loader image

Hipertensão Arterial e Magnésio – Magnésio de A a Z

O que é a hipertensão arterial?

 hipertensão arterial é  determinada por elevados níveis de pressão sanguínea nas artérias, o que faz com que o coração tenha que exercer um esforço maior do que o normal para fazer circular o sangue através dos vasos sanguíneos.

Hipertensão arterial e magnésio

Níveis adequados de magnésio são essenciais para o músculo cardíaco. O magnésio mantém o cálcio dissolvido no sangue. Sem o equilíbrio adequado entre magnésio e cálcio, em uma razão de um para um, o cálcio acaba se depositando nas artérias coronárias, resultando em artérias obstruídas.

As artérias tornam-se duras, rígidas, inflexíveis, o que restringe o fluxo de sangue e provocando a pressão arterial elevada.

Segundo o médico norte-americano Michael Roizen, conhecido pelo best seller A idade verdadeira ( sobre os factores que afectam a saúde com o passar dos anos), o magnésio ajuda a baixar a pressão arterial por dilatar as artérias.

Saiba mais sobre o magnésio e a pressão arterial aqui: https://solucaoperfeita.com/magnesio/pressao-arterial-e-magnesio-magnesio-de-a-a-z/

Relembramos que os resultados que partilhamos no nosso site são acerca do cloreto de magnésio P.A. em sais. Porquê Cloreto de magnésio P.A.? Porque daqui se extrai todas as formas de magnésio que o organismo humano usa nas infinitas ações químicas e biológicas. Outra forma não vai repor o equilíbrio, mas somente restaurar uma carência específica.

Como tomar o Cloreto de Magnésio PA?

Nota: A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte o Aconselhamento Online ou “Há sempre uma solução perfeita na Casa Escola António Shiva®

Cloreto de Magnésio PA

Óleo de Magnésio

Loção Canforada

Porque o Magnésio é importante para a nossa Saúde?

Porque  o Magnésio é importante para a nossa Saúde?

Depois da água e do oxigénio, o magnésio é o terceiro elemento mais importante para a vida.

É usado em mais de 350 reações enzimáticas no nosso organismo, mais do que qualquer outro mineral.

Níveis de Magnésio no nosso organismo

Aproximadamente 60% do magnésio está armazenado nos ossos, 26% nos músculos, e os 14% restantes estão distribuídos pelos outros tecidos e fluidos corporais.

Há uma alta concentração de magnésio nos órgãos mais ativos metabolicamente, como o cérebro, coração, fígado e rins.

O magnésio é tão precioso para o corpo que fica quase todo guardado dentro das células, no compartimento intracelular. Somente 1% do nosso magnésio total circula pelo sangue.
Por esta razão quando se faz análise aos níveis de magnésio no sangue, ficamos com uma ideia errada da situação real. Quase sempre o magnésio se encontra dentro dos níveis de referência considerados normais. Se o magnésio presente no sangue estiver baixo, isto significa que a situação está crítica e há uma deficiência cronica e perigosa.

Na verdade a deficiência de magnésio deve ser medida pelos sinais e sintomas que o indivíduo apresenta, e as estimativas são de que 80% da população tem carência de magnésio.

Funções Essenciais do Magnésio

A sua função mais importante é na regulação do metabolismo do cálcio:

  • fixar o cálcio onde ele deve existir
  • elimina-lo de onde é nocivo

Quando existe uma carência de magnésio, o cálcio, em vez de se fixar nos ossos, é eliminado ou deposita-­se em várias partes do organismo formando, ao longo do tempo, calcificações como por exemplo: nas paredes das artérias causando a arteriosclerose, nas articulações ósseas, nos rins e na vesícula formando “pedras”, “quistos” nos seios, nos pulmões, etc. além da formação de coágulos no sangue, que predispõe a tromboses provocando sintomas de perda de memória, da visão e transtornos da audição, contribuindo desta forma para o envelhecimento prematuro.

