O ácido pangâmico é um nutriente hidrossolúvel que foi originalmente isolado em caroços de damasco e posteriormente obtido em forma cristalina a partir de farelo de arroz, arroz polido, cereais integrais, levedura de cerveja e fígado de cavalo.

Ele promove os processos de oxidação e a respiração celular e estimula a oxidação da glucose. A sua função primordial é a capacidade que tem de combater a hipoxia, o insuficiente fornecimento de oxigénio aos tecidos vivos (especialmente ao músculo cardíaco e outros músculos).

É essencial na promoção do metabolismo das proteínas, também regula o metabolismo das gorduras e do açúcar, sendo muito útil, portanto, em casos de arteriosclerose e diabetes.

É útil no tratamento de elevados níveis de colesterol no sangue e de problemas circulatórios e consegue proteger contra o envenenamento com monóxido de carbono.

Uma deficiência de vitamina B-15 pode causar uma fraca oxigenação das células, doenças cardíacas e perturbações nervosas e glandulares.

As fontes alimentares incluem o caroço de damasco, as oleaginosas e sementes e os cereais integrais.

In “Manual Completo de Medicina Natural” – Marcia Stark

Pin It on Pinterest

Shares
Share This