O Transtorno de Ansiedade de Separação caracteriza-se por um comportamento de ansiedade excessiva desencadeado quando a criança se afasta de casa ou das figuras principais de apego (pais ou seus substitutos), separação esta inadequada ao estágio de desenvolvimento da criança e suficiente para causar sofrimento clinicamente significativo ou prejuízo no funcionamento social, académico ou em outras áreas importantes da vida do paciente. A média de idade de início do transtorno é de 7 anos.

Crianças e adolescentes com Ansiedade de Separação, quando sozinhos, podem experimentar medo persistente de ocorrer um possível dano ou perda de uma figura de apego ou de que algum evento trágico possa separá-los (por algo acontecer à figura de apego ou a si próprio), relutar ou recusar em ir à escola devido a medo de se separar12, sentir dificuldades em separar-se à noite não querendo dormir sozinho, ter pesadelos envolvendo temas de separação, sintomas físicos recorrentes em situações que envolvem afastamentos (dor abdominal, cefaleia, náuseas, vómitos, palpitações, tonturas e até desmaios) e ansiedade antecipatória8,13.

Fonte: http://cienciasecognicao.org/neuroemdebate/?p=2437

Referências:

  1. SYLVESTER, C. Separation anxiety disorder and other anxiety disorders. In KAPLAN, H. I.; SADOCK, B. J. Comprehensive textbook of psychiatry. 7th. ed. Washington: Lippincott Williams & Wilkins, 2000.
  1. The WHO World Health Report 2001 on Mental Health. Epidemiol. Psichiatr. Soc., v.11, n.2, p.83-7, 2002.
  1. EGGER, H. L. et al. Somatic complaints and psychopathology in children and adolescents: stomach aches, musculoskeletal pains, and headaches. Journal of the American Academy Child and Adolescent Psychiatry, Baltimore, v.38, n.7, p.852-860, 1999.
  1. BARRIOS, B. A.; HARTMANN, D. B. Fears and anxieties. In MASH, E. J.; TERDAL, L. G. (Edit.). Behavioral assessment of childhood disorders, 2ª ed. New York: Guilford, 1988, p.196-264.
  1. LAST, C. G. et al. A prospective study of childhood anxiety disorders. Journal of the American Academy Child and Adolescent Psychiatry, Baltimore, v.35, n.11, p.1502-1510, 1996.
  1. MASI, G. et al. Separation anxiety disorder in children and adolescents: epidemiology, diagnosis and management. CNS Drugs, v.15, n. 2, p.93-104, 2001.