Efeitos Protectores do Resveratrol na Desmineralização Óssea 

Efeitos Protectores do Resveratrol na Desmineralização Óssea

Efeitos Protectores do Resveratrol na Desmineralização Óssea

 

O risco de osteoporose aumenta à medida que a idade avança. Na altura da menopausa, as mulheres podem perder densidade óssea rapidamente durante vários anos. Depois disso, a perda abranda mas continua. Nos homens, a perda de massa óssea é mais lenta, porém, por volta dos 65-70 anos de idade, homens e mulheres, estão a
perder densidade óssea à mesma taxa.

A osteoporose ocorre devido a um desequilíbrio entre dois principais processos de remodelação do osso: a reabsorção e a formação óssea. Um importante elemento na patogénese da osteoporose é também a redução do aporte sanguíneo ao tecido ósseo,conduzindo à inibição da actividade osteoblástica e aumentando a actividade dos osteoclastos.

O resveratrol é uma molécula com capacidade de provocar o relaxamento dos vasos sanguíneos através do aumento da produção de óxido nítrico, permitindo um aumento de aporte sanguíneo ao osso. Deste modo, o resveratrol contribui para uma melhoria da actividade osteoblástica e uma diminuição da osteoclástica. Os dados que fundamentam esta evidência são suportados por um estudo realizado em ratos fêmea com ovariectomia que, 8 semanas após remoção bilateral dos ovários, desenvolveram disfunção endotelial dos vasos da microcirculação do tecido ósseo (provado pelo coeficiente de disfunção endotelial).

Posteriormente, a administração de resveratrol na dose de 2mg/kg produziu efeitos protectores do endotélio, impedindo a redução da microcirculação do osso do fémur, aumentando a largura das trabéculas ósseas (em média 45% em comparação com o grupo de osteoporose) e prevenindo a ocorrência de microfracturas. Conclui-se assim, que o resveratrol poderá apresentar vantagens na utilização como um protector da perda de densidade óssea.

O resveratrol liga-se aos receptores do estrogénio, activando o processo de síntese de matriz em genes sensíveis ao estrogénio. De acordo com esta propriedade, foi realizado um estudo em ratos fêmea com ovariectomia, em que se concluiu que o resveratrol actua como um agonista do receptor estrogénico. Além disso o resveratrol aumenta o grau de relaxamento muscular dependente da endotelina e, tal como o estradiol, previne o enfraquecimento ósseo. Deste modo, o resveratrol é um forte candidato na terapia de protecção contra a perda óssea induzida pela deficiência em estrogénio.

Da realização de mais um estudo, demonstrou-se que a ingestão diária de resveratrol em animais reduziu o turn over ósseo e reverteu a perda óssea. Observou-se ainda que a administração de doses mais elevadas de resveratrol (45 mg/kg/dia) é mais eficaz em diminuir, o aumento induzido por ovariectomia, do turn over ósseo (na reabsorçãoóssea, especificamente) do que a dose mais baixa.

Em conclusão, a ingestão de resveratrol deverá ser considerada, de forma preventiva, para melhorar a saúde do osso, em detrimento de uma abordagem curativa. Segundo Tresguerres et al., o resveratrol é capaz de aumentar a microestrutura do osso e as suas propriedades mecânicas, em ratos masculinos velhos, sugerindo que o resveratrol poderá ser utilizado na terapia antienvelhecimento para resistir à perda de massa óssea induzida pela idade.

De acordo com ensaios in vitro, utilizando células de tecido ósseo, o resveratrol possuí um papel importante na manutenção do equilíbrio entre os processos de formação e degradação do osso. Este é capaz de estimular os osteoblastos a produzir
novas células ósseas através da activação de factores de transcrição específicos do osso e inibe a actividade dos osteoclastos através da inibição da translocação nuclear do NFκB de forma tempo- e concentração-dependente.

A equipa de investigadores do Aarhus University Hospital (A.U.H.), na Dinamarca, conduziu um ensaio clínico, em humanos com síndrome metabólico, em tratamento com resveratrol. Este estudo é aleatório, duplo cego, controlado por placebo e pretende avaliar os efeitos ósseos produzidos através da administração oral de 1g ou 150mg de resveratrol ou placebo, durante 16 semanas. Neste estudo pesquisou-se alterações nos marcadores de remodelação óssea, na densidade mineral óssea e na geometria óssea.

Da realização deste estudo conclui-se que a dose mais elevada de resveratrol administrada afecta positivamente o osso, primeiramente através da estimulação da formação ou da mineralização óssea. Observou-se que a fosfatase alcalina do osso (BAP), um indicador da actividade osteoblástica, aumentou de forma dose-dependente com o resveratrol, a densidade mineral óssea volumétrica trabecular também aumentou de forma dosedependente, estando os níveis de BAP directamente relacionados com a densidade mineral óssea volumétrica trabecular. Na densidade mineral óssea da anca não foram observadas alterações consistentes.