Funções Gerais do magnésio:

O Magnésio é essencial para

  • a produção de Energia no nosso organismo;
  • o bom funcionamento do coração;
  • a formação de ossos e dentes;
  • a função intestinal;
  • a produção de insulina;
  • o metabolismo da glicose;
  • o funcionamento do cérebro, etc.

Mineral milagroso?

O Magnésio em si não cura nada, mas a falta dele no nosso organismo pode levar ao desenvolvimento de um leque infindável de sintomas aos quais chamam comummente de doenças.

O que acontece é que quando o magnésio é reposto, o sintoma desaparece, e parece que se deu uma cura milagrosa.

Porquê suplementar o magnésio?

Por dois motivos muito simples.

Em primeiro lugar, os solos estão cada vez mais pobres.

As terras são cultivadas época após época, e não são repostas com os elementos essenciais; são adubados com adubos químicos (N.P.K. – Nitrogénio, Fósforo e Potássio); são esses alimentos assim cultivados que são servidos na nossa mesa diariamente…

Em segundo lugar, o processo de Industrialização dos alimentos, com o refinamento do sal, e grãos, leva a que os produtos sejam destituídos dos seus – em alguns casos, já baixos – níveis de magnésio.

Além disto, a cafeina, os refrigerantes, o stress, o açúcar em excesso, o álcool, os diuréticos, o exercício em excesso, entre outros, levam á depleção de Magnésio no nosso organismo.

Qual a melhor forma de repor o Magnésio?

O Cloreto de Magnésio P.A. apresenta-se como a melhor forma de suplementar o magnésio, uma vez que dele são extraídas todas as formas de magnésio que o nosso organismo precisa para a sua saúde e equilíbrio.

Existem contra indicações?

Em casos de insuficiência renal e no caso de fazer hemodiálise – pelo simples facto de que o magnésio em excesso saí através da urina.

Composto por:  Elisabete Milheiro

Relembramos que os resultados que partilhamos no nosso site são acerca do cloreto de magnésio P.A. em sais. Porquê Cloreto de magnésio P.A.? Porque daqui se extrai todas as formas de magnésio que o organismo humano usa nas infinitas ações químicas e biológicas. Outra forma não vai repor o equilíbrio, mas somente restaurar uma carência específica.

Como tomar o Cloreto de Magnésio PA?

Nota: A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte o Aconselhamento Online ou “Há sempre uma solução perfeita na Casa Escola António Shiva®

Cloreto de Magnésio PA

Óleo de Magnésio

Loção Canforada

Por que precisamos de Magnésio?

Por que precisamos de Magnésio?

O Magnésio está presente e é importante para o córtex adrenal, vasos sanguíneos, sistema cerebral e nervoso, coração, ouvido interno, hipotálamo, rins, fígado, músculos, próstata, baço, testículos e tiróide.

O magnésio é essencial para o funcionamento de centenas de processos enzimáticos diferentes no corpo, particularmente aqueles que produzem, armazenam, transportam e utilizam a energia. O magnésio é importante para os seguintes processos metabólicos:

· Na síntese da proteína DNA e RNA nas nossas células, que necessitam de magnésio para o crescimento e desenvolvimento celular.

· Para aumentar os sinais elétricos que devem percorrer os nervos do nosso corpo (incluindo os impulsos para o cérebro, coração e função pulmonar).

· Regular e distribuir a energia em todo o corpo.

· Para pressão arterial normal, tônus vascular.

· Para transmissão de sinais das células nervosas, e do fluxo sanguíneo.

· Para nervos e funções musculares.

Pesquisas científicas apontam que mais de 80% da população é deficiente deste importante mineral. Ele funciona em sinergia com o cálcio e juntos promovem a qualidade e bom funcionamento dos ossos, dentes e tecidos.

Como compensar, de maneira mais eficiente possível, a nossa deficiência de magnésio?

O Magnésio é paradoxalmente tanto calmante como energizante. Como o magnésio é fundamental para praticamente todos os processos metabólicos, pode ajudar a restabelecer a saúde em quase qualquer distúrbio de saúde e tem sido utilizado como uma pedra angular na terapia sistémica de minerais e vitaminas desde a década de 1980.

