intestino

PROBLEMAS DE INTESTINO

 

Bloqueio físico

O intestino, ou tubo intestinal, segue-se ao duodeno e termina no ânus. É constituído pelo intestino delgado, com um papel essencial na absorção dos nutrimentos, e pelo cólon (intestino grosso), que tem um papel nitidamente menor do que o intestino delgado. Tem por missão perfazer a degradação de certos resíduos e de reabsorver a água, dando às fezes a consistência habitual.

É o reservatório dos detritos alimentares, isto é, daquilo de que o corpo já não precisa.
Os problemas do intestino delgado são: TUMORES, CANCRO, DIVERTICULITES, doença de CROHN e, por vezes, DIARREIA.
Os problemas do cólon são: a OBSTIPAÇÃO,  a DIARREIA, as CÓLICAS, a COLITE, os GASES, os TUMORES, o CANCRO,
as CÃIBRAS, a GASTRENTERITE e os VERMES. Ver o problema específico neste livro, além da definição que se segue.

 

Bloqueio emocional

Quando o problema está no intestino delgado, existe uma ligação com a incapacidade da pessoa para reter e absorver bem o que é bom para ela nos acontecimentos da sua vida corrente. É alguém que se agarra demasiado aos pormenores em vez de ver globalmente a situação. Ainda que só uma parte do que se passa não lhe convenha, terá tendência para rejeitar tudo. À mais pequena coisa, receia que lhe falte o necessário.
Um problema no intestino grosso produz-se na pessoa que tem dificuldade em desistir das suas velhas ideias ou crenças, que já não lhe são necessárias (obstipação), ou que rejeita depressa de mais pensamentos que poderiam ser-lhe benéficos (diarreia). Sofre muitas vezes grandes contrariedades que acha impossíveis de digerir. É o género de pessoa que diz: “Isto aborrece-me”, em vez de olhar o lado bom da situação ou da pessoa que desperta o seu medo das carências.

 

Bloqueio mental

O teu problema de intestinos é uma mensagem importante para que reaprendas a cultivar bons pensamentos em vez de medos e pensamentos depreciativos. Também não tens necessidade de pensar nas carências no teu mundo material. Tens sobretudo de trabalhar a tua fé; ter fé numa presença divina em ti e no Universo, que existe para se ocupar de tudo o que vive neste planeta, incluindo tu. Deves deixar ir o antigo em ti
para dar lugar ao novo. Ver também DOR NO VENTRE.

 

Do livro: Bourbeau L.  O teu corpo diz “ama-te”: A metafísica das doenças e do mal-estar.  Cascais: Pergaminho; 2002.

Nota:

A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online, ou, Questão ao Naturopata, ou,  A Saúde Quântica Responde, ou, “A Saúde Integral tem a Solução”.

 

Pin It on Pinterest

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar no nosso site consente a utilização dos mesmos. Saiba mais sobre os cookies aqui

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close