Todos temos um Propósito de Vida

 

 
Propósito de Vida, Princípio e fim da nossa caminhada
Julgo que não faria qualquer sentido pensar que “aterramos” neste Planeta por mero acaso. Que aqui passássemos uma vida simplesmente caminhando, sem rumo definido e vivendo apenas um dia atrás do outro. Que desperdício, não?
Então, afinal quem somos nós?


Somos Seres Divinos a viver uma experiência humana!

Todos temos uma missão na vida, um propósito e uma obrigação: a de sermos felizes.
Seria uma contradição e uma incoerência total se acreditássemos que sendo nós, seres divinos a viver uma experiência humana, fossemos predestinados a uma vida de escassez e infelicidade.
Mas por vezes passamos por fases e situações que nos fazem parecer que a vida chegou a um ponto que não tem mais saída, que parece que já nada faz sentido nem tem um propósito.

Quando o “fardo” nos parece tão pesado, que já não conseguimos dar um passo em frente, esta é a grande oportunidade (se conseguirmos vê-la), para operar a mudança. É a oportunidade de dar a volta, virar a página em nossa vida, recomeçar e reescrevê-la.


Somos seres únicos
Nunca existiu nem existirá outra pessoa como eu.
Nenhum de nós pode ser substituído por outra ou até por mil pessoas.
Então, se eu tenho um propósito, se eu sou um ser único, se sou o único responsável pela minha vida, só eu posso escrever a minha história de Vida,
É altura de mudar!

Não posso esperar resultados diferentes, fazendo as mesmas coisas.
Nada muda, se nada mudar.
Não é enterrando a cabeça na areia numa atitude de fuga, nem que fosse pelo resto da nossa vida natural, desta forma não conseguiríamos realizar nem um só segundo, de uma segunda vida. Iríamos manter-nos em estagnação e, estagnação é morte.
Independentemente de quantas palavras de sabedoria ou sagradas possa ter lido ou ouvido na vida, independentemente de partilhas, sugestões, cursos, de toda a informação que me possa ter sido passada, de nada valerá se não me permitir assumir uma postura de mente aberta, tomada de consciência e responsabilização
Só a tomada de consciência me permite assumir as rédeas da minha vida, ser a arquiteta consciente da minha caminhada, operando a mudança.
Só a mente aberta me permite seguir sugestões, onde o julgamento não tem lugar.
Só a responsabilização permite que a mudança se opere

As provações na nossa vida são lições que falhamos em aprender no passado. São os fantasmas que voltam para nos revisitar, lembrando que, não aprendemos a lição.
São apenas lições, não punições.
São percursos, não fracassos.
As situações repetem-se até aprendermos, senão pelo amor, será por certo através da dor
A nossa vida é uma jornada. Somos únicos,

                                                                 mas não sós.

Somos uma partícula de um Todo.

Já parou para pensar que pode ter uma experiência extremamente vital na vida de outra pessoa? E a outra pessoa na sua?
O simples facto de ser apresentada a outra pessoa e trocar algumas palavras, pode representar uma experiência vital em algum ponto do tempo na vida de ambas.
Podemos não ter grande sabedoria, mas como indivíduos, devemos envolver-nos na vida.
Deixar-nos navegar no fluxo da Vida.
Ser a Luz na escuridão.
Dar e ser grato pelo agora, pelo que tenho, não pelo que gostaria de ter
E tal só acontece se me permitir Viver o meu verdadeiro propósito de Vida
SER FELIZ

Então, comecemos todos nós a sonhar hoje, definindo metas e colocando ação, movimento e vida na nossa caminhada.

Este  é Propósito de Vida!

                          

Publicado em A Magia da Vida | Deixe o seu comentário

A nossa Realidade e o Lado Sombra

Realidade

A nossa Realidade e O lado Sombra

Há uma parte em nós a que chamamos “inconsciente”.

É este inconsciente que influencia enormemente a nossa vida, as nossas decisões, a nossa interação com os outros, com  o Todo.

“Esconde” dois aspetos, digamos que um “positivo” e outro “negativo” É exatamente a essa parte “negativa” que chamamos de “lado sombra”.

É aquilo que varremos para debaixo do tapete, que não queremos ver e ser,  e por isso tudo aquilo que achamos que não somos. E é o facto de se encontrar a um nível inconsciente, que dificulta lidarmos com essa informação.

