A vitamina B-6 é requerida para uma boa absorção da vitamina B-12 e para a produção de ácido hidroclórico e magnésio. A libertação de glicogénio do fígado e dos músculos para obtenção de energia é facilitada pela vitamina B-6. Esta favorece também a conversão do triptofanio em niacina e ajuda a manter o equilíbrio de sódio e potássio no organismo.

A piridoxina está relacionada com o equilíbrio hormonal nas mulheres.

Antes do início da menstruação, as mulheres parecem necessitar de doses adicionais de vitamina B-6, esta ajuda a controlar a irritabilidade, o nervosismo e o aparecimento de acne. Os «enjoos matinais» em início de gravidez resultam igualmente de uma deficiência de vitamina B-6 e magnésio.

O uso de vitamina B-6 reduz a incidência de pré-eclampsia e toxemia que pode ocorrer durante a gravidezs. As perturbações do sistema nervoso como a epilepsia responderam bem a um suplemento de vitamina B6. Isto deve-se ao facto de estas perturbações estarem igualmente relacionadas com deficiências de magnésio, e a vitamina B-6 favorece a absorção de magnésio.

A vitamina B-6 está relacionada com o metabolismo das gorduras, e uma dieta rica em gorduras animais pode dar origem à formação de placas de colesterol quando aquela se encontra em baixas quantidades. Pode criar-se uma situação de arteriosclerose em animais fornecendo-lhes uma dieta deficiente em piridoxina. Os casos da doença de Parkinson responderam favoravelmente a injeções de vitamina B-6 combinada com magnésio.

A vitamina B-6 é também usada para ajudar a tratar uma forma de anemia em que os glóbulos vermelhos do sangue são muito pequenos.

As deficiências de piridoxina podem parecer semelhantes às que se observam em casos de deficiência de niacina e riboflavina, que incluem sintomas de fraqueza muscular, nervosismo, irritabilidade, depressão e dermatites. Em casos de deficiência de vitamina B-6 dá-se também uma diminuição dos níveis de açúcar no sangue e baixa tolerância à glucose, resultando numa sensibilização à insulina. Esta deficiência pode ainda causar entorpecimento e cãibras nas pernas e braços, mãos dormentes e formas de nevrites e artrite.

Os alimentos ricos em vitamina B-6 incluem o farelo de arroz, a carne de órgãos e os cereais integrais.

Do livro: Manual Completo de Medicina Natural, de Marcia Starck

Postado por: Isabel Pato

Pin It on Pinterest