loader image

A VIDA SEDENTÁRIA

 

São tão numerosos os benefícios da actividade física que, por si sós, compensariam e suprimiriam, em parte, os efeitos nefastos dos factores de risco.

O dispêndio de energias permite queimar os excedentes da sobrealimentação, activar as funções orgânicas e favorecer a eliminação das toxinas. Mediante a aceleração dos intercâmbios celulares e da circu­lação sanguínea, os resíduos incrustados nas profundidades dos teci­dos são conduzidos aos órgãos excretores, para serem eliminados. O aprofundamento da respiração aumenta consideravelmente o aporte de oxigénio, originando, como consequência, a depuração do terreno.

A modificação profunda do terreno orgânico só é possível através do exercício físico. Como um vento fresco que reaviva as brasas que se encontram sob a cinza, o exercício físico reanima todos os meta­bolismos, limpando o organismo como se fosse uma corrente de água, transportando o limo acumulado no leito do rio.

Quando se diz “fazer exercício físico”, não devemos pensar apenas nos momentos privilegiados e limitados no tempo durante os quais nos deslocamos aos organismos especializados para uma sessão de ginástica, ou a lugares de desporto, onde praticamos a corrida, o ténis ou o ciclismo.

No decorrer da nossa vida diária, poderemos ser fisicamente muito activos se, em vez de nos deslocarmos de automóvel até ao local de trabalho, fizermos esse trajecto, ou uma parte dele, a pé; se, em vez de tomarmos o elevador, subirmos pela escada; se, em vez de carre­garmos o automóvel, formos nós a transportar os nossos sacos de compras; se, em vez de utilizarmos uma batedeira, batermos ou tri­turarmos manualmente os alimentos.

A falta de tempo, que frequentemente invocamos, não é mais do que uma falsa desculpa, pois o tempo economizado é utilizado pela maioria das pessoas em actividades sedentárias, como, por exemplo, permanecerem sentadas durante horas em frente da televisão, embora por vezes, é certo, também efectuem grandes deslocações… até aos estádios desportivos.

O terreno orgânico só pode modificarse profunda­mente através do exercício físico.

De: Christopher Vasey

Do livro Compreender as doenças Graves Editorial Estampa Lda.

Registe-se para receber as nossas novidades no seu email.

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Pin It on Pinterest

Share This