Porquê suplementar com Lugol (Iodo + Iodeto)?

Porquê suplementar com Lugol (Iodo + Iodeto)?

 

Por Que Devemos Suplementar Diariamente com Solução de Lugol (Iodo + Iodeto)? 

Resumo do Trabalho Apresentado pelo Dr. Lair Ribeiro no III Simpósio Médico Brasileiro sobre o Bi-Digital O-Ring Test

O micro-nutriente iodo é sem dúvida o mais mal-entendido nutriente do corpo humano.

O seu uso no tratamento de bócio: foi a primeira vez que um simples elemento (Iodo) era usado para tratar uma doença específica (bócio tireoidiano). Assim nascia a medicina ocidental – um remédio para uma doença específica!

A tireóide contem apenas 50mg de Iodo, enquanto que o corpo como um todo armazena em torno de 1.500 mg de Iodo.

Praticamente, toda a célula do corpo humano tem necessidade de Iodo e a sua concentração é maior no sistema glandular: mamas, glândulas salivares, parótidas, pâncreas, mucosa gástrica, glândulas lacrimais, próstata, etc…

O Natrional Health And Nutrition Examination Survey (NHANES) mostrou que houve uma diminuição de 50% na ingestão de Iodo, nos últimos 30 anos.

A deficiência de Iodo é um problema importante de saúde pública em 129 países. Em torno de 72% da população do mundo é afetada por deficiência de Iodo.

Mulheres Japonesas são as que consomem a maior quantidade de Iodo entre todas as mulheres no mundo. O Japão tem a mais baixa taxa mundial de mortalidade perinatal!

Inúmeros estudos demonstraram que a suplementação de Iodo durante a gestação aumenta o QI das crianças, quando avaliadas aos 18 meses.

Os Japoneses ingerem 13.8mg de Iodo/dia. Isso corresponde a 92 vêzes a dose recomendada no Brasil e nos Estados Unidos.

A deficiência de Iodo leva à formação de cistos que progridem para nódulos e formam fibrose que podem evoluir para cancro na tiróide, mamas, útero, ovários e próstata.

O iodo tira a imortalidade das células cancerígenas, fazendo com elas voltem a ter apoptose.

Infelizmente, existe uma iodofobia médica que é um medo injustificável de fazer uso de iodo/iodeto, inorgânico, não radioativo, dentro de uma dose que é sabido ser extremamente segura e eficaz na prevenção e tratamento de inúmeras patologias.

O Dr. Guy Abraham, uma das maiores autoridades mundiais na suplementação de Iodo afirma que: “A Iodofobia médica pode ter causado mais sofrimento e morte humana que as duas grandes guerras juntas, deixando de prevenir patologias com doses diárias de Iodo necessárias para a otimização física e saúde mental”.

As duas formas de Iodo (Iodo & Iodeto) são usadas diferentemente por diferentes orgãos.

O esófago, o estômago e a próstata usam Iodo. A tiróide, glândulas salivares e pele usam Iodeto. A mama usa tanto Iodo quanto Iodeto.

A solução de Lugol é constituída de ambas as formas – Iodo + Iodeto.

O entendimento do NIS – simporter de Iodo e Sódio é fundamental na compreensão dos benefícios da suplementação com a solução de Lugol. A formação do delta-iodolactona (Iodo-lípide), com doses mais altas de Lugol, promove a apoptose de células cancerígenas. Portanto, o uso de solução de Lugol é eficaz na prevenção de inúmeros tipos de cancro.

Os halógenos (flúor, cloro, bromo e iodo) competem entre si. A intoxicação com flúor, bromo, comum nos dias de hoje, interfere substancialmente na função tiroidiana. Infelizmente, muitos remédios possuem na sua composição halógenos. Fluoxetina possui flúor, Bromazepan possui Bromo, etc… agravando ainda mais o problema.

Uma das finalidades dessa apresentação é curar nos participantes a Iodofobia médica. Com isso, seus pacientes ficarão eternamente agradecidos!!!

Fonte:  Associação Médica Brasileira de BDORT

O iodo (tintura de LUGOL) e a saúde da mama

 

O iodo (solução de LUGOL) e a saúde da mama

A ação do iodo sobre o cancro

O iodo pode ser útil no tratamento do cancro porque induz a apoptose – a morte celular programada. A apoptose é essencial para o crescimento e desenvolvimento e para destruir as células que representam uma ameaça à integridade do organismo, como as células cancerosas e células infectadas por vírus. 

