimento

Agora se não usufruirmos de cada momento, e passarmos por ele a todo o gaz, apenas para dizer que conseguimos, para mostrar aos outros que somos capazes, e para que gostem de nós, mas sem SENTIRMOS a experiência, além de não haver crescimento, a sensação seguinte é a de vazio – pois usamos a experiência como um meio para atingir um fim, e não a sentimos, não aprendemos nada com ela. E o fim nunca saberá a nada, pois tudo é um fim em si – cada momento é um fim em si. A vitória é cada momento vivido em plenitude, seja ele qual for, que tarefa for, onde for, com quem for…

Muitas vezes dou conta de um facto: apenas o que muda é o cenário, eu sou sempre a mesma. È como se eu estivesse sempre no mesmo sitio, e as experiências fossem passando, como cenários, como um filme, um teatro, em que eu tenho de me ajustar, lidar e aprender a gerir. Mas eu sou a mesma. Apenas o “exterior” vai mudando. O que importa de que forma se manifesta o exterior? Se é de dia ou de noite, se é no trabalho ou no lazer, se é sozinha ou acompanhada…tudo vai passando, e eu sou sempre a mesma.

Com isto não quero dizer que sou a mesma, que sou um elemento estático, pois tudo está sempre a mudar.

A minha reflexão está no facto de que se eu estiver bem, tudo o resto estará bem – sou eu que defino isso. Porque ei-de determinar lugares, situações, experiências, melhores do que outras? Isso é mais uma crença…sobre o que é bom ou mau, certo ou errado.

As coisas são apenas o que são

As coisas são apenas o que são. E eu sou o que sou. E se eu me mantiver no bem-estar, consciente de que tudo é para meu usufruto, para meu bem-estar, sucesso, riqueza, felicidade…Esse é  mundo em que eu quero viver!

E sou eu que determino esse mundo, pois sou eu que decido que realidade eu quero VER.

Elisabete Milheiro

 


Leave a Reply

Sim, é possivel criar uma vida nova!!!