PROBLEMAS NOS PULMÕES 

 

PROBLEMAS NOS PULMÕES

 

Bloqueio físico

Os pulmões são os órgãos principais da respiração, pois é ao seu nível que se fazem as trocas gasosas entre o ar e o sangue (transformação do sangue venoso em sangue arterial). Alimentam, portanto, o organismo de oxigénio, carburante das células, e eliminam o dióxido de carbono, resíduo da combustão dessas células.Os problemas nos pulmões são muito numerosos e incluem todos os problemas respiratórios.

 

 
Bloqueio emocional

Os pulmões têm uma ligação direta com a vida, o desejo de viver, a capacidade de bem viver, pois levam o oxigénio ás células, portanto a vida ao corpo humano. Um problema nos pulmões indica que a pessoa afectada tem dificuldade em viver o presente. Sente-se triste; quer sinta desespero ou desânimo e não deseje viver, ou se sinta sufocada com uma situação ou por uma pessoa, o que a impede de aspirar a vida a seu gosto.
Pode ter a sensação de não dispor do espaço necessário para se mexer a fim de sair de determinada situação. O medo de morrer ou de ver outra pessoa sofrer afecta também os pulmões. Uma pessoa que começa a pensar que estaria melhor morta do que viva perde os desejos, carburante essencial do corpo emocional. A pessoa que tem medo de morrer, tem também medo de que alguma coisa morra e abstém-se de adoptar o novo. Qualquer mudança radical pode sufocá-la e impedi-la de sentir o entusiasmo necessário para passar a outra coisa.

 

 
Bloqueio mental

Como os pulmões estão entre os órgãos vitais mais importantes do corpo, o problema que vives é uma mensagem importante.
Quanto mais sério é o problema no plano físico, mais a mensagem é para ti urgente. O teu corpo diz-te que aspires a vida a plenos pulmões, que recomeces a sentir desejos e a apreciar mais a vida. Deves tomar consciência de que só tu possuis o poder de te encerrares, de te sufocares ou de te deixares sufocar pelo que te rodeia.
Em vez de dramatizares certa situação, dispõe-te a ver o lado positivo da tua vida e todas as possibilidades de felicidade que nela podem surgir. Só tu podes criar essa felicidade e alegria de viver, mudando a tua atitude perante a vida. Retoma contacto com uma vida social mais activa. Dispõe-te a praticar várias e boas respirações todos os dias, de preferência no exterior, o que te ajudará a aspirar melhor a vida nos planos emocional e mental.

 

Do livro: Bourbeau L.  O teu corpo diz “ama-te”: A metafísica das doenças e do mal-estar.  Cascais: Pergaminho; 2002.

Nota:

A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online, ou, Questão ao Naturopata, ou,  A Saúde Quântica Responde, ou, “A Saúde Integral tem a Solução”.

 

 

Pin It on Pinterest

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar no nosso site consente a utilização dos mesmos. Saiba mais sobre os cookies aqui

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close