Assim, estudos futuros, de maior dimensão com populações em risco de desenvolvimento de osteoporose, serão necessários para confirmar estes resultados.

Fonte: O RESVERATROL COMO MOLÉCULA ANTI-ENVELHECIMENTO, Andreia Catarina Lopes Alves,  Faculdade de Ciências e Tecnologias da Saúde da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, 2015

Nota:

A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online, ou,  Há sempre uma solução perfeita na Casa Escola António Shiva.

Resveratrol

Problemas nos Ossos e Magnésio

 

Problemas nos Ossos e Magnésio

Um artigo publicado em 1995, mostra que entre outras coisas, o magnésio regula o transporte de cálcio activo. Como resultado, tem havido um interesse crescente no papel do magnésio no metabolismo ósseo. Um grupo de mulheres na menopausa receberam magnésio para avaliar os efeitos deste sobre a densidade óssea. No final do estudo de dois anos, a terapia com magnésio parece ter prevenido fraturas e resultou num aumento significativo na densidade óssea.

Níveis adequados de magnésio são essenciais para a absorção e utilização do cálcio: o magnésio estimula a produção de calcitonina, uma hormona que ajuda a preservar a estrutura óssea e retira o cálcio excedente da circulação sanguínea e dos tecidos moles, fixando-o no osso. Também suprime a ação de outra hormona ligada ao metabolismo ósseo, a paratormona, reduzindo a reabsorção óssea. O magnésio é necessário para converter a vitamina D inativa na sua forma ativa, o que ajuda a aumentar a absorção de cálcio. As reações enzimáticas necessárias para a formação do osso novo são magnésio dependentes.

O magnésio mantém o cálcio dissolvido no sangue. Sem o equilíbrio adequado entre magnésio e cálcio, em uma razão de um para um, o cálcio acaba se depositando nos rins (podendo formar pedras), nas artérias coronárias (resultando em artérias obstruídas) e nas cartilagens das articulações, em vez de chegar aos ossos, onde mais precisamos. Quanto mais cálcio ingerir sem o efeito equilibrante do magnésio, mais sintomas de deficiência em magnésio e excesso de cálcio está sujeito a vivenciar.

Do Livro: Magnésio, o Sal da Vida

Relembramos que os resultados que partilhamos no nosso site são acerca do cloreto de magnésio P.A. em sais. Porquê Cloreto de magnésio P.A.? Porque daqui se extrai todas as formas de magnésio que o organismo humano usa nas infinitas ações químicas e biológicas. Outra forma não vai repor o equilíbrio, mas somente restaurar uma carência específica.
Saiba mais informações no seguinte artigo:
http://solucaoperfeita.com/antoniotfernandes/magnesio-sal-da-vida/

Nota:

A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online, ou,  Há sempre uma solução perfeita na Casa Escola António Shiva.

Pack de 5 Cloreto de Magnésio P.A. 100g + Oferta de 100g

Óleo de Magnésio

Cloreto de Magnésio para óleo

Loção Shiva

Loção Shiva Canforada

Pack de 10 Cloreto de Magnésio P.A. + Oferta de óleo de magnésio

Pack de 10 Cloreto de Magnésio P.A. + Oferta de loção Shiva

 

Membros inferiores e Magnésio

Os problemas dos membros inferiores e a deficiência em magnésio

 

Os membros inferiores são constituídos por duas partes, a coxa (coxa e fémur) e a perna (gémeos, tíbia e perónio), e por três eixos (o quadril, o joelho e o tornozelo) que vêm a ser as suas articulações principais. Os membros inferiores terminam numa peça mestra, o pé.

Níveis adequados de magnésio são essenciais para ao bom funcionamento dos membros inferiores – ossos, músculos, cartilagem, articulações, nervos, tecidos.

Apresentamos de seguida alguns comentários que temos recebido dos nossos leitores que beneficiaram com a reposição dos níveis de magnésio.

“Estou usando o cloreto de magnésio P.A. Já há dois meses. Esta sendo muito ótimo principalmente para os meus joelhos, doíam muito. E também para a minha disposição que voltou totalmente. Quero curar agora a pele da minha perna esquerda, que já melhorou muito. Estou feliz e agradecida, um grandioso abraço.”

