Doenças neurológicas e Óleo de Krill

Doenças neurológicas e Óleo de Krill

Doenças neurológicas e Óleo de Krill

Doenças neurológicas e Óleo de Krill

 

Vários estudos demonstraram os benefícios do uso do óleo de krill em doenças neurológicas. O óleo de krill apresenta-se como a melhor forma de suplementar os ómegas, uma vez que contêm elevados níveis de Ómega 3, 6 e 9. Dois tipos de ômega-3 são encontrados no óleo de krill – DHA e EPA. Mais facilmente absorvido pelo organismo devido à sua composição molecular única, é rico em fosfolipídeos. Sendo os fosfolípidos as estruturas primárias das membranas celulares, têm um papel importante na regulação da entrada e saída de composto das células.

Os seus efeitos antioxidantes mais poderosos são produzidos pela astaxantina. Atravessa, facilmente, a barreira hemato-encefálica, ajudando a proteger e estimular melhor o cérebro, com mais memória e clareza de pensamento, revitaliza o cérebro e promove a memória, prevenindo o declínio cognitivo e a demência (alzheimer).

Cerca de 50 a 60% do cérebro de um adulto é composto por lípidos. Os ácidos gordos insaturados, incluindo o ómega 3, constituem aproximadamente 35% do conteúdo lipídico do cérebro. Juntamente com o ómega 6 o DHA é o constituinte maioritário das membranas neuronais.

O ómega 3 têm funções muito importantes na manutenção da integridade e fluidez das membranas celulares neuronais, da bainha de mielina e das terminações nervosas, garantindo a neuroplasticidade do Sistema Nervoso Central. A deficiência em ómega 3, nomeadamente em DHA, está associada a diversos défices neurofisiológicos, incluindo declínio cognitivo, diminuição da acuidade visual e diminuição da função do cerebelo.

Composto por Elisabete Milheiro

O óleo de krill e a saúde do intestino

O óleo de krill e a saúde do intestino

O óleo de krill e a saúde do intestino

 

O óleo de krill e a saúde do intestino

O óleo de krill e a doença inflamatória do intestino

 

O óleo de krill é rico em fosfolipídios, astaxantina e ácidos graxos ómega-3. É uma rica fonte de proteínas de alta qualidade, bem como de EPA e DHA. Numerosos estudos clínicos e pré-clínicos demonstraram que o óleo de krill é seguro e bem tolerado, com nenhum relato de efeitos adversos. Vários dados demonstraram os benefícios de saúde de óleo de krill contra danos oxidativos e inflamatórios.

Um estudo efetuado por Manuela Costanza, et. al.  Publicado na Revista Digestive and lever Disease teve como objetivo avaliar a capacidade de KO para regular a inflamação intestinal, induzindo a restituição funcional e morfológica epitelial, melhorando a sobrevivência das células e reduzindo a aderência e invasão de bactérias Escherichia coli aderente-invasiva (AIEC)  A AIEC é caracterizada por acrescida adesão e invasão epitelial, sobrevivência dentro de macrófagos, e formação de biofilmes. Por essas razões, é pensado que essa espécie desempenhe um papel na patogénese da doença inflamatória do intestino.

O estudo mostrou que o óleo de krill reduziu os níveis de inflamação intestinal, melhorando a integridade da barreira epitelial, aumentando a sobrevivência das células, e reduzindo a patogenicidade da Escherichia coli aderente-invasiva.

O óleo de krill restaurou as condições iniciais, melhorou a cicatrização de feridas, e reduziu a adesão/invasão bacteriana em células epiteliais e sobrevivência no interior dos macrófagos; além de reduzir a expressão do mRNA induzida por LF82 de citocinas pró-inflamatórias.

Segundo os autores “o óleo de krill melhora a integridade da barreira intestinal e a restituição epitelial durante a inflamação, e controla a adesão e invasão bacteriana às células epiteliais. Assim, o óleo de krill pode representar uma ferramenta inovadora para reduzir a inflamação intestinal.”