É o lado sombra da “nossa consciência” que sabota os nossos pensamentos, relacionamentos, a Vida. Ele é subtil.

Nega o nosso espírito e impede-nos muitas vezes de atingir os nossos objetivos

Ele está na origem das nossas experiências negativas.

Vivenciamos situações que conscientemente não desejamos, e duvidamos que tenhamos sido nós próprios a criá-las.

Culpamos algo ou alguém, o destino ou o Karma, atribuímos a causas exteriores a nós, chegando a vestir por vezes o papel de vítimas. Sentimo-nos impotentes, perdidos num mundo de sequências indesejáveis, sem que saibamos o que fazer para que terminem

Estamos separados do nosso Eu interior.

Esquecemo-nos que consciente e inconsciente são parte una, um não existe sem o outro, caminham de mãos dadas.

E com o tempo percebemos que isso nos afasta ainda mais do nosso centro, dos nossos caminho,  e do controlo soberano da nossa Vida

E é assim que criamos a nossa realidade, reflexo do consciente e do inconsciente.

Sejamos responsáveis pela nossa Vida. Temos então de estar dispostos a conhecer o nosso lado sombra, curar as feridas que aí se encontram e que pelo facto de nos magoarem não as queremos ver.

Vida é felicidade, é saúde integral.

Cura o teu Lado Sombra

Publicado em Viver é um Desafio | Deixe o seu comentário

Vida é mudança

 

Imagem relacionada

 

A mudança acontece a cada segundo, à nossa volta e em cada um de nós. É a evidência que estamos a expandir e a evoluir. 

A vida é energia, um fluxo constante, incessante e mutável. O que é agora, não será daqui a um segundo. Tudo mudou, fluiu, viveu! Seguiu o seu curso. Só assim, podemos entender o significado de Vida.

Afinal, o que não muda, não cresce, não flui, estagna; e, estagnação é morte.

Mas, tenhamos consciência que nós somos os únicos arquitectos da mudança em nós, do nosso curso de vida.

Então, é hora de sermos responsáveis pela nossa mudança!, pela nossa Vida

Contudo, tenho de admitir que nem sempre estamos seguros do que realmente queremos.

Porque não pedir ajuda aos Anjos, ao Alto, ao Universo, para que abram a nossa mente e o coração para as novas opções e ideias?

Saber e confiar que somos protegidos e guiados através das mudanças, é importante para que nos sintamos mais fortalecidos

Nós somos uma extensão da energia do Criador, em um belo corpo físico.

Mas atenção, é essencial definirmos claramente o que desejamos da nossa vida. É insano partir para uma viagem sem que tenhamos previamente definido o porto de chegada. Tal implicaria um caminhar sem rumo, à deriva. E, se alguma vez chegássemos a um destino, corríamos o sério risco de não gostar do resultado. Faz sentido, não? E, quem seria o único responsável pelo “fracasso” (se assim o pudermos chamar)?

Mas, não esqueçamos de usar de flexibilidade. Não há culpa nem culpados, apenas lições, aprendizagens. Quando somos flexíveis na forma como encaramos e aceitamos as coisas, as situações e o Outro, chegam até nós novos portais e outros anteriormente aparentemente invisíveis começam a abrir-se, ajudando-nos a caminhar mais facilmente através das mudanças.

Há no nosso tempo e na nossa realidade uma diversidade surpreendente de informação e oportunidades para nos proporcionar o perfeito equilíbrio daquilo que podemos criar e atrair. Não as desperdicemos! Abraça-as quando elas tocarem o teu caminho. Abre a tua mente, o teu espírito e o teu coração

Nunca houve um melhor momento para estar vivo em corpos físicos. Aprecia cada momento e cada dádiva que te é oferecida.

Confia e acredita na Vida e na Mudança.

Nunca os tempos foram tão gloriosos para estar na Terra”.

 

 

 

Publicado em Uncategorized, Viver é um Desafio | Deixe o seu comentário

A importância da responsabilização!

Responsabilização!

Lembro a todos os que iniciam este treino (NOVO programa de Vida)  é para quem quer resultados, não para quem quer filosofar, ou pior perceber como se faz.

Da mesma forma que não se percebe o processo de nadar ou como se anda de bicicleta, se querer ter resultados é necessário abrir a mente e não tentar perceber, use de boa vontade para seguir sugestões apenas, sem complicar.

