Asma e Magnésio – Magnésio de A a Z

asma

O que é a asma?

A asma é uma doença do sistema respiratório, que se manifesta através de um ataque de sufocação que ocorre durante a expiração, que se torna difícil e penosa, ao contrário da inspiração, que é fácil e rápida.

Deficiência de magnésio e asma

O magnésio é responsável por mais de 300 reações enzimáticas e a sua deficiência altera diversos processos do nosso organismo. O sistema respiratório é crucial para o bom funcionamento do corpo humano, porque é através dele que se processa um elemento vital para a vida: o oxigénio. Portanto, a saúde da nossa respiração é essencial para a saúde de todos os sistemas do organismo humano.

Mas será que a deficiência de magnésio poderá desencadear a asma?

Não é novidade que a ação deste mineral é essencial para o sistema respiratório, para o funcionamento dos pulmões e para os processos celulares que permitem o transporte de oxigénio para todo o organismo.

Um estudo de HOSSEINI, S. A. et al., publicado em 2016, sobre os efeitos da suplementação de magnésio no tratamento da asma, concluiu que a suplementação de magnésio melhora a função pulmonar em pacientes com  asma leve e moderada.

No livro “Dietary Reference Intakes for Calcium, Phosphorus, Magnesium, Vitamin D, and Fluoride”, pode ler-se que “Uma baixa ingestão de magnésio está associada a uma função pulmonar prejudicada, hiper-reatividade brônquica e um aumento do risco de sibilância.”

Magnésio como broncodilatador

Segundo Carolyn Dean – autora de O Milagre do magnésio (Ballantine Books, 2007):

“O magnésio tem várias ações anti-asmáticas, por isso é bem adequado para tratar esta condição. Como um antagonista do cálcio, ele relaxa os músculos lisos das vias respiratórias e dos pulmões e dilata-os. Ele também reduz a inflamação das vias respiratórias, inibe os produtos químicos que iniciam o espasmo e aumenta o óxido nítrico – anti-inflamatório”.

O magnésio cura a asma?

A reposição de magnésio leva a um equilíbrio de todo o organismo, mas não cura nenhuma doença. A sua suplementação promove um estado que permite ao próprio organismo recuperar as suas funções, através dos mecanismos inatos que a natureza lhe conferiu.

Portanto, a suplementação de magnésio poderá prevenir ataques de asma, com o seu efeito broncodilatador e pode reduzir as inflamações que despoletam os ataques, bem como, promover um estado físico e emocional coadjuvante à recuperação do organismo e à mudança do paradigma e do efeito psicossomático.

Do livro Magnésio, o Sal da Vida

 

Nota: A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online ou Há sempre uma solução perfeita na Casa Escola António Shiva

Pack de 5 Cloreto de Magnésio P.A. 100g + Oferta de 100g

Óleo de Magnésio

Celulite e Magnésio – Magnésio de A a Z

celulite e magnésio

O que é a celulite?

A celulite, também apelidada de pele casca de laranja, é uma inflamação do tecido celular. Esta inflamação pode causar um endurecimento doloroso na região atingida por ela, sendo que áreas como o tronco, as nádegas e as coxas são normalmente as mais afetadas.

 Tratamento da celulite

Não existem tratamentos definitivos contra a celulite, uma vez que cada organismo é diferente e que a causa da celulite varia de pessoa para pessoa.

Por ser uma inflamação do tecido adiposo, uma das formas de tratar a celulite é combatendo a inflamação e em alguns casos a possível calcificação dos tecidos afetados pela celulite.

 Magnésio no tratamento da celulite

Dr. Mark Sircus, autor dos livros Transdermal Magnesium Therapy, e, Magnesium, the ultimate Heart Medicine, afirma que por ter um papel essencial nas defesas naturais do organismo e por ajudar a combater processos inflamatórios, o magnésio é um aliado no tratamento da celulite.

Professor Pierre Delbet, M.D., cirurgião francês – o primeiro pesquisador a investigar e a promover os efeitos antibióticos do magnésio – afirma que o magnésio é um poderoso imuno-estimulante e que reduz a inflamação.

Num estudo efectuado por  Proksch E. et al., (2005) publicado no International Journal of Dermatology, o magnésio demonstrou melhorar a função de barreira da pele, a hidratação, e reduzir a aspereza e inflamação da pele.

 Como utilizar o magnésio no tratamento da celulite?

A suplementação de magnésio, através do Cloreto de Magnésio PA, é essencial não só para o tratamento da celulite como para o bem-estar de todo o organismo.

Como a celulite é um problema que afeta a pele localmente, a aplicação de magnésio na zona afetada trará muito benefício. Para isso recomenda-se a utilização de óleo de magnésio, uma solução mais concentrada de magnésio.