Estudos Científicos

As mulheres japonesas têm baixas taxas de cancro de mama e consomem altos níveis de iodo. Esta observação levou à teoria de que os níveis de iodo na dieta japonesa, rica em algas e alimentos provenientes do mar, oferecem proteção contra o cancro de mama e outras doenças da mama.

Os defensores dessa teoria perceberam que atualmente uma em cada sete mulheres americanas (quase 15 por cento) irá desenvolver cancro de mama durante a sua vida.

A correlação da deficiência de iodo com cancro de mama é reforçado por relatos na literatura científica. Mulheres com história de cancro de mama são quase três vezes mais propensas a desenvolver cancro de tiroide do que as mulheres sem essa história, e há uma correlação geográfica entre a incidência de cancro de mama e bócio.

Estudos demográficos mostram que uma alta ingestão de iodo é associada a uma baixa incidência de cancro de mama, e uma baixa ingestão com uma alta incidência de cancro de mama.

Em 1966, pesquisadores russos revelaram que o iodo aliviou eficazmente os sinais e sintomas da doença fibrocística da mama. Setenta e um por cento de 167 mulheres que sofriam de doença fibrocística experimentaram um efeito benéfico de cura.

Um estudo canadense de 1993 considerou igualmente que o iodo alivia sinais e sintomas da doença fibrocística da mama em 70 por cento dos pacientes. Este relatório é composto de três estudos clínicos, duas séries de acompanhamento realizadas no Canadá com 696 mulheres tratadas com vários tipos de iodo, e um em Seattle.

Este relatório de 36 páginas, foi submetido ao Food and Drug Administration (FDA) em 1995, buscando a aprovação da agência para realizar um grande ensaio clínico randomizado controlado com iodo para tratar doença fibrocística da mama. FDA se recusou a aprovar o estudo, porque “o iodo é uma substância natural, e não uma droga.” Mas o FDA decidiu recentemente aprovar um estudo semelhante patrocinado pela Symbollon Pharmaceuticals.

Fonte: http://ativistadanovaera.ning.com/group/cloreto-de-magnesio-p-a/forum/topics/o-iodo-solucao-de-lugol-e-a-saude-da-mama

Importância do Iodo para o Sistema imunológico

Importância do Iodo para o Sistema Imunológico

Doutor David Brownstein, autor do livro “Iodine, Why You Need It and Why You Can’t Live Without It” [Iodo, porque você precisa dele e porque você não pode viver sem ele] diz que:

“O iodo é o nutriente mais incompreendido. Após 12 anos de exercício da medicina, eu posso dizer que é impossível alcançar a sua saúde ideal, se você não tem níveis de iodo adequados. Ainda estou para ver qualquer item que é mais importante para a promoção da saúde ou otimizar a função do sistema imunológico do que o iodo.”

A deficiência de iodo está relacionada com a obesidade, déficit cognitivo, distúrbios psiquiátricos, fibromialgia, e uma variedade de cancros[1].

Estudos relatam que o iodo pode ajudar a prevenir e tratar o cancro de mama e de doença fibrocística da mama[2].

David Brownstein afirma ainda que, “A causa mais comum de quistos nos seios ou doença fibrocística da mama é a deficiência de iodo. Há mais de 70 anos que se escreve acerca da ligação entre a deficiência de iodo e quistos nos seios. Sempre que vejo alguém com quistos no tecido glandular, incluindo ovários, útero, mamas e próstata, eu inicio uma investigação para observar os seus níveis de iodo. A minha experiência tem demonstrado que quistos nos seios geralmente não são tão difíceis de tratar, uma vez que os níveis de iodo sejam otimizados. O Iodo concentra-se em todo o tecido glandular, incluindo os tecidos que eu mencionei acima.

A principal tarefa do iodo é de manter a arquitectura normal do tecido glandular. O primeiro sinal de deficiência de iodo é a formação cística no tecido glandular. Se a deficiência de iodo continua, os quistos tornam-se duros e nodulares. Ao longo do tempo, o tecido glandular sofre hiperplasia. Isto conduz à última etapa, que é a formação de cancro. Essa é a má notícia.

A boa notícia é que a suplementação de iodo foi demonstrada impedir essa progressão e, em muitos pacientes, revertê-la. Raramente vi a terapia com iodo falhar em tratar eficazmente a doença fibrocística da mama.”

 


[1] Verheesen RH, Schweitzer CM. Iodine deficiency, more than cretinism and goiter. Med Hypotheses. 2008 Nov;71(5):645-8

[2] Patrick L. Iodine: deficiency and therapeutic considerations. Altern Med Rev. 2008 Jun;13(2):116-27.