Depois deste esclarecimento introdutório deixa-me elucidar-te um pouco, sobre o que falta a todos os que vivem em ansiedade.

Responsabilização

É importante saber responder as estas questões:

  • Como me sinto no momento presente?

  • Onde me encontro?

  • Onde quero chegar…

Ser responsável… não culpar nada nem ninguém, pela situação atual. Sou o único responsável!

Lembrar-me que a minha vida é o resultado do que irradio.

A 3ª lei da física Quântica que diz:

“Atrais tudo que irradias na mesma densidade e frequência”.

Assim, a minha vida é resultado daquilo que vibro.

O segredo é Crer para Ver e Ser para Ter;

não ver para crer ou ter para ser.

São exactamente estes conceitos materialistas que  criaram a realidade em que estamos inseridos.

ASSIM:

É importante aceitar a total responsabilidade pela situação atual.

A ciência diz que para cada ação existe uma reação igual e oposta; para cada causa existe um efeito.

Seja qual for a situação atual de vida, ela é efeito não é causa.

  • Doença é efeito.

  • Falta de dinheiro é efeito.

  • Desarmonia é efeito.

  • Carência é efeito.

  • Ansiedade é efeito.

  • Depressão é efeito.

Tudo o que experimentas na tua vida – é efeito.

A falta responsabilização pela situação atual é o caminho para que se possa mudar o rumo da vida, e começar a criar a realidade que cada um deseja viver.

Faz sentido?

Retirado do livro: ” Manual de Gestão de Stress”- António Fernandes

Fonte: http://stress.solucaoperfeita.com/importancia-da-responsabilizacao/

Publicado em Viver é um Desafio | Tags | Deixe o seu comentário

O Voo dos gansos

Ao voar em formação, em “V”, o grupo inteiro aumenta em 71% a velocidade de voo, em relação a um pássaro voando sozinho

1.ª Lição :

– O partilhar a mesma direcção e sentido, permite ao grupo chegar ao destino mais facilmente e mais rapidamente, porque, na entreajuda os benefícios são maiores.

*******

Quando um ganso sai da formação, sente a resistência do ar e a dificuldade de voar sozinho; então, rapidamente retorna à formação para aproveitar o poder de elevação dos que estão à sua frente.

2.ª Lição :

– Permanecendo em sintonia e unidos, junto àqueles que se dirigem na mesma direcção, o esforço será menor. Será mais agradável e prazenteiro de alcançar as metas.

– Estaremos mais disponíveis para aceitar e oferecer ajuda.

*******

Quando o ganso líder se cansa, vai para o final da formação, enquanto outro assume a dianteira

3.ª Lição :

– Partilhar a liderança

– Respeitar mo-nos mutuamente em todo o momento

– Partilhar os problemas e os trabalhos mais difíceis

– Reunir habilidades e capacidades, combinar dons, talentos e recursos.

*******

Os gansos voando em formação grasnam para dar coragem e apoio aos que vão à frente, para que assim mantenham a velocidade

4.ª Lição :

– Quando há coragem e apoio o progresso é maior.

– Uma palavra de apoio no momento certo motiva, ajuda, dá forças. Produz o melhor dos benefícios

*******

Quando um ganso fica doente, é ferido ou está cansado, e tem de sair da formação, outros …

5.ª Lição :

– Estejamos juntos,  ao lado uns dos outros, apesar das diferenças; tanto nos momentos de dificuldade como nos momentos de esforço.

– Se nos mantivermos unidos apoiando-nos e acompanhando-nos,

– Se tornarmos a realidade o espírito de equipa

– Se apesar das diferenças pudermos formar um grupo humano para enfrentar todo o tipo de situações,

– Se entendermos o verdadeiro valor da amizade,

– Se formos conscientes do sentimento de partilhar a vida,

A caminhada será mais simples e o voo dos anos mais prazenteiro

Ao permitirmos tomar consciência do papel e da responsabilidade de cada um de nós, por nós e pelo Todo, encontramos a chave do nosso Sucesso, Bem-estar e Riqueza.

Sejamos Responsáveis pela nossa Vida é uma Obrigação!

Publicado em A magia do Reino Animal | Deixe o seu comentário

A cura dos nossos relacionamentos…

A CURA DOS NOSSOS RELACIONAMENTOS 

 É UMA ESCOLHA UNILATERAL

Curar os nossos relacionamentos, é nossa própria escolha, já que na verdade não são os outros que temos de mudar, são as nossas próprias atitudes e julgamentos a respeito deles que precisam de ser mudadas.