Fonte: http://essentia.com.br/wp-content/uploads/2017/08/material_krill_43a54.pdf

Óleo de Krill

Benefícios do óleo de krill no sistema respiratório

Benefícios do óleo de krill no sistema respiratório

Benefícios do óleo de krill no sistema respiratório

Benefícios do óleo de krill no sistema respiratório

 

Quando se trata de saúde, poucos sistemas corporais têm uma ligação tão forte em manter a homeostase e o equilíbrio no corpo do que a relação entre o sistema cardiovascular e o sistema respiratório. O sistema cardiovascular é inteiramente dependente do sistema respiratório para o oxigênio, e o sistema cardiovascular é na verdade uma extensão do sistema respiratório por meio das artérias e veias pulmonares. Como resultado, o uso de óleo de krill pode beneficiar o sistema respiratório. Como os omega-3 afetam a saúde celular?

 

O que são alvéolos?

Os alvéolos são aglomerados em forma de cachos de uva no tecido pulmonar que são responsáveis pelo aumento do volume superficial dos pulmões. Os capilares são pequenos vasos sanguíneos que envolvem os alvéolos e o oxigênio difunde dos alvéolos pelos capilares até aos glóbulos vermelhos. Este é o estágio inicial da respiração. Embora esses capilares liberem produtos residuais e facilitem a transferência de oxigênio para os glóbulos vermelhos, eles também trazem plasma rico em nutrientes para os alvéolos. Como resultado, o omega-3 na corrente sanguínea também faz o seu caminho até ao tecido pulmonar.

 

Como os Omega-3 afetam a saúde celular nos alvéolos?

As membranas celulares são constituídas por uma bicamada fosfolipídica. Fosfolipídeos é um termo que significa que a membrana celular contém muitos tipos de lipídios, e a construção pode variar ligeiramente de célula para célula. No entanto, algumas gorduras, como gorduras saturadas, podem realmente resultar numa membrana celular mais fraca. É aqui que os ômega-3 entram em jogo. Os omega-3 são classificados como ácidos graxos poliinsaturados (PUFAs), o que significa que eles não têm um átomo de hidrogênio ligado a todos os lugares possíveis na cadeia do ácido.

Como resultado, a cadeia é ligeiramente polarizada, como explica Science 2.0. Quando estes ácidos se alinham adequadamente numa membrana celular, ela torna-se mais resistente a rupturas e a outros problemas. Essencialmente, PUFAs podem ajudar a impedir a transmissão de materiais inadequados de fora para dentro de uma célula. Nos alvéolos, o aumento da durabilidade das membranas celulares pode realmente ajudar a evitar a ruptura desses bolsos tipo uva, o que aumenta ainda mais a eficiência do sistema respiratório e cardiovascular.

 

O Desenvolvimento do Sistema Respiratório no Utero

Num estudo de 2014, A suplementação de ácidos graxos ômega-3 durante a gravidez e sistemas respiratórios em crianças, os resultados demonstraram que os omega-3 ajudaram a melhorar o desenvolvimento do sistema respiratório, enquanto no útero. No estudo, 1.094 mulheres foram divididas em dois grupos, um grupo com placebo e outro com um suplemento de DHA. Aquelas que receberam o suplemento pareciam produzir menos expectoração e sofrimento respiratório durante a gravidez. Além disso, as crianças que estavam no útero durante o estudo tiveram menos sintomas de dificuldade respiratória após o nascimento. Este estudo ajuda a reforçar a ligação entre o DHA, um tipo de ômega-3 contido no óleo de krill, e o desenvolvimento de um sistema respiratório saudável.

Dois tipos de ômega-3 que são encontrados no óleo de krill – DHA e EPA – parecem ser os mais significativos para melhorar a função respiratória. Desde, ajudar os alvéolos a conservar as suas membranas celulares no sistema respiratório, até, melhorar o desenvolvimento do sistema respiratório no útero, os omega-3 possuem muitos mais benefícios do que apenas melhorar a saúde do coração.

