Ácido para-aminobenzóico

O APAB estimula as bactérias intestinais, levando-as a produzir ácido fólico, que favorece a síntese de ácido pantoténico.

É uma vitamina com importância para a saúde da pele e no auxílio a problemas de ordem respiratória. Usado em unguentos, é mitigante em queimaduras e insulações.

É igualmente útil em casos de eczema, lúpus e mudanças na pele devidas a envelhecimento. O APAB é usado em combinação com ácido pantogénico, colina e ácido fólico no tratamento embranquecimento do cabelo com algum sucesso. É também usado no tratamento de doenças parasíticas, incluindo a Meningite das montanhas Rochosas.

Uma deficiência de APAB pode resultar do uso de sulfamidas que reduz a capacidade do APAB funcionar devidamente nos intestinos. Os sintomas incluem fadiga, irritabilidade, nervosismo, obstipação e outros problemas de ordem digestiva.

As fontes ricas em APAB incluem o fígado, o melaço, o iogurte e os alimentos de leite fermentado e os cereais integrais.

In “Manual Completo de Medicina Natural” – Marcia Stark

Pin It on Pinterest