Através do Cloreto de Magnésio PA são originadas todas as formas de magnésio que o nosso organismo necessita, e assim ele consegue abranger um maior número de situações.

O Cloreto de Magnésio P.A. deve fornecer benefícios para as pessoas com qualquer um dos distúrbios listados abaixo, mas também tem amplos benefícios para uma boa saúde geral.

Sinais de deficiência de magnésio:

· Insónia

· Obesidade

· Enxaqueca

· TPM (SPM)

· Instabilidade emocional

· Depressão / Apatia

· Raiva

· Nervosismo

· Ansiedade

· Epilepsia

· Pedras nos rins

· Insuficiência Cardíaca

· Fadiga Crónica

· Pressão arterial alta (hipertensão)

· Obstipação

· Diabetes

· Cãibras musculares

· Osteoporose

· Artrite

· Artrose

· Problemas de memória

· Sensibilidade ao Ruído

· Dormência e formigueiro

· Tiques nervosos

· Transpiração excessiva

· Anorexia

· Asma

· Envelhecimento acelerado

Relembramos que os resultados que partilhamos no nosso site são acerca do cloreto de magnésio P.A. em sais. Porquê Cloreto de magnésio P.A.? Porque daqui se extrai todas as formas de magnésio que o organismo humano usa nas infinitas ações químicas e biológicas. Outra forma não vai repor o equilíbrio, mas somente restaurar uma carência específica.

Como tomar o Cloreto de Magnésio PA?

Nota: A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte o Aconselhamento Online ou “Há sempre uma solução perfeita na Casa Escola António Shiva®

Cloreto de Magnésio PA

Óleo de Magnésio

Loção Canforada

Obrigado Cloreto de Magnésio P.A.

Obrigado Cloreto de Magnésio P.A.

É com grande contentamento e gratidão que partilhamos este testemunho sobre a recuperação com o Cloreto de Magnésio P.A. Tomámos como missão a divulgação da melhor informação para o bem estar do todo e é com grande Felicidade que recebemos os frutos do nosso trabalho. Que este testemunho seja a ponte para a recuperação de muitos. O nosso muito obrigado a Oscar pela partilha da sua experiência e pelas palavras generosas. Obrigado.

 

Um dia há 3 anos atrás, acordei aos gritos, com uma dor atroz que partindo da coluna me apanhava toda a perna direita desde a anca, passando pelo joelho e terminando no pé. Por isso tive de ir de ambulância para o hospital de Faro. Depois de vários exames efectuados sob intenso sofrimento consegui saber que tinha um problema grave na coluna, outro na anca e uma lesão no nervo ciático. A partir daí, aquela maldita dor nunca mais permitiu que me pudesse manter de pé ou mesmo deitado durante oito meses em que todos os dias vinha um enfermeiro a casa dar-me uma injecção. No ano seguinte comecei a andar com ajuda de canadianas, sempre a apanhar injecções e outros medicamentos para as dores que um especialista ortopédico me receitava. O alívio era pouco e já dormia deitado mas sempre com a presença da maldita dor embora menos intensa. Quando finalmente larguei as canadianas fiquei sempre a coxear desta perna e só podia andar distancias muito curtas e sempre com muito receio. Cheguei a pensar se valeria a pena ser operado à anca, mas felizmente que pus essa ideia de parte. Digo felizmente porque mais ou menos em Março deste ano de 2014, conheci através da Fundação António Shiva o milagroso Cloreto de Magnésio PA. Mandei vir umas quantas saquetas e comecei a tomar uma chaveninha pequena deste alimento diluído em água mineral três vezes ao dia. Para resumir, digo que passado um mês e para minha alegria a impertinente dor que durante três anos me impediu de fazer uma vida normal começou aos poucos a desaparecer. Dois meses depois comecei a fazer caminhadas de 30 minutos. Neste momento não estou normalizado a 100% mas a minha antiga mobilidade voltou e as caminhadas são agora de 45 minutos e com alguma corrida e exercícios à mistura, tudo feito com as devidas cautelas. O mais importante é que as tais dores nunca mais me afligiram. Também estava com problemas de próstata mas graças a este produto estão controlados. Penso que até ao fim da minha vida vou continuar a tomar o abençoado Cloreto de Magnésio PA. Tenho 77 anos. Por isso, ao Universo bem como ao Sr. António Fernandes e seus colaboradores aqui expresso a minha sincera e profunda gratidão. Obrigado.