Então, aliada à toma diária de magnésio (como indicado aqui) , sugere-se a aplicação do magnésio, sob a forma de óleo, massajando a zona quando se aplica o este produto.

Saiba como fazer óleo de magnésio aqui

 Magnésio, essencial ao equilíbrio do organismo

A falta de magnésio no organismo leva a um variado leque de sintomas/sinais, enviados pelo nosso organismo, como um grito de socorro. De fato, o seu papel metabólico é tão diverso que é difícil encontrar um sistema físico que não é afetado pela carência de magnésio. A celulite, sendo subcutânea, é um sinal bem visível de um aviso do nosso corpo, mostrando que uma mudança na consciência é urgente.

Do livro Magnésio, o Sal da Vida

 

Nota: A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online ou Há sempre uma solução perfeita na Casa Escola António Shiva

Pack de 5 Cloreto de Magnésio P.A. 100g + Oferta de 100g

Óleo de Magnésio

 

Autismo e Magnésio – Magnésio de A a Z

Autismo e magnésio

O que é o autismo?

O autismo é caracterizado pela dificuldade do indivíduo se relacionar com as outras pessoas, por comportamentos de isolamento, por recusa de ser abraçado ou acarinhado, pouco ou nenhum contacto visual, riso sem motivo aparente, aparente insensibilidade à dor,  inapropriada fixação em objetos, perceptível hiperatividade ou extrema inatividade, ausência de resposta aos métodos normais de ensino, etc….

Estes sintomas tem âmbito do brando ao severo em intensidade de sintoma  para sintoma. Além disso, o comportamento habitualmente ocorre através de diferentes situações e é consistentemente inapropriado para sua idade.

Tratamento do autismo

Muitos estudos têm sido efetuados com o intuito de encontrar um tratamento eficaz para o autismo e um deles contemplou a utilização da vitamina B6 e o magnésio. A vitamina B6 requer fosforilação para se tornar ativa e essa reação de transferência de fosfato é dependente do magnésio.

O estudo realizado por LeLord (BERNARD, 1987, p.3) concluiu que apesar de este tratamento de vitamina B6 e magnésio não ser eficaz em 100% dos casos, ao observar todos os 91 pacientes aos quais foi aplicada esta suplementação, verificou-se que em quase 50% dos casos existiu uma melhoria a nível comportamental.

Deficiência de magnésio e sintomas de autismo

Um estudo publicado em 2013 (Won; Won; Eunjoon, 2013) mostrou que os indivíduos que sofrem de autismo tendem a ter algumas deficiências a nível nutricional, de entre as quais se encontra a deficiência de magnésio. Ao serem repostas estas deficiências, pode-se ter um melhor resultado na amenização dos sintomas e um maior controlo da doença.

Magnésio, um nutriente essencial

Não é novidade que o magnésio não cura nada, mas existem provas que a sua suplementação leva a um equilíbrio no organismo humano, o que potencializa o poder de cura inerente ao nosso corpo.

Por ser responsável por mais de 300 reações enzimáticas, o magnésio torna-se um aliado na saúde de todos os sistemas e apesar de não desempenhar um papel essencial no tratamento do autismo, desempenha um papel essencial na saúde do organismo. Assim sendo, poderá promover um estado no indivíduo autista que ajudará no tratamento dos sintomas e numa melhor adaptação ao meio que o rodeia.

Do livro Magnésio, o Sal da Vida

Nota:

A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online ou Há sempre uma solução perfeita na Casa Escola António Shiva

Pack de 5 Cloreto de Magnésio P.A. 100g + Oferta de 100g

Cancro e Magnésio

cancro e magnésio

Cancro e Magnésio

O cancro representa simultaneamente uma alteração da própria célula e um desvio considerável do mecanismo de reprodução de todo um grupo celular.

Há um poder e uma força no magnésio que não pode ser igualada em qualquer outro lugar
no mundo da medicina. Não há nenhum substituto para o magnésio na fisiologia humana, nada lhe chega nem de perto, em termos do seu efeito sobre a fisiologia celular em geral e sobre o tratamento e prevenção do Cancro.

Sem magnésio suficiente, o corpo acumula toxinas e resíduos ácidos, degenera rapidamente e envelhece prematuramente.

Normalmente não se acha que a deficiência de magnésio (Mg) pode paradoxalmente aumentar o risco de cancro, ou que o Magnésio pode proteger contra o cancro,  mas descobriu-se, por estudos feitos, que, assim como a desidratação ou asfixia pode causar a morte, a deficiência de magnésio pode levar directamente ao cancro.

Não deveria ser surpresa que o magnésio desempenha um papel importante sobre o cancro. Ele é relevante para o cancro porque desempenha uma função fulcral na reparação do DNA, diferenciação, proliferação e angiogênese.

