CELULITE

A CELULITE

 

Bloqueio físico

É um problema predominantemente feminino. Afecta principalmente o pescoço, o tronco, as nádegas, as coxas e levanta problemas de ordem estética. É uma inflamação do tecido celular que pode traduzir-se por um endurecimento doloroso da região atingida. Reconhece-se a celulite quando a região afectada se assemelha a pele de laranja, e ao apertar-se apresenta crateras e intumescências. Ao toque, descobrem-se estruturas granulosas. com placas duras.

 

Bloqueio emocional

Esta doença é, em geral. um bloqueio da criatividade da pessoa que se encontra afectada. Tem de ver qual a região atingida para saber em que domínio a sua criatividade está suspensa e verificar depois neste livro o que essa região significa. É ,uma pessoa que se retém demasiado, que não tem bastante confiança em si.
Além disso, como o lado estético esta afectado por esta doença, a pessoa atingida preocupa-se demasiado com o que os outros pensam dela. É facilmente influenciável e abstém-se de passar à acção para exprimir a sua criatividade. Tem medo de se mostrar tal como é, de mostrar o seu grande poder de criar.
A celulite pode também indicar que a pessoa vive muitas emoções porque desejaria controlar os que lhe estão mais chegados, mas, não querendo que os outros notem o seu desejo de controlar, contém-se e guarda as emoções no seu íntimo. Endurece face a certas situações, pois quer acreditar que isso não a perturba.

 

Bloqueio mental

A pergunta que deves fazer é: “Por que tenho medo de fazer valer a minha criatividade? Tenho medo de chamar a atenção com os meus talentos, de mostrar tudo o que posso fazer? Tenho medo de não estar à altura da situação? Acho-me uma pessoa mole?” O que não é benéfico para ti é o facto de, ao conteres-te, quereres também deter os outros. Isso faz-se muitas vezes de uma maneira inconsciente.
Deves pôr de lado o passado que te impede de viver plenamente o momento presente. Podes permitir-te ser bastante especial para mostrares a tua força, aceitar receber cumprimentos e ser admirada pelo que és, com todos os seus talentos. Ler ainda a página 22.

Do livro: Bourbeau L.  O teu corpo diz “ama-te”: A metafísica das doenças e do mal-estar.  Cascais: Pergaminho; 2002.

 

Nota:

 

A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online, ou, Questão ao Naturopata, ou,  A Saúde Quântica Responde, ou, “A Saúde Integral tem a Solução”.

 

 

Partilha!