Deficiência de Magnésio, Vitamina D e Cálcio

vitamina d

Deficiência em Magnésio 

A deficiência em magnésio é um factor importante nos resultados obtidos na vitamina D. De acordo com a Dra. Carolyn Dean, perita em magnésio e Directora Médica da Associação Nutritiva não lucrativa do magnésio, a eficácia e os benefícios desta vitamina são extremamente minados na ausência dos níveis adequados de magnésio no corpo.

O magnésio actua com, e é essencial à actividade da vitamina D, no entanto a maioria das pessoas não obtêm a dose diária recomendada deste mineral importante.

Deficiência em Vitamina D

A vitamina D é obtida a partir da exposição à luz solar e é encontrada em alguns alimentos. Pesquisas mostraram que a deficiência desta vitamina é um grande fator em inúmeras doenças.

 “Muitos povos começaram a tomar consciência dos benefícios de saúde surpreendentes que a vitamina D tem para oferecer na prevenção da doença, mas não podem obter os seus benefícios completos sem igualmente suplementar as suas dietas com o magnésio, que é um nutriente vital que trabalha cinegeticamente com essa vitamina,” diz a Dra. Dean.

Níveis Adequados de Magnésio

“Os níveis adequados de magnésio no corpo são essenciais para a absorção e o metabolismo não somente da vitamina D mas do cálcio também. O magnésio converte a vitamina D de modo que possa ajudar na absorção do cálcio. O magnésio estimula uma hormona particular, a calcitonina, que ajuda a preservar a estrutura do osso, resgata o cálcio de onde ele não pertence, colocando-o de novo nos ossos, impedindo a osteoporose, artrite e as pedras no rim.”

Dr. John Cannell, Director Executivo do Conselho não lucrativo da Vitamina D, reconhece igualmente a importância do magnésio como um nutriente exigido para o metabolismo apropriado dessa vitamina, ao adicionalmente mencionar diversos estudos que ilustram este ponto. O magnésio activa a vitamina D, e esta, por sua vez, inibe o depósito do cálcio nas artérias.

Um novo estudo conduzido pelo professor Qi Dai, da Vanderbilt University, em parcerias com pesquisadores de Harvard, descobriu que o consumo elevado de magnésio na dieta ou o uso de suplementos está associado com uma redução significativa dos riscos de deficiência ou insuficiência de vitamina D. O estudo teve com base informações do National Health and Nutrition Examination Survey.

O levantamento, publicado na BMC Medicine, mostrou ainda que altos níveis séricos de vitamina D foram associados com riscos reduzidos de morte por doenças cardiovasculares e cancro colo-rectal apenas entre as pessoas com elevada ingestão de magnésio.

A pesquisa foi realizada com apoio do National Institutes of Health, o Instituto Americano para Pesquisa do Cancro e do Instituto Vanderbilt de Pesquisa Clínica e Translacional.

Pin It on Pinterest

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar no nosso site consente a utilização dos mesmos. Saiba mais sobre os cookies aqui

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close