O que é o Resveratrol?

O que é o Resveratrol?

O que é o Resveratrol?

 

O que é o Resveratrol?

O resveratrol é um polifenol não-flavonóide que se encontra naturalmente em alguns alimentos, tais como, uvas, vinho, amendoins ou mirtilo. O interesse pelo resveratrol expandiu-se depois de ter sido identificado como sendo um polifenol ativo, que poderia ter ação cardioprotetora por inibir a agregação plaquetaria e diminuir os níveis de lipoproteínas de baixa densidade, o considerado “mau” colesterol.

Como foi descoberto o Resveratrol?

O resveratrol foi isolado pela primeira vez em 1939 dos extratos etanólicos das raízes do heléboro-branco (Veratrum grandiflorum O. Loes). Em 1976, foi caracterizado como uma fitoalexina, isto é, um metabolito produzido nas plantas induzido pelo stress como mecanismo de defesa em resposta a condições desfavoráveis, tais como fungos, bactérias, radiação ultravioleta, etc.

O Resveratrol ganhou alguma relevância na sociedade com a publicação do artigo onde era descrito o “Paradoxo Francês”. Este paradoxo sugeria que a população francesa, que consome um nível relativamente elevado de gorduras saturadas provenientes da sua dieta, tem uma taxa de mortalidade devida a doenças cardiovasculares relativamente baixa, sendo apontado como causa o consumo de vinho. Nessa altura foi sugerido que o Resveratrol seria o componente do vinho responsável pelo reduzido nível lipídico plasmático. No entanto, estas conclusões são controversas, visto que em condições
ambientais não extremas, a quantidade de fitoalexina na casca das uvas é muito baixa (0,16-3,54 µg de trans-RSV/g). Assim, o conteúdo de resveratrol no vinho é muito baixo, variável e imprevisível. Para ingerir 25 mg de resveratrol ter-se-ia que
consumir em média mais de 4 L de vinho tinto. Para além da casca da uva, o resveratrol encontra-se noutras espécies vegetais, tais como, mirtilo, amendoins e uvas.

Em 1997, uma publicação na conceituada revista Science descrevia, pela primeira vez o potencial anticancerígeno do resveratrol no cancro da pele. A partir desta publicação o número de artigos sobre o potencial do resveratrol no tratamento de certas doenças aumentou a uma velocidade exponencial.

 

Investigações sobre o Resveratrol

Investigações subsequentes sobre as atividades farmacológicas do resveratrol revelaram que esta molécula possui também propriedades antioxidantes, anticancerígenas e antiinflamatórias Para além disto, em 2003 resveratrol foi descoberto como sendo um ativador da desacetilase sirtuína 1 (SIRT1). As sirtuínas são uma classe de enzimas que parecem estar relacionadas com o envelhecimento e na regulação da transcrição, apoptose e resistência ao stress, como também com regulação de processos metabólicos em situações de baixa quantidade de calorias.

Nos anos que se seguiram, o resveratrol foi extensivamente estudado in vitro e in vivo nas mais variadas doenças. Alguns estudos sugerem que o resveratrol tem efeitos benéficos em doenças metabólicas, como o diabetes e a obesidade, e também em doenças cardiovasculares, cancro e doenças neurodegenerativas.

 

Fonte: RESVERATROL: DO LABORATÓRIO À CLÍNICA, Ana Margarida Carmo Viola,  Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra, 2016

Nota:

A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online, ou,  Há sempre uma solução perfeita na Casa Escola António Shiva.

Resveratrol

 

Envelhecimento e Magnésio

Envelhecimento e Magnésio

Envelhecimento e Magnésio

Envelhecimento e Magnésio

O magnésio tem várias funções importantes para manter o corpo em forma, jovem e saudável. Ele é necessário para a produção de ácido gástrico e também é necessário para estimular enzimas amilolíticas. O Magnésio rejuvenesce e impede a calcificação dos nossos órgãos e tecidos, que é característica da degeneração relacionada com a velhice do nosso corpo.

