loader image

A Purga da Pele

Mediante a transpiração, o corpo expulsa (através da pele) para o exterior do orga­nismo numerosos resíduos, como poderemos aperceber-nos pelo odor da transpiração daqueles que não gozam de boa saúde. Para se depurar o meio, são necessárias sudações abundantes e repetidas.

Para aqueles que ainda o conseguirem fazer, o exercício físico regular representa a melhor forma de transpirar, pois, desta forma, o suor é muito mais concentrado. Para ajudar o processo, é necessário praticar o exercício escolhido (corrida, ginástica, bicicleta, etc.) usando bastante roupa, com a finalidade de acumular mais facilmente o calor necessário à produção de suor.

A prática da sauna é conhecida há já bastante tempo. Torna-se apenas necessário adaptar o número de sessões e a temperatura do banho frio que se segue ao grau de vitalidade de cada indivíduo. Tal como acontece com o primeiro procedimento, a sauna é, sem dúvida, uma prática bastante atlética.

Os banhos hipertérmicos representam um dos procedimentos mais simples e eficazes para obter boas sudações. Apresentam, igual­mente, a vantagem de poderem ser feitos em casa. O paciente entra num banho com temperatura agradável. Em seguida e progressiva­mente, vai adicionando água quente, até considerar que, para si, a água está bastante quente. Convém que pare de adicionar mais água no momento exacto em que sinta que esta começa a ficar desagradavel-mente quente. A sensação de “demasiado quente” varia de pessoa para pessoa. O importante não é objectivamente a temperatura, mas a sen­sação subjectiva, pois é ela que irá provocar a sudação. O sujeito deverá permanecer no banho quente por um período entre 10 a 20 minutos.

Além da sudação que provoca, a outra vantagem deste tipo de banho é o fluxo sanguíneo que origina e que permite a desincrustação de numerosos resíduos que se encontram alojados nos tecidos profun­dos. Por outro lado, para evitar um afluxo brusco e maciço destas toxinas aos órgãos excretores, é necessário praticar gradualmente estes banhos, à razão de 1 a 3 por semana. As vezes, são necessários vários banhos para que a pele “se abra” e a sudação se efectue correctamente.

Ao banho segue-se um descanso de pelo menos meia hora, em que o paciente se deitará de costas, com o corpo envolto em roupa branca. A sudação poderá continuar durante este descanso.

Uma infusão de flores de sabugueiro, tomada antes do banho, facilita a sudação (uma colher de sopa para uma chávena, deixando em infusão durante 10 minutos).

De: Christopher Vasey

Do livro Compreender as doenças Graves Editorial Estampa Lda.

Registe-se para receber as nossas novidades no seu email.

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Pin It on Pinterest

Share This