O magnésio aumenta a produção interna de substâncias de defesa, tais como anticorpos e melhora consideravelmente a atividade operacional dos glóbulos brancos (como demonstrado por Delbet), e contribui para muitas outras funções que asseguram a integridade do metabolismo celular.

Segundo Dr. Mark Sircus, a deficiência de magnésio é uma ameaça direta à saúde das nossas células, levando ao declínio fisiológico e preparando o palco para o cancro. O transporte de mais de 300 enzimas e de íons, são dependentes de magnésio e o seu papel no metabolismo dos ácidos graxos e fosfolipídios afeta a permeabilidade e estabilidade das membranas.

Sem quantidades suficientes de magnésio as nossas células calcificam e apodrecem.

Num estudo efetuado por Aleksandrowicz et al, os autores concluem que a inadequação de magnésio e antioxidantes são fatores de risco importantes na predisposição para a leucemia.

Outros pesquisadores descobriram que 46% dos pacientes internados numa UTI (Unidade de Terapia Intensiva), num centro de cancro terciário apresentou hipomagnesemia. Eles concluíram que a incidência de hipomagnesemia em pacientes com cancro em estado crítico é elevado.

Prof. Delbet descobriu que o magnésio tem um efeito preventivo sobre o cancro e em condições pré-cancerosas, tais como leucoplasia, hiperqueratose e mastite crónica.

 

O Magnésio na Desintoxicação do Corpo

O magnésio, em geral, é essencial para a sobrevivência das células, mas assume uma importância ainda maior, quanto maior a idade, devido à toxicidade onde os corpos são bombardeados diariamente com metais pesados.

A glutationa é uma das poucas moléculas antioxidantes conhecidas para neutralizar o mercúrio. A Glutationa requer magnésio para a sua síntese. Sem a limpeza da glutationa as células começam a acumular toxinas e metais pesados; estes são ambientes excelentes para atrair infeções e advindo daí o cancro.

Do Livro: Magnésio, o Sal da Vida

Nota: A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online, ou, Questão ao Naturopata, ou, A Saúde Quântica Responde, ou, “A Saúde Integral tem a Solução”.

Pack de 5 Cloreto de Magnésio P.A. 100g + Oferta de 100g

Óleo de Magnésio

Cloreto de Magnésio para óleo

Loção 

Loção Canforada

Pack de 10 Cloreto de Magnésio P.A. + Oferta de óleo de magnésio

Pack de 10 Cloreto de Magnésio P.A. + Oferta de loção 

Pack de 10 Cloreto de Magnésio P.A. + Oferta de loção Canforada

Cabelos e magnésio

cabelos e magnésio

Consideram-se problemas capilares todo o estado anormal do cabelo, como: calvície, cabelos brancos, cabelos gordurosos, pelada, películas, queda de cabelo súbita, etc.

O magnésio, um dos elementos mais importantes para o nosso organismo, é também um dos mais deficientes na alimentação moderna. Ele é essencial a mais de 300 reacções metabólicas do nosso organismo, e não é estranho que ele seja necessário e essencial à saúde e ao rejuvenescimento dos nossos cabelos.

Professor Pierre Delbet descobriu que o magnésio era benéfico também para o cabelo, prevenindo a calvície, pois este ficou mais forte e saudável.

De acordo com alguns especialistas, a alopécia e a calvície, estão directamente ligadas à deficiência de Magnésio no organismo.

Uma vez que a ausência (ou baixos níveis) de magnésio interfere com a forma como o cálcio é distribuído pelo organismo, a longo prazo, a deficiência de magnésio pode resultar em inflamação e depósitos de cálcio nos folículos pilosos. A calcificação do couro cabeludo contrai o fornecimento de sangue para os folículos pilosos, causando redução do fluxo de nutrientes.

O magnésio tem a acção de dissolver os depósitos de cálcio, devolvendo a oxigenação e alimentação ao pelo.

Do Livro: Magnésio, o Sal da Vida

Nota:

A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online, ou, Questão ao Naturopata, ou, A Saúde Quântica Responde, ou, “A Saúde Integral tem a Solução”.

Pack de 5 Cloreto de Magnésio P.A. 100g + Oferta de 100g

Óleo de Magnésio

Cloreto de Magnésio para óleo

Loção Shiva

Loção Shiva Canforada

Pack de 10 Cloreto de Magnésio P.A. + Oferta de óleo de magnésio

Pack de 10 Cloreto de Magnésio P.A. + Oferta de loção Shiva

Pack de 10 Cloreto de Magnésio P.A. + Oferta de loção Shiva Canforada

 

Pin It on Pinterest

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar no nosso site consente a utilização dos mesmos. Saiba mais sobre os cookies aqui

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close