O Magnésio não é nada menos que um mineral milagroso no seu efeito sobre a cicatrização de uma vasta gama de doenças, bem como na sua capacidade de rejuvenescer e evitar o envelhecimento do corpo. Sabemos que é fundamental para muitas reações enzimáticas, em especial no que diz respeito às celulares de produção de energia, para a saúde do cérebro e o sistema nervoso, e também para os dentes e ossos saudáveis.

Um novo estudo aponta que a falta de magnésio acelera o envelhecimento das células. Segundo a pesquisa feita nos Estados Unidos, a deficiência crónica do mineral pode promover ou acelerar doenças. 

O magnésio é fundamental para uma série de processos biológicos, sejam metabólicos, regulatórios ou estruturais e a sua presença é necessária para que muitas enzimas funcionem corretamente. 

Para entender melhor como a deficiência de magnésio contribui para as doenças, David Killilea e Bruce Ames, do Departamento de Biologia Molecular e Celular da Universidade da Califórnia, em Berkeley, analisaram os efeitos de longo prazo da deficiência moderada do mineral em fibroblastos: células que fornecem a base estrutural para muitos tecidos no corpo humano. 

Os cientistas cultivaram as células durante toda a sua vida útil, um período de três a quatro meses, para imitar os efeitos da falta de magnésio. Descobriram assim que, apesar de as células sobreviverem e se dividirem normalmente em condições de pouco magnésio, pareciam envelhecer mais rápido que as células com concentrações normais de magnésio. “A deficiência de magnésio afeta a maneira como as células envelhecem. E o envelhecimento celular acelerado afeta a maneira como funcionam os tecidos”, afirmou David Killilea, do Centro de Nutrição e Metabolismo do Children’s Hospital Oakland Research Institute. “Agora acreditamos que as consequências celulares da deficiência de magnésio poderão conduzir a enfermidades crónicas”, acrescentou.

Mesmo com a descoberta, é difícil diagnosticar e tratar a deficiência moderada de magnésio, já que não existe um bom indicador de laboratório para mapear essa condição. “É possível ter uma deficiência moderada de magnésio durante muito tempo sem saber”, explicou Killilea.

Fonte: http://www.jstor.org/stable/25461684?seq=1#page_scan_tab_contents

 

Relembramos que os resultados que partilhamos no nosso site são acerca do cloreto de magnésio P.A. em sais. Porquê Cloreto de magnésio P.A.? Porque daqui se extrai todas as formas de magnésio que o organismo humano usa nas infinitas ações químicas e biológicas. Outra forma não vai repor o equilíbrio, mas somente restaurar uma carência específica.
Saiba mais informações no seguinte artigo:
http://solucaoperfeita.com/antoniotfernandes/magnesio-sal-da-vida/

Nota:

A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online, ou,  Há sempre uma solução perfeita na Casa Escola António Shiva.

Pack de 5 Cloreto de Magnésio P.A. 100g + Oferta de 100g

Óleo de Magnésio

Cloreto de Magnésio para óleo

Loção Shiva

Loção Shiva Canforada

Pack de 10 Cloreto de Magnésio P.A. + Oferta de óleo de magnésio

Pack de 10 Cloreto de Magnésio P.A. + Oferta de loção Shiva

Rejuvenescimento – Cloreto de Magnésio P.A.

Rejuvenescimento – Cloreto de Magnésio P.A.

Rejuvenescimento

Depoimento – Cloreto de Magnésio P.A.

Rejuvenescimento

Partilhamos aqui este depoimento acerca dos benefícios do Cloreto de Magnésio P.A., pois considerámos de extrema importância o facto de um dos benefícios em repor a carência em magnésio ser o Rejuvenescimento. Numa altura em que todos procuram pela “beleza eterna”, e tendo em conta que a Beleza começa dentro de cada um, mas adquire-se com a harmonia de todas as partes: Mente, corpo, alma.

Como diz Wallace D. Wattles em CIÊNCIA PARA FICAR RICO, “nenhum deles é melhor ou mais sagrado do que o outro; todos são igualmente desejáveis, e nenhum dos três – corpo, mente ou alma – pode viver completamente se qualquer uma das outras partes for suprimida da plena expressão.”