Não é mais a outra pessoa que nos causa dor no presente, são os pensamentos e julgamentos que temos hoje.

E, já que estes pensamentos e julgamentos são nossos, apenas nossos, somos nós que temos nos empenhar em mudar essa realidade, a nossa mente, a forma de olhar para o outro e para nós libertando-nos de queixas, da postura de vítima, por uma escolha que foi só nossa.

Em suma: é o relacionamento com nós próprios que precisa de ser curado e só nós o podemos fazer, se essa for efetivamente a nossa escolha

E, é possível curar todos os nossos relacionamentos?

Claro que sim!

Podemos fazê-lo desistindo de toda e qualquer forma preconcebida, de preconceito, de julgamento ou dos roteiros mentais que tenhamos escrito sobre os outros.

E como podemos fazer isso?

Dispondo-nos a acabar com todas as queixas, pensamentos de agressividade, críticas e julgamentos, despindo o papel de vítima. (isso, é síndrome de “Calimero,” coitadinho de mim….!)

*Não permitir que o ego comande os nossos pensamentos e, acima de tudo através da aceitação

*Reconhecendo que não somos vítimas dos nossos relacionamentos, mas sim participantes deles

*Assumindo a responsabilidade pelos nossos pensamentos, pelas nossas escolhas e emoções e não censurando a outra pessoa por aquilo que aconteceu no relacionamento.

*Optando por ver os outros como pessoas que nos amam ou, caso os percebamos como nossos agressores, optar por vê-los como seres cheios de medo, que clamam por amor.

*Lembrando que aquilo que percebemos nos outros e no mundo exterior é uma projecção dos nossos pensamentos – quer positivos, quer negativos – contidos na nossa mente.

*Aprendendo a amar, a nós próprios e aos outros; aceitando em vez de julgar.

*Direccionando-nos para nós próprios e escolhendo ser interiormente pacíficos, não importa o que esteja a acontecer fora de nós próprios.

Estas ideias podem afectar literalmente todos os aspectos da nossa vida.

Podemos começar por lançar um novo olhar sobre o mundo, sobre os outros e sobre todos os nossos relacionamentos. E, acima de tudo, sobre nós próprios

Podemos começar a reconhecer que a cura dos nossos relacionamentos está directamente ligada à cura das atitudes que conservamos na nossa mente a respeito desses mesmos relacionamentos.

AFIRMAÇÕES:

1. Escolho curar o relacionamento comigo mesmo deixando que o hábito de me julgar, se vá.

2.  Escolho unir-me aos outros, em vez de me separar deles, abandonando os meus julgamentos sobre eles

3. Escolho rasgar todos os roteiros que escrevi para o modo como acho que os outros deveriam ser na minha vida

4. Escolho lembrar que o que realmente conta nos meus relacionamentos, não é quanto eu faço ou digo, mas sim com quanto amor o faço ou digo

5. As palavras que eu escolho nas minhas comunicações determinam, sempre se a minha intenção é unir ou separar

6. É através dos meus relacionamentos que eu vivencio o amor incondicional.

7. Hoje eu escolho lembrar-me que realmente mereço e tenho o direito de ser feliz.

8. Hoje eu escolho desistir de me sentir ser uma vítima dos meus relacionamentos e assumirei a responsabilidade da minha vida.

9. Sempre que ficar preso no passado ou no futuro, escolherei lembrar-me de que o amor é vivenciado no presente

10. Posso optar pelo amor em vez do medo, em todos os relacionamentos.

A Felicidade e a infelicidade caminham a par, é uma questão e escolha

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

SOU DO TAMANHO DO QUE VEJO

Este poema chegou-me, pelas mãos de um amigo.

Devo confessar que não conhecia. Achei maravilhoso, delicioso e interessante, tendo em consideração a época em que foi escrito…

Uma época de princípios materialistas, de paradigmas e crenças limitadoras, mas admitamos, uma mente já com muita abertura.

O mundo já mudou! Somos os arquitectos da nossa realidade.

Assim, sem de forma alguma ter a ousadia ou pretensão de mudar uma vírgula que fosse, coloco alguns dos pensamentos que fazem parte dos meus novos paradigmas

SOU DO TAMANHO DO QUE  VEJO

Onde você vê um obstáculo,

Alguém vê o término da viagem

e o outro vê uma “chance” de crescer.

