Produtos de aloés

Produtos de aloés

Produtos de aloés

Os produtos derivados da planta de aloés – o suco de aloés, a pomada e o gel – revelaram propriedades notáveis no tratamento de uma série de problemas de saúde. Esta planta. conhecida pelas suas propriedades curativas desde os tempos bíblicos, é rica em saponinas, um produto químico que bloqueia as enzimas inflamatórias no organismo e remove o muco; é ainda rica em antraquinona, que é um antibiótico natural com propriedades antifúngicas e antivirulentas. Além disso, o aloés contém uma proteína com os 18 aminoácidos, hormonas úteis na cura de feridas. Estimuladores do crescimento. vitaminas e sais minerais.

Externamente, o aloés é usado no tratamento de queimaduras (incluindo as queimaduras provocadas por raios-X e outras radiações), acne e outros problemas. O unguento do aloés regenera o tecido da pele. A cura completa de ulcerações da pele causadas por radiações beta foi conseguida num período de dois meses de tratamento, enquanto nos casos em que o tratamento não teve lugar, o processo de cura levou mais de quatro meses.

Internamente, o aloés cura muitos problemas relacionados com a digestão, bem como problemas de obstipação e diarreia. Possui a mais alta concentração de um certo glicósido conhecido como barbaloína, o que lhe concede propriedades catárticas e é capaz de transportar o glicósido para o intestino grosso. Para aqueles que intoxicação alimentar e outras situações causadoras de diarreia, revelou-se imediatamente eficaz.

Os indivíduos com artrite registaram um abrandamento da dor após beberem suco de aloés. Esfregar o gel na pele também aliviou as dores nos músculos e articulações. No instituto Somatológico de Moscovo, alguns cientistas demonstraram que o extrato de aloés regenera as fibras nervosas. Descobriram que é eficaz no tratamento de deficiências auditivas (aplicando o extrato nas fibras nervosas). A investigação soviética também mostrou a eficácia do aloés em pacientes com tuberculose pulmonar. Tossiam menos, as dores no peito desapareciam, o apetite melhorava e os raios-X mostravam uma diminuição de congestão pulmonar.

Outros casos de curas «miraculosas, têm a ver com periodontose, uma doença dos maxilares. Três ou quatro injeções de extrato de aloés reduziam o sangramento das gengivas e o prurido. As úlceras pépticas também revelaram sinais de cura mediante a ingestão de suco de aloés regularmente, e aqueles que sofriam de congestão nasal viam os seus sintomas desaparecer com extratos e injeções de aloés. A incontinência noturna nas crianças desaparecia após 7-10 injeções de aloés, e a falta de apetite e irritabilidade cessava.

Beber suco de aloés duas vezes por semana constitui uma boa medida preventiva contra problemas digestivos, obstipação, úlceras, colites e alergias.

Aqueles que usam a planta regularmente têm mais energia e fazem melhores digestões. O seu organismo consegue também dominar mais facilmente toxinas prejudiciais e poluentes ambientais, visto que o aloés serve para desintoxicar o fígado e limpar o cólon.

Do livro: Manual Completo de Medicina Natural, de Marcia Starck

Postado por: Isabel Pato

Arginina

Arginina

Arginina
Porque a arginina pode ser sintetizada no organismo humano, não é classificada como um aminoácido essencial.

No entanto, a sua taxa de síntese não consegue ser suficientemente rápida para abranger todas as necessidades de todos os tecidos. Assim, o aminoácido arginina passa por via de transformação para ornitina e ureia, através da enzima arginase, como fazendo parte do ciclo úrico.

O aminoácido arginina promove a desintoxicação da amónia no organismo e também é aplicado em perturbações hepáticas e queimaduras, através das quais se forma a amónia. Para além de ser aplicada nas doenças do fígado, como são os casos do coma hepático, da hiperamonemia e da cirrose, também é aplicada para aumentar a espermatogénese, uma vez que uma dieta deficiente em arginina pode provocar destruição dos testículos.

