A CAUSA PRIMÁRIA DO CANCRO

Vocês Sabiam que no ano de 1931 um cientista recebeu o prémio Nobel por descobrir a CAUSA PRIMÁRIA DO CANCRO?
Foi este Sr., Otto Heinrich Warburg (1883-1970) que ganhou o Prêmio Nobel em 1931 por sua tese “A causa primária e a prevenção do cancro”.
Segundo este cientista, o cancro é a consequência de uma alimentação antifisiológica e um estilo de vida antifisiológico.
Mas Por que? Porque uma alimentação antifisiológica – dieta baseada em alimentos acidificantes + sedentarismo, cria em nosso organismo um ambiente de ACIDEZ. A ACIDEZ por sua vez, EXPULSA o OXIGÉNIO das células.

Ele afirmou: “A falta de oxigénio e a acidez são as duas caras de uma mesma moeda: quando você tem um, você tem o outro. Ou seja, se você tem excesso de acidez, então automaticamente falta oxigênio em seu organismo!E levando em consideração as ultimas descobertas no que refere se ao genoma humano que identificou certas anomalias no genes que desencadeiam a geração de células cancerosas essa pesquisa do doutor Warburg tem sua relevância pois,Doutor Mercola diz “nossos genes carregam a arma das nossas  doenças ,porem nossa alimentação e estilo de vida é que vai puxar o gatilho”.
O doutor Warburg afirmava que  “Privar uma célula de 35% de seu ooxigéniodurante 48 horas, pode convertê-la em cancerígena.”Ainda segundo Warburg: “Todas as células normais tem como requisito absoluto o ooxigénio  porém as células cancerosas podem viver sem oxigénio – uma regra sem excepção.
E também: “Os tecidos cancerosos são tecidos ácidos, enquanto que os saudáveis são tecidos alcalinos.”
Em sua obra “O metabolismo dos tumores”, Warburg demonstrou que todas as formas de cancro se caracterizam por duas condições básicas: a acidose (acidez do sangue) e a hipoxia (falta de oxigénio). Também descobriu que as células cancerosas são anaeróbias (não respiram o oxigénio e NÃO PODEM sobreviver na presença de altos níveis de oxigénio; em troca, sobrevivem graças a  GLICOSE, sempre que o ambiente está livre de oxigénio…

Portanto, o cancro não seria nada mais que um mecanismo de defesa que tem certas células do organismo para continuar com vida num ambiente ácido e carente de oxigénio por isso alguns tratamentos complementares como o do doutor Max Gerson contra o cancro tinha uma quantidade significativa de bons resultados pois a base do protocolo do doutor Max era oxigenar o organismo através de uma dieta de alimentação que estimula a alcalinidade do organismo e retirada de vários alimentos que acidificavam o organismo e a retirada de açucares refinados que no fim das contas acabavam gerando mais glicose no organismo que juntamente com o organismo debilitado e acido alimentavam as células cancerosas.
O Doutor George w. Crile, de Cleverand, um dos cirurgiões mais importantes do mundo declara abertamente:
“Todas as mortes mal chamadas “naturais”, não são mais que o ponto terminal de uma saturação de ácidos no organismo.”
Como dito anteriormente, é totalmente impossível que um cancro prolifere numa pessoa que libera seu corpo da acidez, nutrindo-se com alimentos (o que chamamos de nutracéuticos) que produzam reações metabólicas alcalinas e aumentando o consumo de água de boa qualidade e que, por sua vez, evita os alimentos que produzem acidez, e se abstém de elementos tóxicos.

Em geral o cancro não se contrai nem se herda, o que se herda são os costumes alimentícios, ambientais e o estilo de vida.  Isto sim é que produz o cancro.

Agora reflita, porque em irmãos gémeos, muitas vezes um morrerá em decorrência do cancro e outro por outra causa?

Ora, se a genética de ambos é a mesma, o que realmente influenciou sua vida foi de fato a Epigenética e não só a genética. Como o próprio nome já diz, esta ciência estuda a interferência do meio ambiente sobre a genética, explicando o motivo pelo qual as alterações acontecem. Para as pessoas que não conheciam esta palavra, e mesmo médicos que não estão familiarizados, saibam que este é o assunto dentro da medicina mais pesquisado em todo mundo na atualidade!

Mencken escreveu:
“A luta da vida é contra a retenção de ácido”.
“O envelhecimento, a falta de energia, o stress, as dores de cabeça, enfermidades do coração, alergias, eczemas, urticária, asma, cálculos renais e arterioscleroses entre outros, não são nada mais que a acumulação de ácidos.”

O Dr. Theodore A. Baroody disse em seu livro “Alkalize or Die” (Alcalinizar ou Morrer):
“Na realidade não importa os diversos nomes de enfermidades. O que importa sim é que todas elas provém da mesma causa básica: muito lixo ácido no corpo!”
O Dr. Robert O. Young disse:
“O excesso de acidificação no organismo é a causa de todas as enfermidades degenerativas. Quando se rompe o equilíbrio e o organismo começa a produzir e armazenar mais acidez e lixo tóxico do que pode eliminar, então se manifestam diversas doenças.”

Que teu alimento seja teu remédio, que teu remédio seja teu alimento.” Hipócrates (pai da medicina moderna).

A sua saúde está nas suas mãos, use-a com sabedoria.

Fonte:http://ativistadanovaera.ning.com/group/cloreto-de-magnesio-p-a/forum/topics/a-causa-primaria-do-cancro

Pin It on Pinterest

Share This

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar no nosso site consente a utilização dos mesmos. Saiba mais sobre os cookies aqui

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close