Alimentos ricos em oligoelementos

Alimentos ricos em Alumínio

– Bauxita

-Algas

Alimentos ricos em Bismuto

-Não se conhecem.

Alimentos ricos em Cobalto

”]-  Verduras

– Legumes

– Cereais

– Alimentos lácteos

– Frutos secos

– Germinados

– Ginseng

– Levedura de cerveja.

Alimentos ricos em Cobre

– Algas

– Verduras

– Raízes

– Fruta

– Cereais

– Trigo

– Trigo sarraceno

– Legumes

– Levedura de cerveja

Alimentos ricos em Crómio

– Agrião

– Verduras

– Frutos cítricos

– Alfafa

– Dente-de-leão

Alimentos ricos em Enxofre

– Proteínas vegetais

– Algas

– Ovos

– Legumes

– Cereais

– Frutos secos

– Bolbos

 

Alimentos ricos em Ferro

– Gema de ovo

– Cereais

– Verduras

– Frutos secos

-Fruta

– Levedura de cerveja.

Alimentos ricos em Flúor

– Hortaliças

– Cereais

– Bolbos

– Legumes

– Alfafa

– Germinados

– Fruta

Alimentos ricos em Fósforo

-Ovos

– Leite

– Queijo

– Nozes

– Legumes

– Cereais

 

Alimentos ricos em Iodo

– Limão

– Agrião

– Frutos cítricos

– Algas

– Cereais

– Hortaliças

– Bolbos

– Levedura de cerveja

– Alimentos lácteos

Alimentos ricos em Magnésio

– Fruta

– Verduras

– Cereais

– Nozes

– Legumes

– Batata

 

 

Alimentos ricos em Manganês

-Cacau

– Sopa

– Amêndoas

– Nozes

– Flocos de aveia

– Lentilhas

Alimentos ricos em Níquel

– Levedura de cerveja

-Hortaliças

-Germinados

-Cereais

– Plantas aromáticas

Alimentos ricos em Potássio

-Cereais

– Legumes

– Fruta.

 

Alimentos ricos em Selénio

– Raízes

– Algas

– Cereais

– Cogumelos

– Bolbos

– Germinados

– Limão

– Hortaliças

– Levedura de cerveja

– Sementes

 

Alimentos ricos em Sílicio

– Cola de cavalo

– Cereais

– Algas

– Levedura de cerveja

– Hortaliças

 

Alimentos ricos em Zinco

– Legumes

– Nozes

– Sementes

– Fruta

– Germinados

– Verduras

– Cereais

– Sementes de girassol

 

Zinco = Zn

Zinco = Zn

Zinco
O zinco torna-se independente do seu próprio metabolismo para efectuar as reacções bioquímicas das funções orgânicas. Em 1934, foi feito o reconhecimento do zinco como um elemento indispensável ao homem. E em 1939 descobriu-se a primeira enzima contendo zinco.

O zinco estabiliza a estrutura de numerosas proteínas e glicoproteínas, como, por exemplo, a insulina, a macroglobulina, as nucleo-proteínas e os muco-polissacarídeos, etc.

Tem um papel importante na regulação da hipófise e nas pertubações das gónadas.

Indicações terapêuticas do zinco

  • Perturbações hepáticas
  • Perturbações pancreáticas
  • Perturbações nervosas
  • Astenias
  • Atraso do crescimento
  • Psoríase
  • Doença de Basedow
  • Impotência
  • Menopausa
  • Hipermenorreia
  • Insuficiência hipofisária

Fonte: Manual de Medicina Ortomolecular- Ana Paula Ivo
Postado por: Isabel Pato

Silício = Si

Silício = Si

Silicio
Segundo Jacques Ménétrier, este mineral tem particular afinidade com o sistema nervoso, actuando como estabilizador geral.

Entra na constituição da estrutura óssea e nos tecidos cutâneos. onde abunda em grande quantidade, hidratando a pele e as mucosas ao mesmo tempo que cicatriza quando for caso disso.

Na idade da adolescência a acção do silício é sobretudo catalisadora das glândulas endócrinas, favorecendo assim o crescimento.

Indicações terapêuticas do silício

  • Unhas
  • Verrugas
  • Regeneração de tecidos atingidos
  • Hipertrofia das amígdalas
  • Lombrigas intcstinais
  • Osteítes
  • Adenopatias
  • Perturbações da próstata
  • Colesterolemia
  • Hipertensão arterial
  • Crianças difíceis
  • Crianças facilmente irrequietas e irritáveis
  • Artrotuberculose.
Associações:
  • Silício – Manganês – Cobre

 

  • Silício – Cobre – Ouro – Prata

Indicadas para tuberculose pulmonar

Fonte: Manual de Medicina Ortomolecular- Ana Paula Ivo
Postado por: Isabel Pato

Selénio = Se

Selénio = Se

Selenio
Apesar do receio de toxicidade, o selénio, administrado em doses adequadas e de forma catalítica, não apresenta qualquer risco de toxicidade. Este mineral é essencial ao bom funcionamento do organismo e a sua carência pode provocar deficiências graves. Possui particular afinidade com as supra-renais; com as glândulas masculinas; com os pulmões; e com os ossos.

Indicações terapêuticas do selénio

  • Doença de Keshan
  • Uremia
  • Uricemia Impotência
  • Frigidez
  • Acne
  • Hipertensão
  • Tumor maligno.
Associações:
  • Selénio-manganês-cobre: Indicado para as perturbações das vias respiratórias.
  • Selénio-cobre-zinco: Indicado para a esterilidade.
  • Selénio-cobre-ouro-prata: Indicado para neoplasias.

Fonte: Manual de Medicina Ortomolecular- Ana Paula Ivo
Postado por: Isabel Pato

Prata = Ag

Prata = Ag

Prata
A ação da prata é especialmente anti-séptica e anti-inflamatória.

Indicações terapêuticas da prata

  •  Todas as doenças infecciosas.

Fonte: Manual de Medicina Ortomolecular- Ana Paula Ivo
Postado por: Isabel Pato

Potássio = K

Potássio = K

 

Potassio
O Dr. Jacques Ménétrier e o Dr. Henri Picard experimentaram este oligoelemento em diversas patologias e síndromas, obtendo um enorme sucesso nas artroses pós-menopáusicas com a asssociação manganês-cobalto, cobre-ouro-prata; enxofre e flúor. Também nas retenções de água nos tecidos.

A acção do potássio é particularmente bem sucedida em casos de anti-álgica;  é diurética, em associação com o iodo, lítio e fósforo; repele a função supra-renal; e é desfatigante.

Indicações terapêuticas do potássio

  • Astenia
  • Fadigas anormais da idade madura (surmenage)
  • Fadiga muscular
  • Miastenias
  • Obesidade por retenção hídrica
  • Perturbações do metabolismo de água
  • Edemas renais e cardíacos
  • Poliartrite crónica e evolutiva
  • Reumatismo crónico e evolutivo
  • Algias reumáticas
  • Artroses pós-menopausa.

Associações: 

  • Potássio-manganês-cobalto-cobre-ouro-prata – alternando com flúor e fósforo.

Indicado para alterações ósseas.

Fonte: Manual de Medicina Ortomolecular- Ana Paula Ivo
Postado por: Isabel Pato

Pin It on Pinterest