Creusa lara

 

“Eu uso cloreto de magnésio há uns meses por vários problemas diferentes que nem vou detalhar porque ainda estou fazendo exames para saber exatamente o que há, mas o CM me alivia as dores fortíssimas no corpo e a insónia entre outras coisas. Mas o meu depoimento aqui é pela minha irmã que conseguiu com CM se curar de uma osteomielite, que já havia aberto um buraco de uns 3cm na coxa que ia até no osso, com uma infecção gigantesca. O osso já quase quebrando pois já tinha sido comido pela bactéria, que estavam ainda pesquisando qual seria mesmo, tendo ficado internada no Hospital Cardoso Fontes sem condições de tratá-la e transferida de ambulância para Hospital Getulio Vargas, onde ficou mais 1 semana. Mas não tinham a placa de metal que ela precisaria pôr no fêmur e deram alta a ela. Então ela tentava uma vaga para cirurgia no INTO ou Hospital Pedro II, mas quando ela foi chamada o buraco já tinha fechado deixando apenas uma cicatriz profunda e o osso já tinha se refeito quase totalmente não sendo mais preciso a cirurgia. Ela andava muito mal só de muleta e hoje está ótima com respeito a esse problema, graças ao Cloreto, que inclusive o cirurgião aconselhou que ela continuasse usar, isso depois de surpreso perguntar como ela conseguiu se curar em casa e sem cirurgia!! 
Outra irmã toma para amenizar os sintomas do tratamento do câncer de mama e também está muito bem. Quase toda a minha família toma! (…).”

Rosane Albino

 

“Eu poderia apenas agradecer, pois deus é perfeito! Encontrei Dr. Moura falando sobre cloreto, mas já vinha tomando, melhorei doze doenças, digamos (discípulos) no corpo. (…) Perdi muito sono, e energia, tive fibromialgia, reumatismo, túnel do carpo, cervical para operar, sacral l4, l5, s1 também tireóide , refluxo, gastrite, uma paralisia na coxa direita, (…) ai eu comecei a tomar me curou; o cloreto de magnésio foi a minha grande sorte (…).”

Rosane Fátima Frassão

 

“Depois que passei a tomar curou meus joelhos. Um deles estava osso com osso. Sem cartilagem. Voltou ao normal. A perna já não está torta. Graças a Deus.”

Vandete Yungtay

 

“Faz 2 semanas que estou tomando as doses de cm e já estou sentindo diferença, tenho 55 anos, o calor da menopausa era vergonhoso não tenho mais, e o meu joelho? Tinha receio de descer escadas, hoje desço tranquilamente. Muito obrigada CM por vcocê existir.”

Reinilda Alves Dos Santos

         

“Olá, eu também já tomo cloreto de magnésio já há 2 anos e as articulações dos joelhos e cotovelos melhoraram 99 ,9 por cento, recomendo”.

Conceição Santos

 

“Eu tomo faz já algum tempo. Sou fibromiálgica, tinha problemas de travamento de coluna, dores nos joelhos. Tudo isso passou.S em falar em outros benefícios notados. Recomendei a todos os meus amigos e muitos deles já estão tomando também.”

Zilma Andrade

 

“Eu tive melhoras, quando juntei o ómega 3 e lugol, dores no joelho e dedão do pé, heranças do futebol.. Claro, com magnésio.”

Edson Araujo De Freitas

 

“Comecei a tomar por causa das câimbras, elas já sumiram, as dores nos pés também, zumbido nos ouvidos; estou bem, sem dor na coluna, nem nos quadris, estou feliz.”

Onofra Pires

 

“Curou a dor ciática e a dor que eu tinha no joelho operado!”

Amaro Pioli Caetano

 

“Comecei a usar o cloreto magnésio P.A há três meses. Mudou por completo minha saúde, tenho 70 anos, já não tenho mais nada de anormal na minha coluna e, acabou com a bursite, verrugas, dores no calcanhar e também inchaço nos pés.”

Geraldino Francisco Correa

 

 “Olá, uma série de problemas começou a tomar conta do meu corpo, a começar pelas arritmias que chegaram a ser sérias, logo veio umas dormências na face e nas pernas e braços, cheguei a pensar que em plenos 21 anos estaria sofrendo de AVC.. kkkk. Sem contar as enxaquecas que estavam ficando frequentes.. após pesquisar muito fiquei sabendo do magnésio, estou tomando há uma semana e praticamente cessaram todos os sintomas, também comecei a tomar o lugol 5% e selénio pois tenho um fraco hipotireoidismo.. esse site me ajudou muito. (…)”

Marco Machado

 

“Estou tomando o cm há quatro dias e já estou sentindo uma melhora de uns 50%, pois eu tomava um manipulado para artrose nos joelhos e coluna e também bico de papagaio na coluna e nos joelhos, e já estou há quatro dias sem tomar medicamento estou me sentindo muito bem. Eu me sentava e caminhava com muita dificuldade e em tão pouco tempo me tratando estou ótimo, caminho agora para todo o lado, não tenho mais dificuldade p/ sentar, para mim foi uma descoberta sensacional, tenho 52 anos e me sinto igual um garotão de 18 anos. DEUS obrigado por me mostrar o sal da vida!!!”

