PROBLEMAS NOS OVÁRIOS

PROBLEMAS NOS OVÁRIOS

 

Bloqueio físico

Os dois ovários são as glândulas sexuais da mulher (o oposto aos testículos no homem) que segregam as hormonas sexuais femininas e formam os óvulos a fecundar. Os problemas inerentes ao ovário são as DORES, a INFLAMAÇÃO (ovarite), o CANCRO e a ablação.

 

Bloqueio emocional

Os ovários são as glândulas que ligam o corpo físico da mulher ao seu chakra (centro de energia) sagrado. Este chakra está ligado à energia do poder de criar na mulher. As duas funções dos ovários, a reprodução (ter um filho) e a feminilidade, ficam afectadas na mulher que sofre de um ou dos dois ovários. O seu corpo diz-lhe que não está em contacto bastante com o seu poder de criar. Está demasiado agarrada ao não sou capaz.Inquieta-se facilmente quando surge o momento de criar alguma coisa por si mesma, sobretudo por ser mulher. Pode mesmo ter dificuldade em começar alguma coisa.

 

Bloqueio mental

O teu corpo diz-te que é tempo de começares a crer no “posso por mim mesma“. Não é por seres mulher que podes menos. A que se diminui muito por ser mulher tem, além disso, problemas de menstruação. Tenta muitas vezes provar aos homens o que pode fazer quando intimamente não se julga capaz disso.
Não te esqueças de que para criar uma criança são precisos um homem e uma mulher. O mesmo se passa contigo: para criares a tua vida, é necessário o poder do teu homem interior e da tua mulher interior. Sabendo que podes ter confiança no poder criador do teu homem interior, poderás assim dar poder à tua mulher interior para criar à sua vontade. Para o conseguir, deves confiar em ti e nos homens. Confia sobretudo
nas tuas ideias e na tua intuição.

 

Do livro: Bourbeau L.  O teu corpo diz “ama-te”: A metafísica das doenças e do mal-estar.  Cascais: Pergaminho; 2002.

 

Nota:

 

A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online, ou, Questão ao Naturopata, ou,  A Saúde Quântica Responde, ou, “A Saúde Integral tem a Solução”.

 

 

Partilha!