Efeitos Neuroprotectores do Resveratrol

 

Efeitos Neuroprotectores do Resveratrol

 

Nas patologias neurodegenerativas, o processo patológico subjacente é semelhante e está ligado a vias importantes do processo de envelhecimento. Não é, portanto, surpreende que o resveratrol exiba características neuroprotectoras através das suas propriedades anti-mielogénicas, -inflamatórias e -oxidantes.

Dado que cérebro é um órgão muito susceptível ao stress oxidativo por possuir uma elevada taxa de consumo de oxigénio, elevadas quantidades de ácidos gordos passíveis de sofrer peroxidação lipídica, baixa capacidade de regeneração e quantidade de substâncias anti-oxidantes, as ERO estão presentes em elevada quantidade, podendo aumentar a produção da proteína β-amilóide e, consequentemente, originar condições de stress oxidativo.

Assim, os radicais livres parecem desempenhar um papel importante no envelhecimento do sistema nervoso, sendo a doença de Alzheimer uma das patologias neurodegenerativas que se pensa ser influenciada pelo envelhecimento. A produção do péptido β-amilóide e os agregados de fibrilhas amilóides são os alvos terapêuticos no combate a esta doença.

Tendo em conta que o stress oxidativo acelera a progressão da doença, a utilização de anti-oxidantes poderá ser considerada uma abordagem terapêutica oportuna na prevenção de danos neuronais.

Como referido anteriormente, o resveratrol possuí fortes propriedades anti-oxidantes, não só por actuar como um sequestrador de radicais livres mas também por suprimir a produção de radicais livres, protegendo os neurónios de danos oxidativos. Possui, ainda, capacidade de reduzir a citotoxicidade provocada pelos péptidos β-amilóides, melhora as respostas glial, inflamatória e oxidativa, in vitro, protege as células da morte celular e acumulação de ERO e suprime uma das vias de produção da proteína β-amilóide, reduzindo a sua produção. Além disso, o resveratrol prolonga a síntese do péptido β-amilóide, em culturas de neurónios.

Vários relatos demonstram que a inflamação que ocorre no sistema nervoso central desencadeia a libertação de mediadores pró-inflamatórios e inflamatórios como as ERO, as espécies reactivas de azoto, citoquinas e neurotransmissores, conduzindo,
eventualmente, à inflamação de neurónios e morte celular.

Assim sendo, de acordo com as características anti-inflamatórias do resveratrol, este previne os efeitos pró-inflamatórios do péptido β-amilóide, em macrófagos, reduz a activação microglial relacionada com a deposição amilóide, reduz a activação dos factores de transcrição NF-κB e JNK, a isquemia cerebral induzida e a regulação da COX-2.

Resumidamente, o resveratrol é responsável por diminuir toda a resposta neuroinflamatória associada à doença de
Alzheimer, melhorando os prejuízos de memória e aprendizagem.
No que respeita aos efeitos anti-miloidogénicos, verificou-se que o resveratrol diminuiu a quantidade de proteína β-amilóide produzida, sua agregação e acumulação, e destabilização de neurofibrilas, abrandando a progressão da neurodegeneração. Além do mais protege os neurónios da neurotoxicidade e apoptose induzidas pelo péptido βamilóide, in vitro. A sua acção não se verifica ao nível da produção mas, sim, a nível da promoção da libertação proteolítica do péptido.

De acordo com todos estes efeitos, o resveratrol poderá ser uma molécula com acções promissoras na doença de Alzheimer melhorando as capacidades de memória e aprendizagem que com a evolução da doença se vão degradando cada vez mais.
Em conclusão, na doença de Alzheimer, o resveratrol promove a eliminação do péptido β-amilóide, reduz o stress oxidativo e morte dos neurónios, sendo uma ferramenta promissora no desenvolvimento de novos fármacos. Além disso, é uma molécula não tóxica, possui uma boa relação custo-eficácia e está amplamente disponível.

Fonte: O RESVERATROL COMO MOLÉCULA ANTI-ENVELHECIMENTO, Andreia Catarina Lopes Alves,  Faculdade de Ciências e Tecnologias da Saúde da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, 2015

Nota:

A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online, ou,  Há sempre uma solução perfeita na Casa Escola António Shiva.

Resveratrol

Pin It on Pinterest

Share This

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar no nosso site consente a utilização dos mesmos. Saiba mais sobre os cookies aqui

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close