Oscar L.

Caso de Sucesso – Hérnia do Hiato, Esofagite péptica

Caso de Sucesso – Hérnia do Hiato, Esofagite péptica

Este é um caso de Sucesso que partilhamos com todos vós, de uma sra. que tinha Hérnia do Hiato e Esofagite péptica. Este caso não só comprova os resultados da reposição de carências no organismo, como também pretende sublinhar a importância de seguir sugestões. De nada serve pedir ajuda, de nada serve saber o que tem de ser feito, se não fôr feito.

Agradecemos desde já à Sr. Maria Francisco por partilhar a sua experiência, deixando assim que seu testemunho seja a orientação de muitos.

“Bom dia

Sr. Dr. António

Já devia ter enviado este exame, mas tive sem impressora, já contei a
minha história mas agora quero partilhar estes exames consigo.

Tinha este problema de estomago desde há anos, se calhar até nasci
assim, desde pequena que me lembro de alguma dificuldade com certos
alimentos ácidos.

Tomei durante 4 anos o Emoprazol mas não vi melhoras, o ano passado
decidi parar e tomei medicação natural, também não fez nada, este ano
vi um vídeo a dizer que o cloreto de magnésio p.a. era muito bom a
todos os níveis, eu já tinha tomado magnésio da farmácia, mas não era
este, mas sim magnésio card. Comprei este e no terceiro dia sentiu-me
muito melhor, era uma calma no meu estomago que eu fiquei pasma com
tanta rapidez mas continuo com refluxo. A minha ciática está melhor
mas ainda de vez em quando me chateia, basta estar um pouco mais
nervosa. Já tomo menos calmantes, mas não consigo tirar tudo de uma
vez só como o Sr. Dr. disse-me.

Junto os meus exames um de 2009 e outro feito em Abril de este ano
como comprova a data dos mesmos, risquei o meu nome do meio e direção
fica só o primeiro e ultimo, o Sr. Dr. fica á vontade para publicar se
quiser eu autorizo.

Como o Sr. Dr. pode ver não tenho mais a Hérnia do Hiato, o médico que
fez o exame perguntou me o que fiz, eu expliquei, ele não disse nada,
também a Esofagite péptica de grau A não tenho mais, bem hajam por
divulgar este alimento que tanta falta faz no nosso corpo.

Um obrigado por toda ajuda e por ter a paciência de me ler.

Cumprimentos”

Maria Francisco

Clique na ligação para aceder aos exames:

 

Endoscopia Alta

 

O Magnésio no Desporto

Magnésio no Desporto

O Magnésio é necessário para o correto funcionamento do sistema locomotor; estimula a fabricação e a reparação dos tendões, cartilagens, ligamentos e tecidos; activa o sistema nervoso central; melhora a concentração e reduz a ansiedade; ajuda a obter energia para o ciclo de Krebs (parte da respiração celular).

Ana María La Justicia, formada em Ciências Químicas pela Universidade Complutense de Madrid, publicou recentemente um livro sobre a necessidade do consumo de magnésio: ‘O magnésio no Desporto’.

Na publicação, ela explica que “este mineral é imprescindível para o relaxamento muscular, a obtenção de energia no ciclo de Krebs (liberação de energia, ao nível celular, de forma gradual, em organismos aeróbicos) para a formação e reparação dos tecidos”.

Inclusive, assegura que “muitas pessoas que fazem exercício físico prolongado sabem que a falta de potássio no músculo provoca cãibras, porém, quase ninguém explicou que a falta de magnésio também causa o mesmo efeito”. Porem, o mais perigoso tem relação com a temida morte súbita e os acidentes vasculares cerebrais, mais habituais nas corridas, ultimamente, do que nós gostaríamos.