Composto e traduzido por:

Elisabete Milheiro

Fonte: http://ativistadanovaera.ning.com/group/cloreto-de-magnesio-p-a/forum/topics/importancia-do-iodo-para-o-sistema-imunologico

23 Razões para usar a Tintura de Lugol

23 Razões para usar a Tintura de Lugol

Funções importantes do iodo:

1) O iodo ajuda a sintetizar as hormonas da tireoide e impede tanto o hipo como o hipertireoidismo.

2) A reposição dos níveis de iodo inverte o hipo e o hipertireoidismo.

3) O iodo auxilia a apoptose.

4) O iodo ativa os receptores das hormonas e ajuda a prevenir algumas formas de cancro.

5) O iodo protege a função da ATP e aumenta a produção de ATP.

6) O iodo previne a doença fibrocística da mama.

7) O iodo diminui as necessidades de insulina em diabéticos.

8) O iodo ajuda a síntese de proteínas.

9) A deficiência de iodo é uma ameaça à saúde global.

10) O iodo destrói os patógenos, bolores, fungos, parasitas e malária.

11) O iodo auxilia a função imunológica.

12) O iodo elimina halogênios tóxicos do corpo (incluindo radioativo I-131).

13) O iodo regula a produção de estrógeno nos ovários.

14) O iodo é anti-mucolítico (o que significa que reduz o muco e o catarro).

15) O iodo neutraliza iões de hidroxilo e hidrata as células.

16) O iodo torna-nos mais inteligentes.

17) O iodo previne doenças cardíacas.

18) O iodo é necessário com o uso de telefones sem fios, telefones celulares/telemóveis e também com os medidores inteligentes (smart meters), para prevenir o hipotireoidismo.

19) O iodo auxilia a gravidez (pois o feto está sujeito a mais apoptose do que qualquer outra fase do desenvolvimento).

20) Doses elevadas de iodo podem ser usadas para reverter certas doenças.

21) Doses elevadas de iodo podem ser usadas para feridas, úlceras de decúbito, dor inflamatória e traumática, e restauração do crescimento capilar, quando aplicado topicamente.

22) O iodo ajuda na diminuição do tecido cicatricial, formações quelóide,   e contraturas de Dupuytren e de Peyronie, que são condições hiper-cicatrizes.

23) O iodo apoia o desenvolvimento espiritual.

Tradução por: Elisabete Milheiro

Fonte: http://ativistadanovaera.ning.com/group/cloreto-de-magnesio-p-a/forum/topics/23-razoes-para-usar-a-tintura-de-lugol

Benefícios da Tintura de Lugol

Benefícios da Tintura de Lugol – iodo

A Tintura de Lugol 

Entre os inúmeros minerais e oligoelementos necessários ao organismo humano, o iodo desempenha um papel particularmente importante. O Dr. David Bronstein, um dos maiores peritos mundiais na área da tiróide e do iodo, considera que 95% da população sofre de deficiência de iodo.

O Uso da tintura de Lugol oferece assim, um meio eficaz, seguro e simples de compensar estas deficiências. O uso de suplementos iodados é, aliás, utilizada e reconhecida há mais de uma centena de anos.

O químico francês Jean Lugol deu o seu nome a um preparado de iodo explorado desde o século XIX, que visa tratar as disfunções da tiróide. Nos últimos anos, esta fórmula voltou a ganhar um interesse considerável, na sequência da descoberta das suas inúmeras propriedades.

Iodo e a Tiróide

O iodo ajuda a sintetizar as hormonas da tireoide e regula a produção de estrogénio nos ovários.

Ele impede tanto o hipotireoidismo como o hipertireoidismo. A reposição dos níveis de iodo inverte o hipotireoidismo e o hipertireoidismo.

O iodo é necessário com o uso de telefones sem fios, telefones celulares/telemóveis e também com os medidores inteligentes (smart meters), para prevenir o hipotireoidismo.

 

 

Iodo e a Gravidez

O iodo auxilia a apoptose  e por isso é muito importante  na gravidez , pois o feto está sujeito a mais apoptose do que qualquer outra fase do desenvolvimento. O iodo apoia o desenvolvimento espiritual e torna-nos mais inteligentes.

 

Iodo e as Doenças

A deficiência de  iodo é uma ameaça à saúde global. Doses elevadas de iodo podem ser usadas para reverter certas doenças. O iodo ajuda a síntese de proteínas, e diminui as necessidades de insulina em diabéticos.