Jose Euripedes Fernandes

 

“O cloreto de magnésio está resolvendo a artrose no joelho.”

Genovefa Mikalovicz

 

“Olá!!! Tenho 60 anos estava com as pernas que não podia com o peso do corpo, os joelhos, as costas cheias de dores, parecia que estava com 90 anos; assistindo ao Dr. Lair Ribeiro e Dr. Arnoldo Veloso comecei a tomar cloreto de magnésio P.A. 3 vezes por dia, isso há seis meses; voltei no tempo, estou aparentando 50 anos, não sinto mais nada de dor no meu corpo! Até arritmia cardíaca comprovado por médicos das clinicas onde faço tratamento foi comprovado que não existem mais arritmias,  glória a DEUS e o mineral.”

José António da Costa

 

“Estou fazendo uso há quatro meses, tenho três bicos de papagaio na lombar e início de artrose nos joelhos. O resultado esta sendo ótimo.”

Claudia Stellato

 

“Comecei a tomar por causa dos meus joelhos, desde dezembro subo e desço muitas ladeiras… ajudou muito mesmo…e acho que ele melhorou muito meu sistema nervoso…”

Eliane Spengler

 

 “Boa noite, eu estou tomando o cloreto desde outubro e estou satisfeita com o resultado pois tinha fortes dores e um peso nas pernas, ao acordar de manha era um inferno, agora sinto-me bem.”

Anabela Castro

 

“Boa noite, estive a ler todos os comentários, vou falar da minha experiência com o magnésio. Eu estou na premenopausa, tenho muita ansiedade. Há 3 anos que tomava medicação, dois comprimidos por dia. Eu já não estava aguentando os efeitos secundários, dedos que não se moviam, queda de cabelo, ma circulação com varizes salientes, falta de vista e o pior, falta de açúcar, sem sono levantava-me de noite para comer açúcar. Fui ao medico de família perguntei se não havia outra alternativa pois não sentia melhoras, ai ele disse: em vez de dois por dia tome quatro comprimidos. Não disse nada, vim para casa e comecei a pensar. Só de doidos, o mês tem 30 dias, quatro por dia faz 124 comp. por mês. NÃO… ai pesquisei e então cheguei ao magnésio. Comecei a tomar há 3 meses, estou me sentindo muito bem tenho as pernas leves quase sem varizes, os meus dedos voltaram ao normal, os meus olhos estão melhor, esta tudo melhor, sintomas TPM nada, fui reduzindo os comprimidos hoje não tomo nada só o magnésio.”

Antónia

 

“Oi me chamo Marcelino. Moro em São Paulo. Esse ano completo 49 anos. Sou esportista amador. Adquiri em toda minha vida várias lesões. Coluna, ombro, punho, joelho, sempre com dores. Mas aproximadamente há 7 meses comecei a ingerir o cloreto de magnésio pa.  Meu deus é inacreditável a melhora na minha vida. Hoje vários familiares e amigos também fazem uso desse abençoado alimento (…).”

Marcelino

 

“Eu uso me sinto ótima. Eu tinha muitas dores nos pés, joelho, coluna; tomo todos os dias é sagrado, parar nunca mais.”

Neide Lança

 

“Tomo o cloreto de magnésio, só á noite… realmente passa as dores… antes sempre sentia dor de cabeça, dor nas pernas, nas costas, agora graças ao magnésio… não sinto mais essas dores, que atrapalhavam minha vida…e melhorou até meu sono…”

Susie Marinho

 

“Bom dia, gosto muito de praticar esporte, corrida, futebol, e há 4 anos, comecei a sentir dores das articulações dos pés, fui a um profissional da área, e após exames, constatou que tenho um desgaste natural nas juntas, e me recomendou que parasse de praticar tais esportes, fiquei indignado e muito mal, com a autoestima baixa, recentemente uma pessoa me indicou o cloreto de magnésio (…), comecei a tomar, e senti uma grande melhora, (…) li os testemunhos e fiquei muito contente com os resultados, desde já agradeço a todos.”

Wagner Cruz    

 

“Tenho 58 anos, sinto fibromialgia há 16 anos, hérnia de disco, começo de artrose, sinto muito cansaço, já levanto sem disposição.estou tomando o cloreto há 1 mês. Comecei a tomar 20 ml conforme esta prescrito. Agora tomo 100 ml já estou me sentindo melhor, meu joelho até desinflamou.(…) Creio que não vou mais parar de tomar pois estou muito feliz com esse mineral. Agradeço muito a vocês.”