Em casos de fadiga física e mental, também é um excelente coadjuvante. Existe, ainda, uma correlação entre o aumento da actividade da enzima descarboxila e da ornitina descarboxilase, como atrás se fala, estimuladores do crescimento dos tecidos e do crescimento tumoral, em que a arginina promove a descida de actividade desta enzima, retardando e bloqueando o crescimento tumoral. O aminoácido arginina também está envolvido no metabolismo muscular, agindo como veículo de transporte, armazenamento e excreção de nitrogénio, sendo indispensável ao crescimento.

Fonte: Manual de Medicina Ortomolecular- Ana Paula Ivo
Postado por: Isabel Pato

Enxofre = S

Enxofre = S

O enxofre está presente em todas as células do nosso organismo, principalmente nas proteínas celulares, nos mecanismos de desintoxicação, e ainda na respiração tecidular, onde desempenha um papel  importante.

Todas as nossas células possuem enxofre; assim, a pele, os cabelos e as unhas necessitam deste minerai para se tornarem saudáveis.

Assim, o enxofre torna-se indispensável para todos os casos de alergias, em que funciona como antialérgico.

Indicações terapêuticas do enxofre

  • Insuficiência hepatobiliar
  • Enxaquecas
  • Neuralgias
  • Inflamação do nervo ciático
  • Anroses e artralgias
  • Certos tipos de asma
  • Bronquite crónica
  • Laringite crónica
  • Rinite espasmódica
  • Doenças da pele:        a) eczema

b) acne

c) pelada

d) psoríase

  • Lúpus eritematoso
  • Urticária
  • Edema de Quincke
  • Perturbações das unhas
  • Perturbações do cabelo
  • Perturbações dos dentes
Associações:
  • Enxofre-manganês- Indicado para casos artríticos.
  • Enxofre-cobre- Indicado para casos infecciosos.
  • Enxofre-iodo- Indicado para casos de perturbações de pele.

Fonte: Manual de Medicina Ortomolecular- Ana Paula Ivo
Postado por: Isabel Pato

Cálcio = Ca

Cálcio = Ca

O cálcio é essencial à formação e manutenção da estrutura óssea e dos dentes.

99% do cálcio que existe no nosso organismo encontra-se sob forma de fosfatos de cálcio, e 1% do cálcio é essencial para a coagulação sanguínea, dentro do funcionamento do coração e, ainda, dentro da excitabilidade dos nervos e dos músculos.

O cálcio está presente no sangue, no líquido extracelular, nas membranas celulares e nos organismos intercelulares.

Existem duas formas de administrar o cálcio: a forma catalítica, que visa repor diariamente as quantidades necessárias para restabelecer o equilíbrio em relação a outros sais minerais, e assim assegurar as suas funções e a função homeostásica; a outra forma de administrar o cálcio é em doses elevadas, para assim garantir ao organismo a quantidade capaz de produzir nos tecidos, onde tal for necessário, uma ação regularizadora dos metabolismos com vista a fins terapêuticos.

Indicações terapêuticas do cálcio

  •  Insónias
  •  Hipertensão arterial
  •  Osteomalacia
  •  Osteoporose
  •  Raquitismo
  •  Reumatismo
  •  Reumatismo em geral
  •  Espasmofilia
  •  Descalcificação
  • Desmineralizaçáo
  • Durante a convalescença de fracturas ósseas
  • Gravidez
  • Durante o período de aleitamento, tanto para a mãe como para o filho.

Fonte: Manual de Medicina Ortomolecular- Ana Paula Ivo
Postado por: Isabel Pato

Oligoterapia Ponderal ou de Substuição

Oligoterapia Ponderal ou de Substuição

 

           1. Patologia: – Tratamento das lesões e insuficiências dos órgãos.

           2.Veículos de transporte: – Orotatos – Aspartato – Vitamina Mi

           3.Quantidades:  – Miligramas

           4.Pai: – Dr. Hanns Niêper

A oligoterapia ponderal, ou de substituição, está associada à chamada medicina ortomolecular e/ou eumetabólica.

