Colesterol

O Colesterol e a deficiência em Magnésio

 

O colesterol é um lípido (gordo) necessário ao corpo humano. Uma das suas funções é proteger as paredes dos vasos sanguíneos da usura do sangue que circula continuamente nestes vasos. O fígado sintetiza em geral aquilo de que o corpo precisa. O excesso de colesterol obtido com a alimentação é enviado para a vesícula biliar, que o devolve aos intestinos para ali ser eliminado. Quando esta função natural fica bloqueada, existe um excesso da taxa de colesterol no sangue, chamado hipercolesterolemia. Podem, pois, formar-se depósitos de colesterol ao nível da pele e dos tendões, no contorno da córnea e das pálpebras, e, sobretudo, o que causa mais danos, nas paredes arteriais. O que afecta, portanto, a boa circulação do sangue.

O Magnésio é um mineral nutricional que desempenha um papel crucial na regulação do metabolismo dos carboidratos e dos lipídios. [1]

A deficiência em magnésio pode estar envolvida na patogénese da doença isquémica do coração através da alteração da composição lipídica do sangue de uma maneira que se dispõe a aterosclerose.[2] O magnésio diminui tanto a área das lesões quanto o teor de colesterol das aortas,[3] dilata as artérias do coração e controla os níveis de colesterol HDL e LDL, além de reduzir os níveis de gordura corporal.[4]

 

Do Livro: Magnésio, o Sal da Vida

 

[1] http://nah.sagepub.com/content/16/4/291.short

[2] http://archinte.jamanetwork.com/article.aspx?articleid=611586

[3] http://atvb.ahajournals.org/content/10/5/732.short

[4] https://solucaoperfeita.com/magnesio/calcio-x-magnesio/

 

 

Artigos relacionados:

Holler Box

Pin It on Pinterest

Share This