Tradução por: Elisabete Milheiro

Fonte: http://ativistadanovaera.ning.com/profiles/blogs/beneficios-do-oleo-de-krill-no-sistema-respiratorio

Óleo de Krill

A importância dos ómegas para o nosso organismo

A importância dos ómegas para o nosso organismo

A importância dos ómegas para o nosso organismo

Os ómegas são um tipo de gordura essencial para o bom funcionamento de diversos órgãos. Como o organismo não é capaz de os produzir, eles devem ser fornecidos na nossa alimentação.

 

Funções do ómega 3

O ómega 3 é essencial para o bom funcionamento do cérebro e do sistema cardiovascular.

Além disso, ele apresenta outros benefícios, nomeadamente:

  • na redução do colesterol;
  • ameniza os efeitos do stress;
  • tem ação anti-inflamatória;
  • estimula a memória;
  • mantém o cérebro ativo – concentração, coordenação, reação ágil;
  • previne o entupimento dos vasos sanguíneos;
  • previne distúrbios neurológicos e visuais.

 

Funções do ómega 6

O ómega 6 tem um papel fundamental:

  • na saúde da pele;
  • na saúde do cabelo, fortalecendo, reestruturando e prevenindo a quebra;
  • ajuda a manter a saúde dos ossos;
  • previne a osteoporose;
  • facilita a absorção do cálcio;

 

Funções do ómega 9

O ómega 9 é essencial para a síntese das Hormonas.

Além disso, ele apresenta outros benefícios, nomeadamente:

  • ajuda a perder as gorduras da barriga

 

no caso das mulheres:

  • alivia os sintomas da STPM;
  • alivia os sintomas da menopausa;
  • ameniza a irritabilidade, ondas de calor, suor e ansiedade.

 

Qual a melhor fonte de ómegas 3, 6 e 9?

O óleo de krill contêm elevados níveis de Ómega 3, 6 e 9. Mais facilmente absorvido pelo organismo devido à sua composição molecular única, é rico em fosfolipídeos (entre outras coisas, o alimento favorito do cérebro), e diversos antioxidantes.

 

O que é o Krill?

O Krill é um pequeno crustáceo, semelhante ao camarão, que se alimenta principalmente de fitoplâncton e constitui a base da alimentação das baleias, focas, pinguins, lulas e peixes.

 

Porquê suplementar com óleo de krill?

O Óleo extraído do Krill contém propriedades que não são encontradas em nenhuma outra substância natural.

O Ómega 3 contido no óleo de Krill chega a ser 48 vezes mais potente do que o Ómega 3 que se encontra no óleo de peixe normal.

Além disso, contém Astaxantina – o Antioxidante mais poderoso encontrado na natureza, que igualmente lhe confere a cor vermelha.

 

Composto por:

Elisabete Milheiro

Óleo de Krill, Poderoso Antioxidante!

Óleo de Krill, Poderoso Antioxidante!

Óleo de Krill, Poderoso Antioxidante!

Óleo de Krill, Poderoso Antioxidante!

Óleo de Krill, Poderoso Antioxidante!

O Óleo extraído do Krill (pequeno crustáceo, semelhante ao camarão, que se alimenta principalmente de fitoplâncton e constitui a base da alimentação das baleias, focas, pinguins, lulas e peixes) contém propriedades que não são encontradas em nenhuma outra substância natural.

Muitos estudos demonstraram que o óleo de krill tem benefícios marcantes para a saúde.

O Óleo de Krill tem uma cor vermelha, que deriva de um antioxidante presente que se chama Astaxantina.

Astaxantina é o Antioxidante mais poderoso encontrado na natureza.

O óleo de Krill contém igualmente ômega 3, na forma de fosfolípidos – mais facilmente utilizados pelo organismo.

Estudos clínicos demonstraram que o óleo de Krill tem efeitos benéficos sobre as artérias e sobre o sangue, o que melhora os níveis de colesterol e previne as doenças cardiovasculares e a Hipertensão.

Estudos em pessoas com artrite demonstraram reduzir os sintomas, pois o óleo de krill lubrifica as articulações e reduz a dor e inflamação.

Também foram demonstrados benefícios para a saúde do cérebro.