Ortomolecular significa o contrário de toximolecular.

Eumetabólica significa normal pelo seu próprio metabolismo.

Tanto um termo como o outro definem que os medicamentos e remédios são, no seu todo, ou nas suas respectivas partes, companheiros integrantes do metabolismo humano. O pai desta filosofia foi o Dr. Hanns Niêper, que, utilizando oligoelementos com base em dosagens na ordem dos miligramas, se propôs a curar as lesões e as insuficiências dos órgãos. Como veículos de transporte para os minerais utilizados, optou lelos orotatos, pelos aspartatos e pela vitamina Mi, por serem os rnetais de melhor absorção pelo organismo humano.

Orotatos

Os orotatos são sais que derivam do ácido orótico, que por sua vez se encontra presente no leite de vaca e no leite humano, sob a forma de cálcio e de magnésio, entre muitos outros minerais. No sistema celular, os orotatos têm por objectivo transportar os minerais aos lisossomas, mitocôndrias e núcleo dos organelos das células.

Aspartatos

Os aspartatos são sais que derivam do ácido aspártico, que por sua vez é um aminoácido presente nos vegetais, nos animais e nos seres humanos. No sistema celular, tem por objectivo transportar os minerais até à camada iónica e ao interior da célula. A vitamina Mi, chamada factor de integridade membranar, deriva dos sais do fosfato de colemina. No sistema celular, tem por objectivo atingir a parte exterior da célula, de forma a polarizâ-la e, simultaneamente, fornecer-lhe o cálcio necessário.

Tanto os orotatos como a vitamina Mi são substâncias que passam pelo estômago sem sofrerem alteração. Isto porque a simbiose entre a parte interna e externa da membrana da célula permite e favorece a regulação e a permeabilidade da mesma, frente ao meio exterior.

Relação dos orotatos simples na oligoterapia ponderal

. Orotato de cálcio

. Orotato de crómio

. Orotato de cobre

. Orotato de ferro

. Orotato de lítio

. Orotato de magnésio

. Orotato de manganês

. Orotato de fósforo

. Orotato de potássio

. Orotato de selénio

. Orotato de sódio

. Orotato de zinco

Relação de combinações entre orotatos utilizadas na oligoterapia ponderal

  • Cálcio-magnésio          –Ca-MG
  • Manganês-cobre          –Mn-Cu
  • Cálcio-magnésio-potássio      — Ca-Mg-K

 

Principais patologias consideradas

l) Diabetes

Orotato de selénio

Orotato de magnésio

Orotato de cobalto

Orotato de crómio

Carnitina
2) Hipoglicemia

Orotato de zinco

Orotato de manganês.

3) Hepatopatias

Orotato de cálcio

Orotato de lítio

Orotato de magnésio

Orotato de potássio

Taurina.

4) Esclerose múltipla

EAPcálcio = vitamina Mi

Orotato de cálcio

Orotato de selénio

Vitamina C

Vitamina E.

5) Perturbações das articulações

Orotato de selénio

Vitamrna E

Vitamina C

Orotato de cálcio

Orotato de cobre

Bromelase
Orotato de cálcio

Orotato de zinco.

6)Processos oncológicos

Orotato de zinco

Orotato de magnésio

Orotato de lítio

Taurina

Orotato de selénio

Vitamina E

Vitamina D

Betacaroteno

Bromelase

7) Perturbações do aparelho cardiovascular

Vitamina E

Selénio

Vitamina C

Bromelase

Orotato de magnésio

Orotato de potássto

Orotato de zinco

Orotato de cobre.

Fonte: Manual de Medicina Ortomolecular- Ana Paula Ivo
Postado por: Isabel Pato

 

Pin It on Pinterest