Aceitação_Maturidade

Onde você vê um motivo para se irritar,
Alguém vê a tragédia total
E o outro vê uma prova para sua paciência.

O meu pensamento: Obrigada, por esta oportunidade de trabalhar a minha aceitação. Se estou a viver esta situação, é porque tinha de ser assim.

 

 

Onde você vê a morte,
Alguém vê o fim
E o outro vê o começo de uma nova etapa…

O meu pensamento: Se esta etapa terminou, é porque algo melhor vem ao meu encontro

Onde você vê a fortuna,
Alguém vê a riqueza material
E o outro pode encontrar por trás de tudo, a dor e a miséria total.

O meu pensamento: Obrigada, eu sou merecedora e, tenho por direito toda a abundância do Universo

Onde você vê a teimosia,
Alguém vê a ignorância,
Um outro compreende as limitações do companheiro,
Percebendo que cada qual caminha em seu próprio passo.

O meu pensamento: aceitando incondicionalmente o outro

E que é inútil querer apressar o passo do outro,
a não ser que ele deseje isso.
Cada qual vê o que quer,
pode ou consegue enxergar.

O meu pensamento: Eu só me posso mudar a mim mesmo, que presunção querer mudar o outro!

(Fernando Pessoa)

E terminaria com  as Leis da Mecânica Quântica

1ª Todas as possibilidades estão no mesmo lugar, devido ao princípio da incerteza

2ª O observador influencia o observado (coisa ou sentimento)

3ªAtrai-se na mesma frequência e densidade o que se irradia, ou seja, atraímos para a nossa vida aquilo que dedicamos atenção, energia e concentração

Publicado em Viver é um Desafio | Deixe o seu comentário

Conta-se…

Conta-se…………….

Que a Fada do Amor resolveu melhorar o mundo em que vivemos.

Resolveu vir à Terra. Querendo ajudar como voluntária, a Fada da Esperança apresentou-se. Para o caminho ficar iluminado, convidaram a Fada da Luz.

Mas, quando as três quiseram atravessar a atmosfera terrestre, tiveram dificuldades, muita escuridão se havia espalhado pelo planeta.

Elas, entenderam então que para atravessarem a atmosfera deveria ir na frente a Fada da Luz. E, assim foi. Depois juntas, vieram a Fada do Amor e a Fada da Esperança. Enquanto desciam, viram uns lindos jardins, totalmente iluminados pela Lua, onde se juntaram.

Ainda não sabiam como agir. Ficaram reunidas procurando uma maneira, até que o dia amanheceu. Muitas ideias, nenhuma direção.

Até que… Um Anjo que a tudo assistia, resolveu ajudar e disse:

“Uma certeza, todos têm: a maior escuridão reside no coração dos homens. Então, siga na frente, a partir de agora, a Fada do Amor. Se ela despertar Amor em todos os corações, teremos a solução. Amando, o homem se ilumina. Iluminando, se enche de esperança. Com a esperança, ele descobre todos os sentimentos nobres, equilibra-se e encontra harmonia. Torna-se feliz. Então, ele passará a convidar a todos os que vivem na Terra, para serem felizes”.

E, as Fadas andam pelo mundo!

Fique pronto para ser tocado pelo Amor.

Faça mais, ajude as Fadas, veja Amor em tudo que o cerca.

Pegue numa semente e plante. O Amor cresce rápido, multiplica-se mais rápido ainda.

É só amar e deixar sair esse Amor.

Ajude as Fadas, ajude o mundo a ser melhor. Tudo depende de nós, os homens. Da maneira de pensar e agir.

Publicado em Mundo Encantado | Deixe o seu comentário

O processo de concretização dos desejos

 

De uma forma sintética, identificamos três etapas:

  1. Formulação do desejo
  2. Resposta do Universo ao desejo formulado
  3. Alinhamento vibracional com o desejo

A primeira etapa, acontece de forma automática. Acontece a cada instante em que  gostaríamos de ver algo acontecer, formulamos o desejo

A segunda etapa acontece em simultâneo com a primeira, como resposta do Cosmos ao desejo formulado. É o nosso poder criador que, de forma consciente ou não, dá resposta aos nossos desejos

A terceira etapa consiste no nosso alinhamento vibracional com o desejo formulado. Tudo que se passa na nossa vida, está intimamente e irritamente relacionado com o nosso interior, com a forma como nos vemos a nós próprios e a visão que temos do mundo em nosso redor. É o processo de Criação, que a nossa condição de Seres Divinos nos confere.

