ANSIEDADE “A Peste” do Homem “Moderno”

Quando há vinte anos comecei a orientar o curso de “como gerir o Stress e encontrar o caminho da serenidade”, as pessoas que apareciam nos meus cursos tinham problemas de ansiedade. A maior parte vivia escravo dos “ansiolíticos”, um nome pomposo com que tentavam definir drogas duras e perigosas.

Desde logo senti um enorme desejo de encontrar uma solução para aquelas pobres criaturas em sofrimento. A tarefa era mais complexa do que se poderia imaginar inicialmente. Apesar de pensar conhecer os malefícios das benzodiazepinas estava muito longe de poder imaginar o seu real e cruel poder, tanto a nível da dependência química como dos malefícios em todas as áreas da vida dos seus usuários. Desde a falta de libido até às insuficiências cardíacas ou renais, nada fica sem ser afetado a médio prazo. Foram vários anos a trabalhar arduamente com toxicodependentes de benzodiazepinas. Apesar de ter muita experiência em desintoxicação de álcool e drogas duras, a desintoxicação de benzodiazepinas ultrapassava largamente a dificuldade de qualquer droga dura conhecida.

Este artigo não tem como objetivo falar das benzodiazepinas (vulgo calmantes), e dos seus malefícios, mas sim da ansiedade. Uma peste que já se propaga desde o final do milénio passado e está a prosperar a cada dia que passa neste milénio.

Chegou a hora de dizer chega. É hora de despertar e assumir o controlo da própria vida.

Mas antes de te dar uma solução perfeita e criativa para a ansiedade é bom que se defina a ansiedade.

A ansiedade é um medo sem objeto. A pessoa que dela sofre vive na expectativa dolorosa de um perigo indefinido e imprevisto com poucas possibilidades de vir a acontecer. Este estado aparentemente ilusório da perceção dos sentidos mantém na escravatura o ansioso.

Mas afinal o que pode causar um sofrimento tão cruel e tão real, por algo que provavelmente não acontece?

Não pretendo num simples artigo definir a «ANSIEDADE», e mostrar-te as causas. Muitas são as causas para se viver esmagado entre a culpa e o medo, num paradigma dualista vigente. Já li imensos tratados a respeito da ansiedade. Mas eles estão longe de estar em acordo. Somente há convergência no que diz respeito ao paradigma Cartesiano quando se trata de tratados sobre ansiedade vindo dos modernos mestres da Quântica ou holísticos.

Segundo a minha experiência, a causa da ansiedade encontra-se na memória das células e somente uma mudança de paradigma pode substituir essa memória. Por outras palavras não há remédio que possa curar a memória das células a não ser a mudança de paradigma. Esta é a razão pela qual os famosos “ansiolíticos” criam cada vez mais ansiedade.

Mas atenção, nesse processo de mudança podem ser usados alguns remédios naturais ou ortomoleculares ou Inf-Energetics, facilitadores da mudança do paradigma.

Uma pessoa em ansiedade não consegue viver o momento presente, encontra-se em permanente inquietação, imaginando coisas que possam vir a acontecer. Tem uma imaginação muito fértil, e refere muito coisas do passado que projeta no futuro. Em tudo procura um sinal que lhe possa justificar a sua inquietude.

Qual é a solução?

Se és ansioso mas não estás dependente de «ansiolíticos» dou-te os parabéns. O processo prático é simples e rápido. Se estás dependente de benzodiazepinas precisas rapidamente desintoxicar para te libertares da compulsão física dessa poderosa e temível substância.

– Pede ajuda a quem sabe e segue as sugestões. Lembra-te que estás a lidar com uma droga poderosa. Nunca tentes reduzir (desmamar), porque além de não conseguires, o teu organismo vai criar mais resistências à desintoxicação.

Deixo aqui um link que te vai certamente ajudar se estás decidido a ser o dono da tua vida: http://antoniofernandes.solucaoperfeita.com/libertar-da-dependencia-dos-ansioliticos/

Se não te encontras dependente de ansiolíticos, a tua ansiedade é muito fácil de ser erradicada.

Neste mundo em constante mudança em qualquer altura já todos experimentámos momentos de ansiedade. Já todos vivemos situações de dor, em que parece que o mundo está a ruir à nossa volta.

Aqueles que assistem a telejornais e noticiários é-lhe mostrado um mundo cheio de problemas, essa desinformação leva o espectador a uma espécie de hipnose que o incapacita de enxergar uma solução, mesmo que ela esteja diante dos seus próprios olhos. Se a pessoa com tendência para a ansiedade está em sofrimento ela tem duas opções: agarra-se à dor e mergulha no vitimismo, lamentando e culpando aquele mundo cruel que lhe foi mostrado ou decide aceitar o que não se pode mudar e mudar o que se pode mudar. Apesar de se ter essas duas oportunidades, foi-nos mostrado ao longo do tempo a tendência para se optar pelo vitimismo, mas a cada dia que passa cada vez mais pessoas decidem assumir a responsabilidade por suas vidas.

Se queres assumir o comando e controlo da tua vida, não hesites, assume o compromisso com a felicidade e aproveita a oportunidade que tens neste momento sagrado.

Aqui tens uma solução perfeita para mudares a tua realidade: http://solucaoperfeita.com/omanualdegestaodestress/

Mas antes de terminar preciso recordar-te que a tua vida é reflexo dos teus pensamentos e comportamentos. Tudo que estás a viver neste momento: saúde física, saúde emocional, saúde financeira e relacionamentos é a tua vida. Tu podes mudar tudo agora ou fazer de conta que está tudo bem…

Ninguém disse que o caminho para a realização pessoal era fácil, mas é um caminho possível de ser percorrido com sucesso e que pode ser feito por um trajeto belo e pleno de alegria.

Prezado leitor, chegou a hora da despedida. Quero deixar aqui uma última informação. Se estás mesmo decidido a atingires a realização pessoal, conta incondicionalmente com minha experiência e dedicação.

Aguardo na expectativa

António