Sonia Moreira Da Silva

 

“Estou tomando há um pouco mais de 3 meses, a melhora foi muito grande nas dores nos pés, coluna e no stress. Meus pés estavam endurecidos, envelhecidos,estão amolecendo como borrachas. Fico curiosa para saber as mudanças por dentro.(…)”

Djanira

 

“Sou usuária do cloreto de Magnésio P.A!! Não tenho mais dores no joelho!!”

Katia Santos

 

“Conheci o site quando estava pesquisando sobre remédios naturais para síndrome do pânico, me interessei e resolvi comprar. E hoje, acho que um ou dois meses usando todos os dias, sinto até vontade de chorar de alegria, pois as crises reduziram muito, é incrível pensar que o que eu sentia (o medo, depressão) não eram apenas coisa da minha mente, mas sim do meu corpo devido á carência de nutrientes, má alimentação. Sinto medo sim, mas posso dizer que de uma forma tolerável, humana e não duradoura, não como antes. Cada dia amo mais a natureza, nela tem tudo que precisamos para uma boa sobrevivência, descobrir esse suplemento (sem exagero) mudou a minha vida.PS: Até meu problema no osso do pé está mais leve, sinto menos dor. ”

Marta

 

“Verdade, me sinto bem melhor da circulação, parece que as minhas pernas ficaram mais leves, respiro melhor, tudo de bom.”

Fátima Viana

 

“Tomo e estou muito melhor das dores, osteoartrose na coluna e joelhos…”

Sueli Maria Fagundes

 

“Oi, boa noite! Comei a tomar o cloreto de magnésio porque estava me sentindo muito cansada. Percebi que fiquei mais disposta e as dores nas pernas passaram. Mas o maior benefício do cloreto pra minha vida foi que parei de sentir as ondas de calor da menopausa. Para mim foi maravilhoso! Muito bom mesmo!!!”

Maria Rivanilda

 

“Eu sentia muitas dores nas pernas e nas costa e mais coisas; tem uma duas semanas que praticamente estou BOA graça a deus e cloreto de Magnésio, estou boa.”

Gercina Silva

 

“Encontrei por acaso uma reportagem sobre o Cloreto de Magnésio p.a. e fiquei muito curiosa, a tal ponto que comprei logo pela internet. Tem 4 meses que comecei a tomar ( 2 colheres de sopa para 1 litro de água). E logo nos primeiros dias apareceram os benefícios: sumiram as dores nas pernas, melhorou 80% as dores de cabeça, emagreci 6 quilos, as dores da tendinite no ombro e mãos estão beeeeeeem menores e não acordo mais tantas vezes para urinar. Mas, o que mais me animou foi o controle da retocolite ulcerativa que me inferniza há 8 anos. Fui obrigada (por estar faltando o medicamento a base de Mesalazina no mercado) a reduzir a dose diária de remédios pela metade e até agora não tive nem uma crise. E quem tem sabe como é dolorosa e incapacitante as consequências de uma crise de colite.Nem mesmo o sangramento retal causado pela colite eu estou tendo. Só por isso já vale muito a pena tomar o cloreto de magnésio. De tanto falar dos benefícios (porque agora sou garota propaganda) meu marido resolveu tomar o cloreto. Então as dores diárias que tem na coluna reduziu ao nível do “quase não se percebe” . São calcificações, bicos de papagaio e osteoporose que o levaram a licença médica do trabalho. Também emagreceu, pararam as cãibras e dores musculares. Agora ele é mais um fã do CM. Me desculpe pelo longo depoimento. Mas foram os depoimentos que me deram ânimo para experimentar o CM. Obrigada a todos que divulgam essa maravilha.”

Flavia Maia Lopes

 

“Estou tomando cloreto de magnésio p.a, há mais de um ano, recomendo a usarem, pois melhorei a minha circulação, dores nas pernas, e durmo bem e depois que estou não tive mais inflamação de garganta.”

Silva

 

“Desde que tomo o cloreto de magnésio deixei de sentir a dor ciática que muito me atormentava no músculo a seguir á coxa da perna.”

Zeca Lello

 

“Comecei a tomar faz 15 dias, o resultado está sendo bem rápido. Tinha dores nas pernas e braços, principalmente quando o tempo esfria, não tenho mais nenhuma dor, tinha uma verruga de pele no braço, ela esta secando e diminuindo, como se eu tivesse passado algum remédio subcutâneo. Aumentou a disposição pra tudo. Não vou parar de tomar. Vale a Pena!!”

