O pH é a escala que mede a concentração em iões de H(hidrogeniões) de uma solução.

O pH normal e saudável do sangue, da linfa e do líquido intercelular situa-se entre os 7,0 e os 7,5 – neutro/alcalino.

pH

 

pH ácido

A intoxicação ambiental por falta de oxigénio. por alimentação deficiente e rica em gorduras saturadas e excesso de proteínas animais, bem como o stress físico e psíquico – são algumas das muitas causas que levam à acidificação do metabolismo orgânico. Ou seja, uma vida pouco saudável provoca excesso de produção metabólica dos ácidos tóxicos, que, por sua vez, são em grande parte excretados pelos rins, provocando urina ácida.

Inversão do pH orgânico

Também a acidificação dos fluidos orgânicos está na base de formação de doenças crónicas e degenerativas. Quando assim se verifica, dever-se-á proceder de imediato, e antes de se efectuar qualquer outra terapia, à inversão do pH, dos ditos fluidos orgânicos ácidos, para neutro/alcalino. A regulação do pH orgânico é de extrema importância em qualquer terapia que se escolha, mas torna-se indispensável quando se opta pela enzimoterapia, ou pela isoterapia.

Inversão do pH do organismo

Podemos inverter o pH do organismo através de dois processos:

  1. Através do ácido láctico homeopatizado, para inibir a fermentação (VITASAN/SANUVIS).
  2.  Através do ácido cítrico homeopatizado, para activar o ciclo de Krebs (CITROKEHL).

Fonte: Manual de Medicina Ortomolecular- Ana Paula Ivo
Postado por: Isabel Pato

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Shares
Share This