O iodo previne doenças cardíacas. Protege a função da ATP – a fonte de energia do nosso organismo – e aumenta a produção de ATP. Neutraliza iões de hidroxilo e hidrata as células; ativa os receptores das hormonas e ajuda a prevenir algumas formas de cancro;  previne a doença fibrocística da mama.

O Iodo e o Sistema Imunitário

O iodo auxilia a função imunológica, destrói os patógenos, bolores, fungos, parasitas e malária. É anti-mucolítico (o que significa que reduz o muco e o catarro). Doses elevadas de iodo podem ser usadas para feridas, úlceras de decúbito, dor inflamatória e traumática, e restauração do crescimento capilar, quando aplicado topicamente.

O iodo ajuda na diminuição do tecido cicatricial, formações quelóide,   e contraturas de Dupuytren e de Peyronie, que são condições hiper-cicatrizes.

O iodo também ajuda na desintoxicação do nosso organismo, eliminando halogênios tóxicos do corpo (incluindo radioativo I-131).

 

Elisabete Milheiro

 

Fonte: http://drsircus.com/medicine/iodine/iodine-rescue

A importância da Tintura de Lugol para a Tiróide

Tiroide

 

A importância da Tintura de Lugol para a Tiróide

Tintura de Lugol – iodo

Entre os inúmeros minerais e oligoelementos necessários ao organismo humano, o iodo desempenha um papel particularmente importante. O uso de suplementos iodados é, aliás, utilizada e reconhecida há mais de uma centena de anos. O químico francês Jean Lugol deu o seu nome a um preparado de iodo explorado desde o século XIX, que visa tratar as disfunções da tiróide. Nos últimos anos, esta fórmula voltou a ganhar um interesse considerável, na sequência da descoberta das suas inúmeras propriedades.

O Uso do Iodo inorgânico não prejudica a tiróide, ao contrário do iodo orgânico.

 

Para o Equilíbrio da tiróide

A função principal do iodo reside na síntese das hormonas tiroideanas T4 e T3 pela tiróide. O Dr. David Bronstein, um dos maiores peritos mundiais na área da tiróide e do iodo, considera que 95% da população sofre de deficiência de iodo. O Uso da tintura de Lugol oferece assim, um meio eficaz, seguro e simples de compensar estas deficiências.

Em 2007, o Dr. Chris Robin publicava a obra “Iodine remedies: secrets from the sea” mostrando outras propriedades curativas da mistura iodo-iodeto de potássio, tanto na utilização interna como em aplicação tópica, com acções benéficas contra o crescimento tumoral, nos quistos dos ovários, contra as reacções alérgicas e auto-imunes, nas cicatrizes com queloides, nas fístulas, nas hemorróidas, nos quistos sebáceos, nas infecções vaginais e tanto na doença de Dupuytren como na de Lapeyronie.

 

As doenças fibrocísticas

Deve-se, contudo, ao Dr. Jonathan V. Wright o mérito de ter aprofundado as novas aplicações desta tintura de iodo – iodeto. Demonstrou, em particular, que a formação de quistos da mama na mulher (doença fibrocística) atingia mais de 50% das mulheres menopáusicas ou na pré menopausa e que um tratamento à base de tintura de Lugol, durante três a seis meses, à razão de apenas 9 gotas diárias em média, poderia erradicar estas fibroses císticas, sem originar a interrupção do funcionamento da tiróide.

 

Tratamento preventivo e curativo para determinados tipos de cancro

Segundo outras investigações, a tintura de Lugol poderia intervir como agente preventivo e curativo de alguns tipos de cancro, e mais particularmente no cancro de mama. O mecanismo explicativo resultaria da capacidade do iodo interagir com os estrogénios. Na verdade, o iodo propicia o metabolismo do estrogénio e do 16-alfa-hidroxiestrona – estrogénios cancerígenos – em Estriol, que é um estrogénio neutro para o organismo.

De entre outros estudos, os do Prof. Abraham e seus colaboradores insistiram na relação estreita entre o cancro de pulmão e a insuficiência de aporte de iodo. As mulheres japonesas com aportes suficientes de iodo apresentam as mais baixas taxas de cancro do pulmão e também de cancro dos ovários e do útero.

Esta tintura não tem qualquer dos agentes vulgarmente adicionados como desinfetantes (tipo cloreto de benzalcónio), e pode e deve fazer parte dos indispensáveis da farmácia familiar.

Composto por:

Elisabete Milheiro

 

Pin It on Pinterest

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar no nosso site consente a utilização dos mesmos. Saiba mais sobre os cookies aqui

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close