Depoimento – Rejuvenescimento

“Eu fiquei sabendo das possibilidades do cloreto através de um amigo que estava usando e achei que poderia ser bom para os meus pais, já que minha mãe sofre do mal de parkinson.

Bom, faz um mês que eles estão tomando e meu pai tem tido uma resposta realmente sensacional.

Isso me espantou porque, de acordo com a literatura a que tive acesso na internet, os resultados apareceriam depois de alguns meses de uso.

Pois meu pai, que tem 73 anos e antes muitas dores, está com uma disposição de 40.

E mais, um enorme caroço que ele tinha nas costas desapareceu.

Uma tia que também está tomando, também está com outra disposição.

Espero que dentro de algum tempo minha mãe também melhore.

Por tudo isso fico-lhe muito grata e espero que este depoimento contribua para difundir mais ainda as magníficas propriedades do cloreto de magnésio.

Grande abraço”

Alda Alexandre

Magnésio para uma pele Rejuvenescida

Magnésio para uma pele Rejuvenescida

 Magnésio para uma pele Rejuvenescida

 

O Magnésio e a nossa pele

O Magnésio é essencial à vida do corpo humano; ele é essencial a mais de 300 reações metabólicas do nosso organismo, e não é estranho que ele seja necessário e essencial ao rejuvenescimento da nossa pele.

Quando nascemos já trazemos dentro de nós um Kit que contém  todas as condições para proporcionar  uma vida longa e Feliz. Mas porque isso não acontece?

Kit da Juventude

O nosso organismo é super inteligente;  Claro que o Kit consiste em ter as ferramentas necessárias para transformar aquilo que ingerimos em Saúde, beleza e Bem-estar. O Problema é quando ele não está a receber aquilo que necessita para o fazer.

Quando ele não obtem através da comida as substâncias necessárias ao seu bom funcionamento, ele vai procurar outras formas, tudo em prol da sobrevivência do organismo, e procurando ao máximo o bem-estar de todo o corpo.

Sendo o seu objectivo máximo a vida, ele utiliza tudo o que for necessário para se manter, mas, sem as condições necessárias, a qualidade de vida começa a diminuir.

O Magnésio em si não cura nada, e o oxigénio também não! Mas experimente ficar sem respirar…

 

E assim o nosso organismo sobrevive, mas não  nos conseguindo livrar das doenças associadas á privação das substâncias essenciais á vida.

O nosso maior orgão – a pele

A pele é o maior órgão que possuímos em todo o nosso corpo. È um orgão excretor (fazendo a limpeza do organismo) e que absorve (as substâncias que entrarem em contacto com ele – por isto se deve ter cuidado com o que se aplica na nossa pele…).

A nossa pele demonstra de forma bem visível o estado do nosso interior. Uma pele que perdeu a sua elasticidade, brilho, e capacidade de rejuvenescimento é um sinal evidente da falta de alguma substância necessária a que esse processo aconteça naturalmente.

Alimentando a pele

Quando uma árvores está dando frutos pequenos e sem qualidade, o que se faz? Tratam-se os frutos ou vai-se ás “raizes” da questão? Claro que se procede a fornecer um bom adubo para a terra que alimenta a árvore.

Então porque se continua a usar cremes para rugas?

As rugas já são o Fruto – Fruto de uma pele mal alimentada.

 

Quando existe uma carência de Magnésio, a pele perde a sua elasticidade, brilho e capacidade de rejuvenescimento. Como isso acontece?

Sabemos que o Magnésio é essencial para o metabolismo do Cálcio. Sem magnésio suficiente no nosso organismo, o calcio, em vez de se fixar nos ossos e dentes, fixa-se nos orgãos, tecidos moles, articulações e inclusive dentro das artérias, e células.

A pele torna-se frágil, rígida e propensa a se “rasgar” e enrugar com mais facilidade, devido ao cálcio acumulado nas células.