Aleia

 

“Olha, o cloreto de magnésio é um santo remédio, minha mãe estava quase sem andar por causa da coluna e hoje ela anda perfeitamente (um ano depois do uso) ela tinha queimações nas pernas e as pernas adormeciam todas as noites isso há muito tempo, tomando três copinhos de café ao dia ela sarou completamente, não sente mais nada, acreditem e façam bom uso.”

Sandra

 

“Comecei a tomar o Cloreto de Magnésio PA, por volta de 1 mês e meio atrás e estou graciada com tanta eficácia!!! Não so eu, mas o meu esposo também esta a tomar e igualmente observou melhoras significativas em varias coisas. Eu por exemplo tive uma melhora radical na energia, antes estava cansada e sempre cheia de dores nas costas e pernas e hoje sinto vitalidade, energia e menos mas muito menos cansaço!!! O resultado foi tão bom que recomendei já a alguns familiares. Realmente uma descoberta inédita e acessível a todos!!! Um agradecimento especial a D. Isabel Pato, por tamanha simpatia e disponibilidade, bem como profissionalismo e seriedade no transporte, mesmo tendo sido para fora de Portugal, chegou tudo perfeito!!! Um Bem -haja a Fundação A. Shiva!!!”

Tânia Aquino

 

“Tomo há mais de 4 anos. Curou meu joelho. E não tenho dores nas juntas, costas, em lugar algum, graças a Deus”

Vandete Yungtay

 

“Comecei a tomar tem 2 semanas! Com 1 semana de uso parei de sentir dores nos joelhos e dor na articulação do quadril com o fêmur! INCRÍVEL! Cabelos pararam de cair também, cerca de 90%. Eu tinha um cansaço diário que nada fazia melhorar, tipo fadiga crónica! Com uma semana de uso não sinto mais cansaço algum e estou sempre com disposição! Estou indicando o cloreto de magnésio para todos e realmente é tudo o que estão dizendo aqui!”

Winderson

 

 “Eu estava com diagnostico de artrose nos dois joelhos, não conseguia sequer levantar sem apoio e o traumato receitando injeções e gel para tomar. Em 3 meses tomando Cloreto de Magnésio PA não sinto mais nada e até para o sono tomo também á noite há 6 meses. Fora as dores de 3 hérnias de disco na coluna que sumiram e outro traumato queria fazer punção. Minha vida é AC e DP do Cloreto.”

Gessy Tavares

 

“Tenho 59 anos e tomo Magnésio, minha vida mudou muito depois que adotei esse mineral. Tenho muita saúde e disposição, dores? Não tenho mais, aquelas noites de terror com dores nos ombros e nos pulsos. Joelhos doendo a ponto de não usar saltos, nem ajoelhar? Não lembro mais desse tempo. Usem e vejam os resultados fantásticos.”

Elizia Nunes

 

“Sofrí muito c/ dores no joelho e no nervo ciático (terrível, não desejo a ninguém), fui p/ emergência, depois, em consultas c/ 2 ortopedistas, fiz exames, passaram remédios e nada de melhorar, felizmente descobri o Cloreto de Magnésio P.A. (em pó), em poucos dias fiquei boa e não senti mais nada. Na minha casa não pode faltar, tomo todos os dias, é uma maravilha para saúde.”

Cema Assis

 

Agradecemos aos nossos leitores por terem partilhado as suas experiências de forma a que outros possam beneficiar de uma melhor qualidade de vida também.

Relembramos que os resultados que partilhamos no nosso site são acerca do cloreto de magnésio P.A. em sais. Porquê Cloreto de magnésio P.A.? Porque daqui se extrai todas as formas de magnésio que o organismo humano usa nas infinitas ações químicas e biológicas. Outra forma não vai repor o equilíbrio, mas somente restaurar uma carência específica.
Saiba mais informações no seguinte artigo:
http://solucaoperfeita.com/antoniotfernandes/magnesio-sal-da-vida/

 

Composto por:

Elisabete Milheiro

 

Nota:

A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online, ou, Questão ao Naturopata, ou, A Saúde Quântica Responde, ou, “A Saúde Integral tem a Solução”.

 

Pack de 5 Cloreto de Magnésio P.A. 100g + Oferta de 100g

Óleo de Magnésio

Cloreto de Magnésio para óleo

Loção Shiva

Loção Shiva Canforada

Pack de 10 Cloreto de Magnésio P.A. + Oferta de óleo de magnésio

Pack de 10 Cloreto de Magnésio P.A. + Oferta de loção Shiva

Pack de 10 Cloreto de Magnésio P.A. + Oferta de loção Shiva Canforada

 

Ossos e Magnésio

As doenças nos ossos e a deficiência em magnésio

 

Uma dieta que atua na prevenção de doenças nos ossos deve contar também com o magnésio. A deficiência em magnésio no organismo reduz a absorção e o metabolismo do cálcio, impedindo que a quantidade correta do mineral seja direcionada à formação de ossos mais fortes.

