A ansiedade é, segundo dados de 2013, a doença mental mais prevalente em Portugal e está presente um pouco por todo o mundo. Todos os dias e todos nós sentimos momentos de ansiedade. Não importa qual o estado da nossa vida, pois a realidade que a perspetiva ilusória que temos da vida não nos dá outra hipótese.

Até há bem pouco atrás eu nem sequer sabia que vivia em ansiedade. Tudo faz parte de um processo tão automático, e enraizado pela forma como somos formatados para fazer parte de um sistema, que quando não se sente ansiedade, pensamos que algo de errado se passa connosco.

Mas, ao longo deste tempo de aprendizagem de descoberta de mim, descobri ferramentas que me ajudaram a encontrar a luz no fundo do túnel e que partilho convosco.

Tudo passa

Nada nesta vida dura para sempre, nada.

Tudo é passageiro. Por isso, por maior que seja o medo ou o ataque de ansiedade, ele passa. A vida é a nossa melhor amiga, e nem ela nem o Universo (ou Deus, como preferirem), nos daria um fardo que não se possa suportar.

Há caminhos que só eu posso percorrer, decisões que eu tenho que tomar, e só desta forma posso sair dos becos que eu própria crio para a minha vida. Saber que tudo passa, e confiar foi e é a melhor ferramenta que eu pude descobrir.

Estar atenta ao que penso

O pensamento é uma energia que necessito para realizar ações como comer, andar, e conduzir a minha vida. Quando não ocupo a minha mente com alimento fértil, os pensamentos surgem, e por vezes alimentam-se aqueles que não acrescentam valor, muito pelo contrário, apenas me levam para um mundo negro, onde o medo alimenta o medo, criando um ciclo vicioso que nunca mais tem fim… A menos que eu esteja atenta e escolha o que devo alimentar, e dessa forma, não há espaço para que o medo a duvida e a infelicidade se instale.

Fazer diariamente a higiene mental, é tão importante como tomar banho.

Deixa acontecer, não tentes controlar

Quantas vezes tentei (e ainda dou por mim a tentar) controlar o resultado dos acontecimentos, as situações, prever o que iria acontecer se eu fizesse desta ou daquela forma. E a ansiedade gerada, na expectativa dos resultados, e que aumentava quando as coisas não aconteciam como eu previa. Insano, é essa palavra que me surge quando me recordo desses momentos.

Pôr ação e deixar acontecer, e saber que seja qual for o resultado, esse será sempre o melhor que poderá acontecer.

Vive o momento presente. É tudo o que tens!

*“Que sera, sera

Whatever will be will be

The future’s not ours to see

Que sera, sera” 

Precioso este refrão no momento em que a duvida vem provocar a ansiedade do que irá acontecer…

Só tenho o momento presente para viver. O ontem já passou, não possa fazer nada para o alterar, e o que já passou fica desatualizado, portanto não adianta tentar viver o dia de hoje aplicando as experiências de ontem.

O amanhã ainda não chegou, e fazer planos de como vai ser, já demonstrou que só vai causar ansiedade e mau estar.

Estar no agora é o melhor é o que eu posso fazer!

Uma ação para o dia

Outra ferramenta que me ajudou foi o Manual de Gestão de Stress.

Com ações para o dia transformou a minha vida, sem que eu me apercebesse disso.

E deixo também este workshop 100% garantido e gratuito, que é a consolidação de um trabalho diário para estar bem e livre de ansiedade.

http://cursoseworkshops.solucaoperfeita.com/serparater/

Isabel Pato

*Compositores: Jay Livingston / Ray Evans – Letras de Que será, será © Warner/Chappell Music, Inc