A função mais importante da colina é a sua colaboração com o inositol na formação de lecitina.

A lecitina favorece a absorção e o transporte de gorduras e das vitaminas lipossolúveis A, D, E e K no sangue.

A colina tem muita importância na redução de depósitos de gordura e colesterol no fígado e artérias. Ela regula igualmente as funções do fígado e da vesicula, ajuda a prevenir a prevenir a formação de cálculos biliares e é necessária para a produção de uma substância no sangue conhecida como fosfolípidos. Juntamente com o inositol, alimenta a bainha de mielina das fibras nervosas.

Uma deficiência de colina pode levar ao aumento da tensão arterial, a situações de cirrose e à degeneração do fígado, à arteriosclerose e endurecimento das artérias As boas fontes de colina são a lecitina líquida ou granular, o fígado, o melaço, a gama de ovo, os vegetais de folhas verdes e os cereais integrais.

In “Manual Completo de Medicina Natural” – Marcia Stark

Pin It on Pinterest

Shares
Share This