Contudo, este processo por vezes não é assim tão simples e linear, devido a um conjunto de resistências interiorizadas pelas mais diversas circunstâncias, a que chamaremos “bloqueios “auto-limitadores”.

As formas reiteradas de pensar e verbalizar determinadas situações, acabam por as cristalizar.  Impedem a concretização.

Só colhemos exactamente o que semeamos.

Para vermos os nossos desejos concretizados, temos de nos alinhar vibracionalmente com eles, isto é, termos na nossa estrutura consciente e inconsciente uma espectativa real e positiva, conferindo-lhes assim as condições ideais para a sua concretização.

Libertemo-nos pois dos padrões de pensar e agir “auto-limitadores”. Estejamos conscientes que, está ao alcance de todos nós concretizarmos todos os nossos desejos. Desejos de Ser, Fazer ou Ter. Basta para tal permitirmos que a nossa Essência nutra o nosso Eu Consciente com a Energia Pura do Amor, onde só existem pensamentos puros acerca de nós próprios e todo o Universo.

É nessa energia que todos os desejos são concretizados de forma plena de harmonia, alegria e felicidade

Publicado em Viver é um Desafio | Deixe o seu comentário

Qualquer percurso começa com um desejo

 

Cada indivíduo cria a sua própria realidade e, tem em si o poder de gerar uma vibração capaz de conseguir Ser, Ter e Fazer qualquer coisa por mais impossível que pareça.

Então, porque é que alguns continuam em situação de extrema frustração e infelicidade? A principal razão é por não saber progredir gradualmente, “para subirmos uma escada há que passar por todos os degraus”

Todo este percurso começa no desejo!

Todos os objectivos que traçamos, são fruto do desejo. A vida de cada um de nós, é feita de desejos:

O desejo de, o desejo de, o desejo de….e assim vamos construindo o nosso percurso de vida, cujo fim último é sem dúvida o de sermos felizes, não obstante por vezes não sabermos bem definir o conceito de felicidade o qual, é inerente aos padrões de cada indivíduo.

Afinal, ao longo da nossa evolução adoptamos padrões comportamentais, crenças e valores, modelos de bem-estar e felicidade, que nos são transmitidos pelos pais, educadores e pela sociedade.

A luta pela sobrevivência empurra-nos para uma corrida desenfreada onde a mente competitiva é rei e que, não poucas vezes implica a criação de desejos de fora para dentro.

Os desejos criados desta forma estão na maior parte das vezes  em desarmonia com a nossa essência, e, também não poucas vezes, ao atingirmos esses objectivos, não alcançamos  qualquer resquício de felicidade.

Não esqueçamos que, como Seres Criadores que somos, criamos também por defeito, isto leva-nos a “ir na onda” do inconsciente colectivo e, de forma passiva manter o “status-quo”,  agir e tomar decisões em desarmonia com o nosso verdadeiro Eu, de fora para dentro

Então, há que repensar e reconsiderar a nossa caminhada.

Toda a grande caminhada começa com o 1º passo.

Temos de ter presente que a nossa vida se constrói de dentro para fora, não no sentido inverso. É na expressão plena da nossa Essência que se constrói a Felicidade, senão, estamos a viver uma espécie de “felicidade alheia”.

Temos de alinhar os nossos pensamentos, sentimentos, desejos mais profundos e acções, de dentro para fora isto é, com a nossa Essência, o precioso tesouro do Saber.

Temos, que reconsiderar ou até mesmo descartar alguns padrões arcaicos, dando lugar a novos padrões de pensar sentir e agir, que nos religarão à nossa Essência, à Fonte, que nos nutre em todo o Seu esplendor. Assim, nesta vibração só o melhor acontecerá e, consequentemente aos nossos desejos mais profundos, aqueles que nos conduzam à Plenitude

Há medida que a nossa ligação à Fonte se torna cada vez mais estável, começamos a criar conscientemente e de forma positiva a nossa realidade. Aceitaremos uma situação aparentemente negativa, como uma lição, uma bênção, uma aprendizagem, algo que a ser trabalhado em nós, que produzirá bons frutos.

Então, com desejos formulados de dentro para fora, e alicerçados na nossa Essência, estamos no rumo da felicidade.

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário