Vitamina  C ( ácido ascórbico)

 A vitamina C tem efeitos tão grandes sobre várias condições e estados de doença do organismo que existe uma tendência a usa-la em demasia, especificamente nas suas formas ácidas, criando assim um desequilíbrio ácido/alcalino no organismo.

Quando a vitamina C é usada , deveria ser utilizada na sua forma ascórbica, como cálcio, potássio ou magnésio ascórbico (não sódio ascórbico; temos já bastante sódio no organismo).

A vitamina C deveria ser igualmente usada em conjunção com os bioflavonoides, ou vitamina P, alterando entre a vitamina C um dia e os bioflavonoides no dia seguinte, uma vez que estes favorecem a assimilação da vitamina C pelo organismo.
Uma das principais funções da vitamina C é manter o colagénio, uma proteína necessária ao tecido conjuntivo da pele, ligamentos e ossos. A vitamina C é usada para curar feridas e queimaduras porque facilita a formação de tecido conjuntivo na cicatriz. Além disso, combate as infeções bacterianas e reduz os efeitos provocados no organismo, por certas substâncias produtoras de alergia. Ajuda igualmente na formação de glóbulos vermelhos e na prevenção de hemorragias.

Quando culturas de células humanas são mergulhadas numa solução contendo vitamina C, conseguem produzir  grandes quantidades de uma substância conhecida como  interferon, que interfere com a capacidade dos vírus invadirem as células. Há também provas de que a vitamina C exerce algum efeito desintoxicante naqueles que foram expostos a metais  pesados como o chumbo e o cádmio. Em doses elevadas parece igualmente produzir o efeito conta pesticidas e aditivos alimentares.

É preciso ter cuidado com a ingestão de doses elevadas de vitamina C, porque ela pode interromper a absorção do cálcio. A vitamina C é por vezes convertida em oxalato de cálcio na urina, o que pode resultar na formação de pedras nos rins. Em alguns animais doses elevadas produziram uma desmineralização dos ossos.

Uma deficiência de vitamina C

Resulta em articulações intumescidas ou dolorosas, uma tendência para contusões fáceis , sangramento de gengivas, piorreia, cárie dentária , hemorragias nasais resistência diminuída a infeções e cicatrização lenta de feridas e fraturas. Uma deficiência grave resulta em escorbuto. Fumar reduz o nível de vitamina C no sangue.

Onde se encontra


O ácido ascórbico encontra-se na maior parte dos frutos e vegetais, especialmente nos vegetais amarelos e de folhas  verdes, nos pimentos verdes, nos frutos cítricos , nos frutos da roseira, nas bagas ácidas e no tomate . Contudo, recomenda-se que os vegetais de cor verde e amarela sejam usados como fontes primordiais, visto muitas pessoas serem alérgicas aos citrinos (particularmente as laranjas) e tendem a sobre alcalinizar o organismo devido ao uso de frutos cítricos em excesso(embora os frutos cítricos sejam ácidos, tornam-se alcalinos no organismo).Além dos vegetais amarelos e verdes, os cereais e os feijões germinados, tal como a alfafa, o trevo-dos-prados, o girassol, o trigo-mourisco, as lentilhas e a munguba são excecionalmente ricos em vitamina C.

In “Manual Completo de Medicina Natural” – Marcia Stark

Pin It on Pinterest

Shares
Share This