aminoacidos aromaticos
Tirosina

O aminoácido tirosina é reconhecido como um importante regenerador dos glóbulos vermelhos e dos glóbulos brancos no sangue, desenvolvendo as células e os tecidos na actividade das glândulas supra-renais, pituitária e tiróide.

Mas a sua principal acção reside na capacidade de alterar os nossos estados de humor. Na produção de neurotransmissores, a fenilalanina transforma-se em L-tirosina; L-dopa-dopamina; em norepinefrina e epinefrina.

O aminoácido tirosina tem bastante efeito em casos de consumo de antidepressivos correntes e no tratamento de febre-dos-fenos.

Triptofano

Este aminoácido é essencial e é um nutriente usado pelo cérebro para produzir serotonina.

Serotonina é um neurotransmissor.

Trata-se de um químico envolvido na transmissão de impulsos nervosos do cérebro para o resto do organismo. E por sua vez, não poderá existir sem a presença do triptofano.

O triptofano é mais conhecido pelo seu alívio em casos de insónias.

Existem quatro tipos de insónias:

  1. Inicial – Dificuldade em adormecer
  2. Intermitente – Dificuldade em manter-se adormecido
  3. Ineficiente – Parece dormir-se o suficiente, mas acorda-se cansado e deprimido
  4. Terminal – Acorda-se demasiado cedo e não se consegue voltar a adormecer

Todos estes tipos de insónias será coadjuvados com suplementos de triptofano.

Uma vez que o triptofano não seja usado convenientemente pelo organismo caso exista alguma deficiência em vitamina B6, será benéfico acompanhá-lo com um suplemento do complexo B.

Os tipos de queixas que o tiptofano alivia indicam uma necessidade de tomar suplementos do complexo B.

Também, para a conversão do triptofano em serotonina, a vitamina C tem de estar presente.

Fenilalanina

O aminoácido fenilalanina é necessário para a construção das proteínas, como a insulina, a papaína e a melanina – estando envolvido na eliminação dos resíduos e exercendo função a nível dos rins e da bexiga.

O seu papel mais importante é o de matéria-prima que produz vários compostos conhecidos como neurotransmissores. Os neurotransmissores controlam o processo básico de transmissão entre as células nervosas.

A fenilalanina é muito útil como supressora do apetite, libertando a hormona CCK – colecistoquinina -, sendo ainda precursora da norepinefrina.

É convertida pelo fígado em aminoácido livre tirosina.

A fenilalanina tem por função inibir a dor, funcionando como analgésico.

Fonte: Manual de Medicina Ortomolecular- Ana Paula Ivo
Postado por: Isabel Pato

Pin It on Pinterest

Shares
Share This