A minha pele já atingiu um grau de envelhecimento muito avançado, será que ainda posso reverter esse envelhecimento?

Nas doses corretas, o Magnésio devolve a saúde a todo o corpo em geral. Ele pode ser aplicado topicamente ou tomado.

Topicamente ele pode ser aplicado através de soluções diluídas de cloreto de Magnésio P.A., através de banhos com Sais de Epson (Sulfato de Magnésio), ou através de Óleo de Magnésio.

Os Sais de Epson

Os Sais de Epson são diretamente extraídos nas termas de Epson, em Inglaterra. Muito conhecidas pelas suas propriedades curativas, deram a conhecer as propriedades do Sulfato de magnésio e os seus benefícios para o nosso organismo, proporcionando o alivio das dores localizadas, cansaço, e proporcionando o relaxamento do corpo e da mente.

O Óleo de Magnésio

O Óleo de Magnésio é uma solução concentrada, feita diretamente a partir do cloreto de Magnésio. Ele pode ser aplicado diretamente nos locais mais afetados, não só pelo envelhecimento, como de outro tipo de problemas, sejam eles dores, calcificações, inflamações e infeções internas. Este proporcionará um alivio muito rápido devido á sua ação localizada.

O Cloreto de Magnésio P.A.

O Cloreto de Magnésio P.A. pode ser tomado e também aplicado diretamente no local. Tomado ele agirá sobre todo o corpo, não só aliviando as dores localizadas mas também fornecendo ao corpo a sua dose necessária ao bom funcionamento de todo o organismo. As soluções diluídas devem ser usadas na limpeza de feridas, infeções e inflamações externas e em casos de problemas de pele tais como alergias, bactérias, fungos e outros (psoríase, acne, etc.). O Cloreto de Magnésio P.A. produz no corpo uma ação cicatrizante muito rápida, sendo muito eficiente em estancar o sangue, no caso de cortes.

Qual a diferença entre Cloreto de Magnésio e Cloreto de Magnésio P.A.?

A designação P.A. quer muito simplesmente dizer “para análise”. Através do Cloreto de Magnésio P.A. podem ser retirados todos os outros tipos de Magnésio.

Qual o tipo de Magnésio que se ajusta mais ao meu organismo?

A questão dos tipos de Magnésio enquadra-se com a questão da absorção. Podemos perguntar qual dos tipos de magnésio é melhor absorvido pelo nosso organismo. Mas a resposta a essa pergunta está diretamente dependente do conhecimento do estado do organismo individual.

O Cloreto de Magnésio P.A. revela-se como a melhor opção devido ao facto de conter nele todos os tipos de Magnésio necessários ao organismo. Este vai utilizar o que for mais ajustado a ele, simplificando o problema de saber qual o tipo que se ajusta melhor a cada um.

 

Elisabete Milheiro

 

Relembramos que os resultados que partilhamos no nosso site são acerca do cloreto de magnésio P.A. em sais. Porquê Cloreto de magnésio P.A.? Porque daqui se extrai todas as formas de magnésio que o organismo humano usa nas infinitas ações químicas e biológicas. Outra forma não vai repor o equilíbrio, mas somente restaurar uma carência específica.
Saiba mais informações no seguinte artigo:
http://solucaoperfeita.com/antoniotfernandes/magnesio-sal-da-vida/

Nota:

A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online, ou,  Há sempre uma solução perfeita na Casa Escola António Shiva.

Pack de 5 Cloreto de Magnésio P.A. 100g + Oferta de 100g

Óleo de Magnésio

Cloreto de Magnésio para óleo

Loção Shiva

Loção Shiva Canforada

Pack de 10 Cloreto de Magnésio P.A. + Oferta de óleo de magnésio

Pack de 10 Cloreto de Magnésio P.A. + Oferta de loção Shiva

 

Saiba mais sobre o Óleo de Magnésio:

 

 

Consulte também as:

Perguntas e Respostas

Pin It on Pinterest

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar no nosso site consente a utilização dos mesmos. Saiba mais sobre os cookies aqui

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close