Níveis adequados de magnésio são essenciais para a absorção e utilização do cálcio: o magnésio estimula a produção de calcitonina, uma hormona que ajuda a preservar a estrutura óssea e retira o cálcio excedente da circulação sanguínea e dos tecidos moles, fixando-o no osso. Também suprime a ação de outra hormona ligada ao metabolismo ósseo, a paratormona, reduzindo a reabsorção óssea. O magnésio é necessário para converter a vitamina D inativa na sua forma ativa, o que ajuda a aumentar a absorção de cálcio. As reações enzimáticas necessárias para a formação do osso novo são magnésio dependentes.

Apresentamos de seguida alguns comentários que temos recebido dos nossos leitores que beneficiaram com a reposição dos níveis de magnésio.

“Olá! Tenho artrite reumatóide desde os 4 anos de idade (hoje estou com 44 anos). Por conta da artrite e de fatores hereditários, hoje tenho osteopenia grave e artrose na cervical e lombar, além de bicos de papagaio e outros. Ultimamente vinha com dores horríveis na coluna, acompanhadas de uma sensação de peso nas costas. Não dormia direito, as dores eram quando estava sentada, em pé, deitada, com ou sem atividade física e alongamentos (que apenas atenuavam)…. Bom, minha história aqui é só um breve resumo… estou há 10 dias tomando o cloreto de magnésio e parece milagre…. Minha lombar está praticamente sem dor e sem a sensação de peso… minha cervical está melhorando dia a dia… estou com menos inflamação e dormindo consideravelmente melhor…. Estou indicando para todas as pessoas que conheço e vou ter que fazer alguma coisa para que outras pessoas também possam ser beneficiadas… agradeço a deus por esse milagre e espero que seja cada dia melhor…..”

Cynthia soares

 

“Olha fui curada de osteopenia, o gráfico de antes e depois dos exames que fiz é visível da minha cura. Eu disse para minha médica que quem me curou foi o Cloreto de Magnésio. Tenho 48 anos, no primeiro exame que fiz o laudo e o gráfico disse que os meus ossos não condiziam com a minha idade. Meus ossos eram de pessoas com idade de 70 anos. Aí depois que comecei a tomar o Cloreto de magnésio resultado disse que os meus ossos condizem com a minha idade. Muito feliz estou !!”

sheila

 

“Encontrei por acaso uma reportagem sobre o Cloreto de Magnésio p.a. e fiquei muito curiosa, a tal ponto que comprei logo pela internet. Tem 4 meses que comecei a tomar ( 2 colheres de sopa para 1 litro de água). E logo nos primeiros dias apareceram os benefícios: sumiram as dores nas pernas, melhorou 80% as dores de cabeça, emagreci 6 quilos, as dores da tendinite no ombro e mãos estão beeeeeeem menores e não acordo mais tantas vezes para urinar. Mas, o que mais me animou foi o controle da retocolite ulcerativa que me inferniza há 8 anos. Fui obrigada (por estar faltando o medicamento a base de Mesalazina no mercado) a reduzir a dose diária de remédios pela metade e até agora não tive nem uma crise. E quem tem sabe como é dolorosa e incapacitante as consequências de uma crise de colite. Nem mesmo o sangramento retal causado pela colite eu estou tendo. Só por isso já vale muito a pena tomar o cloreto de magnésio. De tanto falar dos benefícios (porque agora sou garota propaganda) meu marido resolveu tomar o cloreto. Então as dores diárias que tem na coluna reduziu ao nível do “quase não se percebe”.  São calcificações, bicos de papagaio e osteoporose que o levaram à licença médica do trabalho. Também emagreceu, pararam as cãibras e dores musculares. Agora ele é mais um fã do CM. Me desculpe pelo longo depoimento. Mas foram os depoimentos que me deram ânimo para experimentar o CM. Obrigada a todos que divulgam essa maravilha.”

Flavia Maia Lopes

 

“Tive o terrível incómodo da dor no nervo ciático e curei completamente já há algum tempo, usando CLORETO DE MAGNÉSIO P.A. (para análise – só serve deste). Não é medicamento, é um suplemento que combate artrite, artrose, osteoporose etc. e entre vários outros benefícios, acaba com a dor ciática. É incrível mesmo.”