O Óleo de Krill age igualmente sobre o rejuvenescimento do organismo, protegendo as células do stress oxidativo – que leva ao envelhecimento do corpo. 

Elisabete Milheiro

Fonte: http://ativistadanovaera.ning.com/group/cloreto-de-magnesio-p-a/forum/topics/oleo-de-krill-poderoso-antioxidante

Óleo de Krill

O óleo de Krill e o corpo da mulher

O óleo de Krill e o corpo da mulher

O óleo de Krill e o corpo da mulher

O organismo humano é algo extraordinário. Mesmo alguém que não tenha estudado em profundidade o nosso corpo, consegue perceber o quão fantásticos são todos os mecanismos que permitem o equilíbrio e funcionamento dos nossos órgãos, que nos possibilitam viver.

Por exemplo, todos os fenómenos que induzem o parto e até mesmo a conceção e criação de uma vida são um dos exemplos claros que nos mostram que o nosso corpo é algo inteligente.

Mas por vezes esquecemo-nos disso.

Se pensarmos no corpo de uma mulher, conseguimos perceber que ao mínimo desequilíbrio, tudo deixa de funcionar corretamente.

Cerca de noventa por cento das mulheres sofrem problemas de tiróide, seja hiper ou hipotiroidismo. Como é a tiróide que regula todas as hormonas que atuam no nosso corpo, um pequeno desequilíbrio na mesma pode levar a graves consequências, como excesso de peso, deformação do corpo, alterações a nível do ciclo menstrual, etc.

É por causa disto que muitas mulheres ganham ou perdem peso facilmente e que não têm um ciclo menstrual regular.

E como é que podemos resolver todos estes desequilíbrios?

Dando ao corpo aquilo que ele necessita.

E os ómegas são cruciais para a manutenção do equilíbrio do ser humano, e principalmente do organismo feminino.

E o óleo de Krill é rico nesses ómegas, sendo que é muito mais potente que o óleo de peixe e que os óleos vegetais, pois os ómegas do óleo de Krill estão na forma ativa, ou seja, na forma em que o organismo os utiliza, enquanto os ómegas do óleo de peixe têm que ser convertidos pelo nosso organismo na forma ativa.

Para além disso, não existe o risco de contaminação por metais pesados e poluição, pois o krill é um ser vivo que não sobrevive em ambientes poluídos.

E quais são os benefícios dos ómegas no corpo da mulher?

Aliviam as dores menstruais, pois relaxam as paredes uterinas, facilitando a passagem do fluxo.

Para além disso, ao atuarem na tiróide, equilibram-na e regularizam o ciclo menstrual.

Ao regularizarem a ação da tiróide também vão levar a um equilíbrio no peso corporal, podendo levar à diminuição do peso, e à acentuação as formas femininas.

Por isso, todas as mulheres deveriam ingerir ómegas, pois estes não são produzidos pelo organismo, e para além de ajudarem na parte hormonal, também vão atuar na pele, no cabelo e no sistema cardiovascular.

Outra função do óleo de krill e dos seus poderosíssimos ómegas é o facto de acabar com inflamações e consequentemente acabar com a celulite. É normal o corpo da mulher ter celulite, mas o que não é normal é ter a chamada “pele casca de laranja”. Esse tipo de pele não é nada mais, nada menos, do que a inflamação dos tecidos. Por isso, ao tomar o óleo de krill, as mulheres poderão finalmente eliminar o problema da “pele casca de laranja” na raiz do problema.

Por isso, como podem ver, o óleo de krill só traz benefícios para o corpo feminino.

Ângela Barnabé

Fonte: http://ativistadanovaera.ning.com/group/cloreto-de-magnesio-p-a/forum/topics/o-oleo-de-krill-e-o-corpo-da-mulher

Nota:

A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online, ou, Questão ao Naturopata, ou,  A Saúde Quântica Responde, ou, “A Saúde Integral tem a Solução”.

Óleo de Krill

 

Pin It on Pinterest

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar no nosso site consente a utilização dos mesmos. Saiba mais sobre os cookies aqui

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close