Ildeu Soares

 

“Eu já tomo o Cloreto de Magnésio P.A. há uns 6 anos e posso dizer ele é maravilhoso. Pois, no dia 25 de setembro quebrei o braço (…)  fiquei apavorada já tenho 65 anos.Mas o meu osso foi totalmente refeito, porque tomando cloreto de magnésio P.A. não tenho nem sinal de osteoporose. Minha pressão era 20/14 hoje é 12/08. Tenho a certeza que o bendito cloreto de magnésio o PA fez milagre com a ajuda de DEUS é claro.”

Catarina Destacio

 

 “Tomo e estou muito melhor das dores..osteo-artrose na coluna e joelhos….”

Sueli Maria Fagundes

 

“Eu uso cloreto de magnésio há uns meses por vários problemas diferentes que nem vou detalhar porque ainda estou fazendo exames para saber exatamente o que há, mas o CM me alivia as dores fortíssimas no corpo e a insónia entre outras coisas. Mas o meu depoimento aqui é pela minha irmã que conseguiu com CM se curar de uma osteomielite, que já havia aberto um buraco de uns 3cm na coxa que ia até no osso, com uma infecção gigantesca. O osso já quase quebrando pois já tinha sido comido pela bactéria, que estavam ainda pesquisando qual seria mesmo, tendo ficado internada no Hospital Cardoso Fontes sem condições de tratá-la e transferida de ambulância para Hospital Getulio Vargas, onde ficou mais 1 semana. Mas não tinham a placa de metal que ela precisaria pôr no fêmur e deram alta a ela. Então ela tentava uma vaga para cirurgia no INTO ou Hospital Pedro II, mas quando ela foi chamada o buraco já tinha fechado deixando apenas uma cicatriz profunda e o osso já tinha se refeito quase totalmente não sendo mais preciso a cirurgia. Ela andava muito mal só de muleta e hoje está ótima com respeito a esse problema, graças ao Cloreto, que inclusive o cirurgião aconselhou que ela continuasse usar, isso depois de surpreso perguntar como ela conseguiu se curar em casa e sem cirurgia!! 
Outra irmã toma para amenizar os sintomas do tratamento do câncer de mama e também está muito bem. Quase toda a minha família toma! (…).”

Rosane Albino

 

“Boa noite. Conheço o cloreto de magnésio há mais de um ano. Como sofria muito com dores por todo o corpo, sendo diagnosticada fibromialgia, artrite reumatóide, enxaqueca, bico de papagaio e artrose na lombar e joelhos. Já não aguentava mais sofrer de dores. Tenho uma filha especial e o ano passado caiu quebrando o braço – foi colocado 5 pinos e depois de 4 meses o lugar onde foi quebrado não tinha colado e o medico disse que se em mais 2 meses não colasse teria que operar de novo. Passou cálcio e me pediu uma densitometria óssea. Fiz o exame e levei resultado ao ortopedista e ele ficou espantado. Disse que ela estava com osteoporose de uma mulher de mais de oitenta anos. Chegando em casa, procurei na internet qual o tratamento e achei o cm. Comprei e estou dando desde o mês 10 do ano passado. No mês 1 deste ano fiz uma tomografia do braço dela e já estava colado e o osso calcificado. Eu, meu esposo, minha outra filha estamos tomando. Resultados, CUROU: bursite, osteopenia, TPM, acne, cólicas menstruais e artrose que estava me incomodando demais, e estou fazendo o que o Dr. Luiz Moura falou em outro vídeo, para fibromialgia. Faço a auto-hemoterapia e estou quase sem dor, voltei a trabalhar, pois estava parada há mais de 10 anos. Agradeço primeiro a Deus que deixou para nós esse maravilhoso tratamento que é o cm e a AUTO HEMOTERAPIA. GLORIA A DEUS PELA NATUREZA MARAVILHOSA QUE NOS DEIXOU PARA SERMOS CURADOS.”

Eva Maria Santana

 

Agradecemos aos nossos leitores por terem partilhado as suas experiências de forma a que outros possam beneficiar de uma melhor qualidade de vida também.

Relembramos que os resultados que partilhamos no nosso site são acerca do cloreto de magnésio P.A. em sais. Porquê Cloreto de magnésio P.A.? Porque daqui se extrai todas as formas de magnésio que o organismo humano usa nas infinitas ações químicas e biológicas. Outra forma não vai repor o equilíbrio, mas somente restaurar uma carência específica.
Saiba mais informações no seguinte artigo:
http://solucaoperfeita.com/antoniotfernandes/magnesio-sal-da-vida/

 

Composto por:

Elisabete Milheiro

 

Nota:

A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online, ou, Questão ao Naturopata, ou,  A Saúde Quântica Responde, ou, “A Saúde Integral tem a Solução”.

 

 

Pin It on Pinterest

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar no nosso site consente a utilização dos mesmos. Saiba mais sobre os cookies aqui

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close